Trilhas, arvorismo e história nos Caminhos de Chico Mendes

Trilhas, arvorismo e história nos Caminhos de Chico Mendes

Atualizado: Terça-feira, 19 Outubro de 2010 as 1:49

Nascido e criado no Acre, seringueiro e ativista. Chico Mendes morreu lutando pelos direitos de proteção da Amazônia e boa parte do seu legado foi mantido. E graças a esse legado, as cidades e municípios do Acre garantem o turismo de aventura e ecoturismo de qualidade aos visitantes da região. Com o apoio da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer do Estado e também de empresas privadas, a rota Caminhos de Chico Mendes é uma das mais visitadas.

No roteiro que passa por seis cidades – Rio Branco, Bujari, Senador Guiomard, Capixaba, Xapuri e Seringal Cachoeira – é possível explorar a pé ou de bike boa parte da floresta amazônica preservada, passando pelos seringais acreanos. As trilhas ecológicas desenvolvidas pela Secretaria garantem diversão e muita aventura aos turistas.

Ao todo, são cinco ciclotrilhas com quilometragens variadas, que também são possíveis de ser realizadas a pé. As mais curtas são a Trilha Sibéria de MTB, com 5,3 quilômetros de trilhas mistas, com duração de uma hora; e o Roteiro Histórico de Xapuri, um city tour de 1,6 quilômetros para visitar os pontos turísticos do município.

Mais pedalada - Para quem gosta de longos passeios, há três opções: com 30 quilômetros, a Trilha Xapuri/ Seringal Rio Branco é realizada em três horas pedalando, passando por florestas e ramais, onde o turista conhece a história da região; a Trilha Xapuri/ Seringal Cachoeira é ideal para quem já tem prática na modalidade. Com 46,8 quilômetros, a trilha passa pela mata fechada e travessias em igarapés e leva cerca de 4h30 para ser finalizada.

E a Trilha Seringal Cachoeira faz uma passagem para quem gosta de apreciar e conhecer a fauna e flora da região. Com 14,2 quilômetros, o percurso pode ser feito em trekking (4h30) ou de bike (1h30). Ainda, no meio do trajeto, é possível aproveitar e tomar um banho nos igarapés da região.

Diversão nas alturas e mais história

Para quem não se contenta em apenas pedalar para conhecer a região, o Acre oferece, na cidade de Xapuri, o Ecopark Adventure Ayshawa. O local oferece três tipos de atividades distintas para os aventureiros: arvorismo, passeios de cavalo e trekking pelas trilhas da região.

No arvorismo são 250 metros divididos em duas etapas. A primeira, moderada, conta com sete estações diferentes, com uma tirolesa de 60 metros de distância, com 30 metros de altura. A segunda etapa é considerada difícil e, mesmo tendo as mesmas sete plataformas, tem uma tirolesa de 90 metros, passando pelo igarapé Boró.

História - A região também conta com muito ecoturismo e ações pró-ambiental. Em Seringal Cachoeira, a floresta amazônica ainda está intacta e famílias de seringueiros ainda habitam a cidade. Lá, em 1988, aconteceu a última manifestação liderada por Chico Mendes para impedir o desmatamento.

O turista poderá acompanhar também o trabalho do seringueiro, desde cedo, com direito a escutar todas as histórias dos mateiros na trilha.

veja também