Temporada de cruzeiros marítimos começa na próxima sexta-feira

Temporada de cruzeiros marítimos começa na próxima sexta-feira

Atualizado: Quarta-feira, 6 Outubro de 2010 as 1:53

A temporada brasileira de Cruzeiros Marítimos 2010/2011 terá início na próxima sexta-feira, e se estenderá por sete meses, seguindo até maio do ano que vem. Durante todo esse tempo, 20 navios - dois a mais do que no ano passado - percorrerão 21 cidades do litoral brasileiro em 415 Cruzeiros. Até o momento, 37 destes serão temáticos.

Os roteiros têm duração variada, de três a nove noites - os que incluem Buenos Aires e Punta Del Este são cruzeiros entre sete e nove noites. A previsão é que a cidade do Rio de Janeiro receba o maior número de cruzeiristas, 507 mil, seguida por Búzios, com 401 mil.

"Búzios é um dos destinos mais queridos dos cruzeiristas", afirma Ricardo Amaral, presidente da Abremar (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos). A associação acredita que a temporada deverá registrar 886 mil cruzeiristas, isto é, 23% a mais em relação à anterior, quando 18 navios transportaram 720 mil passageiros. "A chegada dos Cruzeiros Marítimos movimenta a costa brasileira. As vendas aumentam com as promoções e os destinos se preparam para receber os turistas. Nas cidades escala, os navios também repõem muitos dos insumos para a sua operação", diz Amaral.

Nos destinos, o gasto médio dos cruzeiristas é de R$ 200 por pessoa, por dia, e os setores mais beneficiados são os de transporte (táxis, vans), de alimentação (bares e restaurantes) e comércio (principalmente de produtos típicos). Na temporada anterior, os Cruzeiros geraram impacto de R$ 90 milhões na economia de Armação de Búzios, de acordo com pesquisa realizada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, a pedido da Associação Comercial e Empresarial do Município.

A demanda é crescente e os Cruzeiros têm excelente custo-benefício. No navio, além de conhecer diversos destinos em uma mesma viagem, o turista pode desfrutar da segurança dos transatlânticos, das inúmeras atividades de lazer, apreciar refeições de alta qualidade e ainda deixar de lado algumas preocupações, como escolha de hoteis, embarques e desembarques em aeroportos e traslados, e transporte de bagagem.

Os 20 navios da temporada são: AidaCara (Aida Cruises) ; Costa Fortuna, Costa Serena e Costa Victoria (Grupo Costa); CVC Bleu de France, CVC Horizon, CVC Imperatriz, CVC Soberano e CVC Zenith (CVC); Grand Celebration, Grand Holiday e Grand Mistral (Ibero Cruzeiros); MSC Armonia, MSC Lirica, MSC Musica, MSC Opera e MSC Orchestra (MSC Cruzeiros); Mariner of the Seas, Splendour of the Seas e Vision of the Seas (Royal Caribbean).

A temporada brasileira de Cruzeiros Marítimos 2010/2011 terá início na próxima sexta-feira, e se estenderá por sete meses, seguindo até maio do ano que vem. Durante todo esse tempo, 20 navios - dois a mais do que no ano passado - percorrerão 21 cidades do litoral brasileiro em 415 Cruzeiros. Até o momento, 37 destes serão temáticos.

Os roteiros têm duração variada, de três a nove noites - os que incluem Buenos Aires e Punta Del Este são cruzeiros entre sete e nove noites. A previsão é que a cidade do Rio de Janeiro receba o maior número de cruzeiristas, 507 mil, seguida por Búzios, com 401 mil.

"Búzios é um dos destinos mais queridos dos cruzeiristas", afirma Ricardo Amaral, presidente da Abremar (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos). A associação acredita que a temporada deverá registrar 886 mil cruzeiristas, isto é, 23% a mais em relação à anterior, quando 18 navios transportaram 720 mil passageiros. "A chegada dos Cruzeiros Marítimos movimenta a costa brasileira. As vendas aumentam com as promoções e os destinos se preparam para receber os turistas. Nas cidades escala, os navios também repõem muitos dos insumos para a sua operação", diz Amaral.

Nos destinos, o gasto médio dos cruzeiristas é de R$ 200 por pessoa, por dia, e os setores mais beneficiados são os de transporte (táxis, vans), de alimentação (bares e restaurantes) e comércio (principalmente de produtos típicos). Na temporada anterior, os Cruzeiros geraram impacto de R$ 90 milhões na economia de Armação de Búzios, de acordo com pesquisa realizada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, a pedido da Associação Comercial e Empresarial do Município.

A demanda é crescente e os Cruzeiros têm excelente custo-benefício. No navio, além de conhecer diversos destinos em uma mesma viagem, o turista pode desfrutar da segurança dos transatlânticos, das inúmeras atividades de lazer, apreciar refeições de alta qualidade e ainda deixar de lado algumas preocupações, como escolha de hoteis, embarques e desembarques em aeroportos e traslados, e transporte de bagagem.

Os 20 navios da temporada são: AidaCara (Aida Cruises) ; Costa Fortuna, Costa Serena e Costa Victoria (Grupo Costa); CVC Bleu de France, CVC Horizon, CVC Imperatriz, CVC Soberano e CVC Zenith (CVC); Grand Celebration, Grand Holiday e Grand Mistral (Ibero Cruzeiros); MSC Armonia, MSC Lirica, MSC Musica, MSC Opera e MSC Orchestra (MSC Cruzeiros); Mariner of the Seas, Splendour of the Seas e Vision of the Seas (Royal Caribbean).

veja também