Tente esquiar nas ondas do mar

Tente esquiar nas ondas do mar

Atualizado: Sexta-feira, 16 Abril de 2010 as 12

O waveski nasceu pelas mãos de veteranos australianos do surfe. Aliás, este país da Oceania, além de África do Sul e França, é um dos que apresentam maior número de adeptos do esporte. Essa atividade, que integra uma das classes da “canoagem onda”, que também conta com o estilo surfe kaiak, surgiu nos anos 1960, enquanto eram realizadas competições de surfe, como equipamento de fiscais e salva-vidas.

Em terras tupiniquins, o waveski chegou há pouco mais de 20 anos e existem algumas escolas que ensinam a modalidade. No caso dos iniciantes, a maior dificuldade é, primeiro, manter o equilíbrio sobre a prancha; depois, ultrapassar a arrebentação. Nesse caso, inclusive, o remo e algumas manobras ajudam o praticante a fugir dos famosos “caldos”.

Falando em equipamentos, o waveski exige muito pouco. Além do remo, em geral feito de fibra de carbono, há a prancha, na qual o praticante - diferentemente do surfe - fica sentado. Ele é preso ao acento por um cinto e encaixa os pés em uma pedaleira. Na hora de cair na água é preciso usar um capacete e roupas de neoprene. Antes de esquiar nas ondas também vale dar uma olhadinha nas condições do mar e do vento. As melhores ondas para o waveski são aquelas que formam paredes contínuas de água.

E aí, vai encarar esse jeito divertido de esquiar?

Serviço

Escola de Canoagem Onda Waveski

Barra da Lagoa da Conceição

Florianópolis (SC)

Tel.: (48) 232-3511

As melhores praias para o waveski:

Praia Mole e Barra da Lagoa - Florianópolis (SC)

Praia de Camburi - São Sebastião (SP)

Praia da Barra da Tijuca - Rio de Janeiro (RJ)

Redação Custom Editora

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também