Termas de Chillán (Chile): piscinas termais, banhos terapêuticos e etações de ski atraem turistas de todo o mundo

Termas de Chillán (Chile): piscinas termais, banhos terapêuticos e etações de ski atraem turistas de todo o mundo

Atualizado: Segunda-feira, 25 Maio de 2009 as 12

Localizada a 480km de Santiago, a 1.650m de altitude, ideal para famílias e pessoas que querem associar o esqui ao spa. Chillán, por estar numa região vulcânica, oferece toda uma estrutura para tratamento de beleza ou relaxamento. Piscinas termais, tratamento com lama vulcânica, diversos tipos de banhos terapêuticos, aromáticos, estimulantes, invernal, entre outros.

Enfim, tudo que um spa pode oferecer, junto com o melhor do ski e do snowboard.Conhecida desde o século XVIII, quando noticias de suas águas termais se espalharam por toda a região, Chillán possui um excelente centro de treinamento, com instrutores amplamente experientes, além de uma equipe de segurança para atender os esquiadores. A grande extensão e variedade de suas pistas completam o cenário que conta com uma espetacular vista de uma das maiores cadeias montanhosas do mundo. 

Dados da Montanha

Altitude: 1.650 metros na base e 3.320 metros no pico

Ski-Lifts: 9 teleféricos

Pistas:

Total de 30 Pistas (35km)

Desnível: 1.100 metros

Expert: 30%

Intermediário: 40%

Principiante: 30%

Principais Atrações

Escola de Esqui: Uma completa escola de esqui formada por professores especializados de diversas nacionalidades. São oferecidos cursos para todos os níveis e modalidades dos esportes de neve. Desta forma, os visitantes podem ter aulas todos os dias, as quais possuem uma duração que oscila entre uma hora e um dia completo, realizando-se tanto em grupo como individualmente.

Heliski: Termas de Chillán conta com um potencial de 10.000 hectares para a prática de Heliski, as quais permitem uma grande diversidade de alternativas para a prática deste esporte tanto a esquiadores experts como aos de nível médio. Com o objetivo de alcançar a máxima satisfação e segurança de todos os visitantes cada descida é guiada por guias especializados. Além disso, existe a oportunidade de apreciar a magnitude e beleza de todo este vasto território cordilherano por meio de vôos panorâmicos realizados no helicóptero, o qual é possível contratar diretamente na escola de ski.

Passeios de trenó: Uma experiência verdadeiramente inesquecível. A oportunidade de passear sobre um trenó arrastado por cães do Alaska por espetaculares paisagens.

Pistas de Esqui: Termas de Chillán conta com 28 pistas com um total de 35km. Preparados para disfrutar em toda sua magnitude este apaixonante esporte e com um potencial de 10.000 hectares de domínio esquiável. A través de 9 meios de elevação é possível subir a cada uma das pistas, onde o desnível vertical de 1.100 mts. permite contar com uma extensa pista de 13km. Do total das pistas, 30% são para principiantes, 40% para nível médio e 30% para esquiadores experts.

Snowboard: A privilegiada geografia das múltiplas pistas de ski proporcionam um espetacular e desafiante panorama aos amantes do Snowboard. Vertiginosos saltos, altas velocidades e uma paisagem incomparável, são algumas das características que identificam a estadia, em Termas de Chillán, dos profissionais e aficcionados a este esporte.

Vale Lembrar

Bagagem: são permitidas 1 mala com até 20 Kg por passageiro e 1 sacola de mão de até 8 Kg. Lembre-se de identificá-las e fechá-las com cadeados.

Mais informações: use sempre protetor solar. Apesar do clima frio, o sol é forte em grande parte do dia e pode provocar graves queimaduras. Além disso, nunca consuma bebidas alcoólicas durante a prática dos esportes.

Segurança: escolha as pistas de acordo com o seu nível de prática. Existem diversas pistas para os mais variados níveis, desde iniciantes até experts. Siga sempre o mapa de pistas.

Fuso Horário: Termas de Chillán 1 hora a menos em relação a Brasília. Mas no nosso horário de verão, o Chile está duas horas a menos que o Brasil.

Ligações para o Brasil: para realizar chamadas a cobrar, utilize os códigos do Chile: 800360220 da Entel, ou 800800272 da Telefônica, depois escolha o idioma no qual deseja ser atendido e por último escolha uma das opções de ligação:

1- Ligações automáticas

2- Ligações com cartão telefônico

3- Ligações com auxílio de operador

Prato Típico: típico assado na neve.

Gastronomia: no restaurante Shangri-Lá do Grande Hotel Termas de Chillán oferece uma excelente gastronomia internacional e nacional. No inverno oferecem cozinha suíça no restaurante El Montañés com suas comidas típicas alpinas.

Normas e Regulamento: respeite as normas de segurança e sinalização das pistas. Não esquie fora das pistas e siga as regras do esquiador e snowboardista que estão fixadas em diferentes pontos do complexo.

Visto: para brasileiros não é necessário visto para entrar no país. Chegando ao Chile, você receberá um Cartão de Turista, válido por 90 dias e que deve ser devolvido quando sair.  

Equipamentos específicos para Esqui:

- ROUPAS: uma peça (macacão) ou duas (jaqueta e calça). Devem ser totalmente à prova de água e vento. Existem tecidos modernos que isolam o corpo, preservam a temperatura interna e facilitam a ventilação.

- LUVAS: um dos acessórios mais importantes. Existem na versão com dedos separados e aquelas que só tem um espaço separando o polegar. O importante é que sejam bem quentes, IMPERMEÁVEIS, e que o punho seja longo e possa ser bem ajustado para impedir que a neve entre. Para quem sente muito frio, o ideal é usar ainda uma luva de fleece por baixo.

Meias: atualmente exploram materiais que preservam o calor e facilitam a ventilação, impedindo que os pés transpirem e fiquem úmidos. Além de quentes, devem ser anatômicas e com proteções para as diferentes partes e articulações dos pés, reduzindo a chance de lesões. Existem meias específicas para a prática de esqui que podem ser adquiridas em lojas especiais, mas uma boa meia de caminhada já é suficiente.

- BOTAS: se você já é um esquiador relativamente freqüente, as botas são o primeiro equipamento mais caro que se deve comprar. O par de botas precisa estar bem confortável e adaptado aos pés, o que facilita muito a vida do esquiador. Vale a pena alugar uma bota de qualidade superior e pagar um pouco mais caro. Experimente vários modelos. As botas podem ser ajustadas e em geral, é necessário palmilha. Para alugar, procure alugar em lojas próximas às pistas, pois caso tenha que trocar, será fácil.

- ESQUIS: os mais largos são bons para neve bem fofa e esqui fora de pista. Os mais estreitos, com margens bem afiadas, são bons para esquiar em pistas duras e cobertas de gelo. Há também esquis para corrida e manobras radicais. Se você não for especialista, vale optar por esquis mais versáteis, que se adaptam bem a qualquer terreno. Como no caso das botas, vale a pena alugar esquis de qualidade superior e pagar um pouco mais caro.

- BASTÕES (poles): ajudam o esquiador a aprimorar sua técnica, em especial na hora de fazer as curvas e impor um ritmo. Para saber se o tamanho está correto, segure o bastão e apóie a ponta no chão. A flexão do braço deve ficar num ângulo de 90º.

Capacete: deve sempre ser usado, por questão de segurança. Por fora, deve ser rígido e por dentro, deve estar preparado para absorver e reduzir um eventual impacto. Use um gorro por baixo, para esquentar.

- ÓCULOS DE ESQUI (googles): protegem a região dos olhos do vento, do frio e do sol (escolha um com proteção UVA e UVB) e melhoram bastante a visibilidade. Imprescindível! Óculos de sol não servem quando tem neblina, está nevando ou faz frio.

Obs.: Para quem não possui equipamentos ou roupas específicas, há locais para aluguel ou compra no próprio centro de esqui, ou se preferir, pode adquirir na loja Rossignol, a única especializada em esqui no Brasil. Endereço: Rua Brigadeiro Luís Antônio, 1343 - 5º andar - Fone: 3177-6664. Lembramos que as promoções não encontram-se no site, somente na loja. Visite:   www.rossignol.com.br .

veja também