Veja 20 destinos para aventureiros da 'National Geographic'

Veja 20 destinos para aventureiros da 'National Geographic'

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:17

A National Geographic, com sua revista, seu site e seu canal de TV, sabe como poucos sobre viagens e aventuras. Por isso, a lista de 20 destinos para aventureiros é garantia de ótimas experiências na natureza mais selvagem. Há para todos os gostos: gelo, deserto, neve e cavernas submarinas. Prepare a mochila e teste sua coragem.

Mergulho na Ilha do Coco, Costa Rica

A mais de 500 km do litoral sudoeste da Costa Rica, Coco é uma ilha vulcânica e selvagem. A travessia de barco até a Ilha do Coco dura 36 horas e é feita principalmente por mergulhadores em busca de um dos melhores lugares do planeta pra avistar tubarões, arraias, golfinhos e muitos peixes.

Escalar em Geyikbayiri, Turquia

Amantes de escalada parecem ter combinado para manter este segredo bem guardado. A área de Geykibayiri, no sul da Turquia, é um lugar incrível para escalar grandes paredões, frente ao mar Mediterrâneo. Turistas podem se poupar dos paredões de 800 metros e aproveitar as mais de 600 trilhas e rotas para iniciantes e experimentados, além das belas praias, desertas e tranquilas.

Mountain Bike em Morzine, França

Se existe um paraíso do mountain bike, ele fica no coração dos Alpes franceses, entre o Lago Léman e o Mont Blanc. As ladeiras que cercam o vilarejo de Morzine têm mais de 600 km de trilhas de em meio a paisagens alpinas maravilhosas. Numerosos resorts recebem ciclistas do mundo inteiro.

Esqui no Monte Rainier, Estados Unidos

O monte Rainier é um vulcão de mais de 4300 metros de altura. É dos mais altos dos EUA e fica a 87 km de Seattle, no estado americano de Washington. Esquiar por suas ladeiras nevadas é uma experiência absolutamente única, passando por geleiras, penhascos e formações rochosas.

Escalar os Alpes suíços, Suíça

A comunidade suíça de Interlaken parece um cartão postal. Ao pé dos Alpes berneses, um quadro de vilarejos bucólicos e lagos serve como ponto de partida para alguns dos lugares mais prezados por alpinistas. Montanhas como Jungfrau, Mönch e Eiger têm belas trilhas e paredões de até 1800 metros de altura com diferentes níveis de dificuldade.

Rafting no Rio Siang, Índia

Descer as águas turquesa do rio Siang, que começa na China e é um braço do grande do rio Bramaputr é garantia de uma bela expedição em meio à vida selvagem. No nordeste da Índia, no estado de Arunachal Pradesh, o rio oferece muitas opções de aventura, como rafting e trekking. Com pontes suspensas, o Siang tem paisagens que o fazem ser conhecido como "o Grand Canyon da Ásia". Seus rápidos de nível III e IV o tornam irresistível para aventureiros.

Escalar em Rjukan, Noruega

A cidade de Rjukan, no centro da Noruega, é o destino mais cortado para a escalada no gelo. Mais de 150 cachoeiras congeladas durante boa parte do ano, grande diversidade de trilhas, caminhos e lagos, esperam os aventureiros que chegam a Rjukan vindos do mundo inteiro.

Mergulho em cavernas de Yucatán, México

Cavernas são sempre um desafio para os mergulhadores mais experientes. Com segredos escondidos embaixo d¿água, estalagmites, estalactites e surpreendentes formações, elas atraem apesar dos riscos desta prática, que exige treinamento especial. A península de Yucatán, no litoral atlântico do México, tem cavernas conhecidas como "cenotes", com centenas de quilômetros de passagens submarinas em águas límpidas.

Escalar o Diamond, Colorado

O Colorado é um estado americano com inúmeras belezas naturais, entre as quais se destacam as montanhas de Longs Peak, a uma hora e meia de Denver. Trilhas e excelentes paredões de mais de 2 mil metros oferecem muitas rotas para os aventureiros. A montanha conhecida como Diamond (diamante) é uma das mais populares, e difíceis escaladas dos Longs Peak, com um paredão com partes inclinadas, mas que dá aos alpinistas a possibilidade de ver um por do sol único.

Trilha GR 20, França

A ilha francesa da Córsega, no Mediterrâneo, tem praias e uma rica natureza. O caminho conhecido como GR 20 ganhou a reputação de uma das mais belas trilhas do planeta. A dificuldade da trilha compensa ao passar por paisagens variadas, entre vales, lagos, florestas e montanhas, com o Mediterrâneo ao fundo para completar a beleza do cartão postal nos mais de 180 km do GR 20 que atravessam o centro da ilha.

SUP em Oahu, Havaí

O Stand Up Paddle, conhecido como SUP, é uma modalidade de surfe onde as pessoas ficam em pé sobre uma prancha e tentam pegar ondas com a ajuda de um longo remo. O esporte, antiga tradição havaiana, tinha sumido do mapa e voltou com tudo nos últimos anos. SUP na praia de Waikiki, na ilha havaiana de Oahu, é praticá-lo no berço deste esporte, um lugar mítico para surfistas do mundo inteiro.

Héli-esqui nas Selkirks, Canadá

As montanhas Selkirks são uma cadeia montanhosa no oeste da fronteira entre os Estados Unidos e o Canadá, com alturas que superam os 3500 metros. O lugar é ideal para uma das modalidades mais radicais e exclusivas de esqui, o héli-esqui, onde esquiadores são levados de helicóptero a pontos com neve totalmente virgem. O lodge Galena oferece alojamento e transporte aéreo até alguns dos melhores pontos de esqui das Selkirks. Somente para esquiadores muito avançados - e corajosos.

Trenó nas Boundary Waters, Estados Unidos

As águas fronteiriças entre os Estados Unidos e o Canadá que separam os estados de Minnessota e Ontário, conhecidas como "Boundary Waters", tem seus belos lagos tomados por turistas durante o verão. Mas durante o inverno o lugar fica deserto e deixa lugar a aventureiros que queiram explorar a vida selvagem local transportados por tradicionais trenós puxados por cachorros. As águas congeladas são excelentes para este tipo de transporte, em meio a magníficas paisagens e uma vida selvagem extrema e intocada.

Bicicletas na Toscana, Itália

O ciclismo é uma das principais paixões dos italianos, além de ser um jeito único de conhecer as paisagens bucólicas do país. A região da Toscana tem caminhos rurais onde você pode pedalar tranquilamente entre vilarejos medievais, passando por montanhas, pequenas fazendas, plantações de oliva e vinhedos - e parando para degustar delicias da gastronomia italiana.

Esqui em Jackson Hole, Estados Unidos

Jackson Hole é um vale do estado de Wyoming, norte dos Estados Unidos, com um rico relevo e terrenos preservados para ser explorados por aventureiros. Jackson Hole tem algumas das melhores pontos de esqui dos Estados Unidos e é conhecido principalmente por suas possibilidades de esqui fora de pista. Nesta modalidade, é indispensável esquiar com um guia, já que o perigo de se perder é muito grande, pois não há sinalização.

Surfe nas ilhas Mentawai, Indonésia

As ilhas Mentawai são um pequeno arquipélago a 150 km ao largo de Sumatra, na Indonésia. Paraíso para surfistas, as Mentawai têm uma grande diversidade de ondas de todos os tamanhos, além de acomodações para todos os gostos e bolsos em meio a uma natureza preservada e perfeita para relaxar e conhecer a cultura local.

Seguir a Trilha do Noroeste Pacífico, Estados Unidos

A imensidão dos Estados Unidos dá lugar a trilhas selvagens e imponentes como a imensa Trilha do Noroeste Pacífico. A trilha, conhecida como PNT pelas suas siglas em inglês, estende-se por quase 2 mil km nos estados de Idaho, Montana e Washington. A PNT passa por nada menos que três parques nacionais, sete florestas e trechos das montanhas Rochosas, North Cascades e Olympic.

Curso de Sobrevivencia na Ilha Baffin, Canadá

A ilha Baffin, maior ilha do Canadá, é um dos lugares mais extremos do imenso país. Os (poucos) habitantes locais crescem aprendendo a sobreviver a temperaturas glaciais, ventos fortíssimos e nevascas violentas. Hoje, turistas extremos podem ir até Baffin e aprender diversas técnicas de sobrevivência em cursos de duas semanas: como se manter em calor e como se locomover em águas geladas, concluindo com uma expedição de quatro dias para por em prática tudo o que tiver sido aprendido.

Caiaque na Ilha Vancouver, Canadá

No sudoeste do Canadá, a ilha de Vancouver é uma imensa ilha onde se situa a capital da Columbia Britânica, Victoria. A ilha é um grande playground para amantes de caiaque, que podem remar entre a ilha e o continente, explorando baías, praias e florestas, com a chance de avistar ursos e baleias.

Escalar o Monte Rainier, Estados Unidos

Com seus mais de 4200 metros de altura, o Monte Rainier dá aos alpinistas um bom gostinho de estar escalando um pico bastante alto, sem se distanciar de Seattle, uma das principais cidades dos Estados Unidos. Apesar de ser popular entre montanhistas iniciantes, o Monte Rainier tem um clima que pode mudar repentinamente. Tempestades de neve que podem tornar a visibilidade impossível e esconder fossas e penhascos. Mas vale muito a pena arriscar. Depois de uma escalada de dois a três dias, a recompensa é uma vista imponente.

fonte: Terra

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições