Um legado para a qualificação profissional do turismo

Um legado para a qualificação profissional do turismo

Atualizado: Quinta-feira, 22 Outubro de 2009 as 12

''Deixar de fato uma política de qualificação para o turismo. Um programa que tenha resultado efetivo na ponta'', essas são palavras da diretora do Departamento de Qualificação, Certificação e Produção Associada ao Turismo do MTur, Regina Cavalcante, durante apresentação sobre a Copa de 2014, no 54° Reunião Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur), na última quarta-feira (21), durante a Abav 2009, no Riocentro (RJ).

Cavalcante ressaltou que a meta do Ministério do Turismo (MTur) é qualificar. Por meio do Bem Receber Copa, 306 mil profissionais do setor serão atendidos até 2013, incluindo gerência e trabalhadores da ponta, que têm contato direto com o turista.

''Não só os trabalhadores, mas os gerentes também devem ser qualificados para terem segurança na hora de contratar um profissional capacitado'', ressaltou. Hoje, o setor de turismo emprega 7,2 milhões de profissionais.

O programa Bem Receber Copa capacitará profissionais dos segmentos de alimentação fora do lar, transportes, receptivo local, meios de hospedagem, entretenimento, negócios e eventos e turista seguro - guarda estadual e municipal de turismo.

Além do ''Olá, Turista!'', programa de qualificação em idiomas em parceria com a Fundação Roberto Marinho, presente, a partir de 2010, em treze cidades do Rio de Janeiro, Amazonas e Bahia, e agora também em Fortaleza, no Recife e em São Paulo, o MTur planeja, segundo Cavalcante, aumentar a participação do setor no mercado formal e estimular o registro dos profissionais no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos do MTur (Cadastur) para que eles possam ter acesso aos projetos de qualificação do MTur.

veja também