Turismo entre Brasil e China será estimulado pela parceria comercial

Turismo entre Brasil e China será estimulado pela parceria comercial

Atualizado: Quarta-feira, 26 Maio de 2010 as 9:33

O número de chineses que visitam o Brasil é ainda muito pequeno. Mas o mercado, que emitiu 45,4 milhões de turistas pelo mundo afora em 2009, é promissor. "O turismo entre China e Brasil será estimulado pela parceria comercial entre os dois países", acredita Jeanine Pires, presidente da Embratur, presente no 10º Encontro Global de Viagens & Turismo, em Pequim. Segundo ela, o pontapé inicial será dado com o turismo de negócios, que vai, posteriormente, desencadear o turismo a lazer.

Para que esse cenário se concretize, três fatores, já estabelecidos, são fundamentais, de acordo com a presidente da Embratur: a abertura de um escritório da Agência Brasileira de Exportação e Investimentos (Apex) na China, o início do voo direto entre Pequim e São Paulo pela Air China recentemente e a assinatura do Estatuto de Destino Aprovado, firmado em 2005 pelos dois países, que regulamentam uma série de exigências para a troca de turistas.

Jeanine Pires será palestrante amanhã no painel sobre Turismo Inovador. Hoje, foi a vez de Vinícus Lummertz, secretário de Planejamento e Articulação Internacional de Santa Catarina integrar o painel "Reorganização Global do Turismo". "Não existe ainda uma nova ordem, mas uma velha ordem em transição. O que o turismo precisa é de novos destinos. Se até 2050 duas bilhões de pessoas vão entrar na classe média, sendo potenciais consumidores de viagens, não tem como todo mundo resolver ver a Monalisa no Louvre", exemplifica durante o debate, que contou também com Sebastian Escarrer, vice-presidente do Sol Meliá; Deepak Ohri, chefe-executivo do Lebua Hotel & Resorts; James Hogan, CEO da Etihad Airways; Hubert Joly, presidente da Carlson; e Jyotsna Suri, diretora da Bharat Hotels.

Quem integra também a equipe brasileira na conferência organizada pelo Conselho Mundial de Viagens & Turismo (WTTC) é Guilberto Savedra, diretor geral da Secretaria de Turismo de Santa Catarina, Maria Cláudia Evangelista e Joseli Cintra, diretora executiva e presidente, respectivamente, do Florianópolis C&VB. O estado conta com um estande no hall de exibição. Para Savedra, a presença de Santa Catarina no encontro demonstra a parceria duradoura com o WTTC após a realização do encontro em Florianópolis no ano passado: "Já agendamos diversas entrevistas com a imprensa chinesa e isso ajuda a promover não só o estado como todo o Brasil", afirma.

Por: Thais Hernandes

veja também