Temporada requer cuidados com as crianças, principalmente nas praias

Temporada requer cuidados com as crianças, principalmente nas praias

Atualizado: Quinta-feira, 5 Janeiro de 2012 as 9:38

O verão está aí e com ele chegam os dias mais quentes, as férias escolares e boas oportunidades para curtir momentos de lazer com a família e os amigos. Mas para evitar complicações e aproveitar ao máximo as férias vale a pena tomar alguns cuidados simples, sobretudo com as crianças. O Guia do Litoral reúne algumas dicas para que você não precise arrumar as malas e voltar à rotina antes do tempo!

Saúde

Em relação à saúde, algumas orientações são capazes de evitar doenças típicas desta época, a exemplo da insolação, diarreia e micoses. Para evitar o primeiro transtorno, a dica é a exposição moderada ao sol. Seguindo a recomendação, sintomas indesejáveis da insolação podem ser evitados, como dor de cabeça, falta de ar, náuseas e tontura, além de elevação da temperatura corporal, pele quente, seca e avermelhada. Protetor solar é regra obrigatória para pais e filhos e o fator de proteção depende, dentre outros fatores, do tipo de pele. É preciso também respeitar os horários. O período entre 10h e 16h deve ser evitado, pois é quando há maior incidência de raios ultravioleta e o risco da exposição é mais acentuado. Além disso, o protetor deve ser reaplicado a cada duas horas ou sempre que a criança entrar na piscina ou no mar.

Diarreia e desidratação

A diarreia afeta as crianças com frequência no verão. Para evitá-la a dica é lavar bem as mãos antes das refeições e ao manusear alimentos, substituir maionese caseira pela industrializada e ficar atento ao consumo de alimentos não cozidos ou que necessitem de conservação em geladeira. Por isso, muita atenção aos petiscos servidos nas praias!

A hidratação é ainda outra regra importante. Com os dias mais quentes o organismo perde naturalmente mais líquidos e minerais que devem ser repostos com água pura ou alimentos como furtas e verduras. No caso das crianças, mesmo sem elas pedirem é interessante que ingiram em média quatros copos de água por dia.

Micose

Outra doença muito comum nessa época do ano é a micose. O problema é causado por fungos que atacam as peles mais sensíveis e desprevenidas. Praias e piscinas são ambientes propícios para a proliferação desses microrganismos, por conta da temperatura mais elevada e da umidade.

Para prevenir é simples: deve-se enxugar bem o corpo, não andar descalço nas piscinas, não usar os "lava-pés" de piscinas e saunas, assim como toalhas, chinelos e objetos pessoais de terceiros. Também é importante evitar ficar com roupas molhadas por muito tempo e usar calçados fechados.

Segurança

Quanto à segurança, vale reforçar algumas orientações:

·  As crianças se perdem com facilidade. Não as perca de vista e procure identificá-las;

·  Afaste-se das costeiras e pedras. Você pode escorregar ou ser derrubado pelas ondas;

·  Se você se sentir em perigo na água, não entre em pânico. Tente boiar;

·  Se estiver sendo arrastado por uma corrente marítima procure nadar paralelo à praia;

·  Não abuse do álcool. A bebida faz você perder a noção do perigo;

·  Se você não está acostumado com o mar não confie em objetos flutuantes, como boias e pranchinhas. Esses equipamentos transmitem uma falsa segurança.

E lembre-se: água no umbigo, sinal de perigo!

Tráfego

O Sistema Anchieta-Imigrantes, principal via de ligação entre a capital e o litoral paulista, deve receber cerca de 4,7 milhões de veículos entre o dia 16 de dezembro e 26 de fevereiro, período que envolve as festas de fim de ano, férias e carnaval. A Operação Verão 2011/2012 já está em pleno vigor e o esquema de tráfego para subidas e descidas da serra deverá priorizar o sentido que concentrar mais carros.

Faz parte também deste trabalho o funcionamento dos dois viadutos que unem a cidade do Guarujá à rodovia Cônego Domênico Rangoni, no km 3 da rodovia SP 248, e o reforço do efetivo da concessionária que administra as vias.

Ainda como parte das medidas da Operação Verão outra obra importante está sendo finalizada no km 28 pista norte da rodovia Anchieta, sentido São Paulo. A ponte que cruza a represa Billings - que contava com duas faixas e que atuava como um gargalo em períodos de tráfego intenso - foi alargada, recebendo uma faixa adicional, que irá contribuir com a fluidez e a segurança no trecho.

veja também