Viagens inesquecíveis no Natal

Viagens inesquecíveis no Natal

Atualizado: Segunda-feira, 29 Novembro de 2010 as 4:33

CURITIBA

ONDE FICAR?

Bonaparte Express Curitiba

É um hotel econômico muito bem atualizado - desde o lobby, todo branco e com três modernos computadores (pagos à parte) no mezanino, até os quartos, com cama-box, banheiro espaçoso, internet wi-fi grátis e bom pacote de canais por assinatura. A relação custo-benefício é uma das melhores da cidade, e vale saber que reservas feitas com antecedência podem render algum desconto. Tel. (41) 3071-5000, www.bonapartehoteis.com.br.

Confiance Inn

Essa rede curitibana não para de crescer - felizmente, pois seus hotéis costumam ser modernos e econômicos. A mais nova unidade também funciona como flat, e os quartos têm cozinha equipada, cama-box, TV de LCD e ar-condicionado silencioso. Tel. (41) 3233-6666, www.hotelconfiance.com.br.

Villaggio

Lembra uma vila italiana: o casarão do início do século 20 tem fachada cor de vinho e um jardim com pérgola ao lado do bar. O clima de pousada estende-se aos quartos - simples, pequenos, mas bem-equipados - e ao serviço, menos formal. Há café colonial grátis a partir das 18h. Tel. (41) 3074-9100, www.villaggiohotel.com.br.

ONDE COMER?

Madero

Av. Jaime Reis, 262 (S. Francisco), tel. (41) 3013-2300, restaurantemadero.com.br. Cc: A, D, M, V; Cd: M, R, V; não aceita cheques. 2ª/6ª 12h/15h e 19h30/0h, sáb 12h/16h e 19h/0h, dom 12h/23h. Carnes.

Artesanais, os hambúrgueres da casa são grelhados em churrasqueira a lenha e dividem espaço no cardápio com bons cortes de carne, como o bife de chorizo. Há filiais nos shoppings Estação e Palladium.

Quintana

Av. do Batel, 1440 (Batel), tel. (41) 3078-6044, quintanacafe.com.br. Cc: A, D, M, V; Cd: M, R, V. 2ª/6ª 11h30/14h30, sáb/dom 11h30/15h30. Variada/bufê.

Trechos de poemas de Mário Quintana decoram o belo casarão, que também funciona como biblioteca (mais de 5 mil livros podem ser folheados durante o almoço ou emprestados). A cada dia as receitas homenageiam um país diferente.

Madalosso

Av. Manoel Ribas, 5875 (Sta. Felicidade), tel. (41) 3372-2121, madalosso.com.br. Cc: A, D, M, V. Cd: M, R, V. 2ª/sáb 11h30/15h e 19h/23h, dom 11h30/15h30. Italiana/rodízio.

Tudo, no maior restaurante do Brasil, tem grandes proporções: os nove gigantescos salões recebem até 4 600 pessoas e os pratos italianos (polenta, frango à passarinho, risoto e espaguete, entre eles) mal cabem na mesa. O banquete ainda conta com massas servidas no sistema de rodízio.

O QUE VER?

Centro Histórico (roteiro completo)

» Com o projeto de revitalização a todo vapor, o Centro Histórico tornou-se um dos melhores passeios de Curitiba. Comece a caminhada pelo Solar do Barão (Rua Br. do Serro Azul, tel. (41) 3321-3240, 3ª/6ª 9h/18h, sáb/dom 12h/18h), um prédio de 1883 que funciona como centro cultural (não deixe de conhecer a gibiteca, uma das maiores do país), e pela Casa de Alfredo Andersen (Rua Mateus Leme, tel. (41) 3323-5148, 3ª/6ª 9h/18h, sáb/dom 10h/16h), quase vizinha. A antiga casa do pintor norueguês, que viveu em Curitiba por boa parte do século 20, guarda os objetos de seu antigo ateliê intactos.

» Siga, então, para a parte mais fervida do Centro: no largo da Ordem, que tem uma tradicional feira de artesanato e antiguidades aos domingos, visite a Casa Romário Martins, tel. (41) 3321-3265 (3ª/6ª 9h/12h, sáb/dom 9h/14h, 15h/18h), um antigo armazém de 1874 que hoje funciona como salão para mostras culturais, o famoso Bar do Alemão e a Igreja da Ordem. Pequenina, ela foi erguida em 1737 e ainda é palco de missas em latim aos domingos, às 10h. Ao lado, na antiga sacristia da igreja, funciona o Museu de Arte Sacra, tel. (41) 3321-3265 (3ª/6ª 9h/12h, 13h/18h, sáb/dom 9h/14h), que guarda relíquias como a poltrona usada pelo então papa João Paulo II em sua visita à cidade, em 1980.

» Subindo a rua Claudino do Santos você encontra o Memorial Curitiba, tel. (41) 3321-3327 (2ª/6ª 9h/12h, 13h/18h, sáb/dom 9h/15h), grande salão de exposições que também exibe dois altares barrocos do século 18. Continuando a subida, chega-se à praça Garibaldi, famosa pelo relógio de flores (um relógio de sol feito de plantas). Ali fica a Igreja do Rosário, construída no século 18 por escravos, a Fundação Cultural Palacete Wolf, de 1887, que sedia cursos e peças de teatro infantis nas manhãs de domingo, e o Solar do Rosário, tel. (41) 3225-6232 (2ª/6ª 10h/20h, sáb/dom 10h30/13h), prédio do séc. 19 que virou complexo cultural com galeria de arte, casa de chá, livraria e belo jardim.

» Mais à frente, a praça João Cândido reúne o Museu Paranaense (R. Kellers, 289, tel. (41) 3304-3300, 3/6ª 9h/17h, sáb/dom 11h/15h), o Palácio Garibaldi (séc. 19), que só pode ser apreciado por fora, e uma boa parada para o almoço: o restaurante Madero (Av. Jaime Reis, 262, tel. (41) 3013-2300, 2ª/6ª 12h/15h e 19h30/0h, sáb 12h/16h e 19h/0h, dom 12h/23h), que serve carnes e hambúrgueres.

» Um pouco mais distante desse circuito histórico, o belíssimo Paço da Liberdade (R. XV de Novembro, tel. (41) 3234-4200, 3ª/6ª 10h/21h, sáb 10h/18h, dom 11h/17h) é um prédio de 1916 que, recém-restaurado, virou uma unidade do SESC e recebe shows e boas mostras de arte.

VEJA TAMBÉM

Museu Oscar Niemeyer

O famoso museu em formato de olho tem acervo permanente com obras contemporâneas (muitas delas de artistas conceituados no Paraná, como Poty Lazzarotto). Mas, antes de chegar lá, você passa por um prédio retangular, com uma rampa: na parte de cima há 9 salas de mostras temporárias; na de baixo, um pátio de esculturas, com obras de Tomie Ohtake e Erbo Stenzel, e espaço dedicado ao arquiteto Oscar Niemeyer, que projetou o museu. A torre, que leva ao "olho", tem mostras fotográficas. R. Mal. Hermes, 999 (Centro Cívico). Tel. (41) 3350-4400. 3ª/dom 10h/17h30. R$ 4.

Jardim Botânico

O mais belo parque de Curitiba é conhecido pela grande estufa transparente, inspirada num palácio de cristal londrino e recheada com mais de 50 espécies de plantas da mata Atlântica. Mas ela não é a única atração: recém-inaugurado, o Jardim das Sensações (3ª/dom 9h/17h) convida o visitante a vendar os olhos e, guiado por um corrimão, conhecer as características de 50 plantas por meio do toque e do cheiro. R. Ostoja Roguski (Jd. Botânico). Tel. (41) 3264-6994. 6h/20h. Grátis.

Parque Tanguá

Depois de passar por um lindo jardim chega-se ao mirante, ou melhor, a duas torres com vista espetacular para os fundos do parque - onde há um lago, uma cachoeira artificial e uma grande área verde. Na parte baixa, um túnel escavado na rocha, que faz a ligação entre duas antigas pedreiras, também é atração. R. Dr. Bemben (Pilarzinho). Tel. (41) 3352-7607. Funciona 24h.

Passeio de trem pela Serra do Mar

Em 1885, quando foi inaugurada, a ferrovia que liga Curitiba a Morretes servia apenas para o transporte de produtos agrícolas. Hoje, os trens vivem cheios de turistas: o cênico passeio de 3h passa por pontes, túneis construídos nas rochas e belas paisagens da serra. A viagem pode ser feita em vagões econômicos (R$ 39), turísticos (R$ 66, com lanche e guia), executivos (R$ 96, com janelas maiores, lanche e guia bilíngue) ou nas litorinas (R$ 270, com janelas e poltronas ainda maiores e ar-condicionado) - camarotes, que estão sendo revitalizados, devem começar a ser usados em breve. Todos os passeios saem diariamente de Curitiba às 8h15, e a volta pode ser de trem (R$ 39 a R$ 64), ônibus (R$ 13) ou van (R$ 35). Aos domingos, a viagem segue até Paranaguá. Serra Verde Express, serraverdeexpress.com.br.

GRAMADO

ONDE FICAR?

Pousada Ald’Mama

Tocada de perto pelo simpático proprietário, a pousada fica na saída para o município de Taquara. Os quartos primam pela limpeza e seguem o mesmo padrão - o tamanho, contudo, varia. Para mais espaço, fique nas unidades da categoria Superluxo.

Tel. (54) 3286-1855, www.pousadaaldmama.com.br.

Pousada Vovó Carolin a

Nos quartos há cama-box, TV de LCD e varanda, e algumas unidades contam com piso laminado ao invés de carpete. Um detalhe interessante sobre as diárias, aqui: a pousada trabalha com uma tabela fixa durante todo o ano e, portanto, as tarifas não aumentam na alta temporada.

Tel. (54) 3286-2679, www.vovocarolina.com.br.

Aadvark Inn

O atendimento é comandado pela família de proprietários, que está sempre por perto. Nos espaçosos quartos há boa roupa de cama, TVs de LCD e um mimo: uma chaleira elétrica, acompanhada de sachês de café e de chás diversos, fica à disposição.

Tel. (54) 3286-0806, www.aardvarkinn.com.br.

ONDE COMER?

Casa di Paolo

R. Garibaldi, 23 (Centro), tel. (54) 3286-7799, casadipaolo.com.br. Cc: A, D, M, V. Cd: M, R, V. 3ª/sáb 11h30/15h e 19h/23h, dom 11h30/15h30; jul e dez: 2ª/dom 11h30/16h e 19h/23h. Galeto (rodízio).

O galeto de pele dourada, carne úmida e tempero muito saboroso é o grande personagem da refeição. Mas o sucesso do restaurante também está apoiado na gostosa sopa de capelete, no macio queijo à dorê e nas boas massas caseiras servidas no rodízio, como o tortei recheado de abóbora.

Tio Müller

R. Emílio Leobet, 1613 (Avenida Central), 3 km, tel. (54) 3286-2899. Cc: D, M, V; Cd: M, R, V. 11h30/15h. Alemã.

Não tem cardápio: serve pratos à mesa por um preço fixo. O mais famoso deles foge da especialidade germânica: matambre (capa de costela) enrolado e cozido em forno a lenha.

Bela Vista

Av. das Hortênsias, 3500 (Centro), tel. (54) 3286-1608, belavista.tur.br. Cc: D, M, V. Cd: M, R, V. 2ª/6ª 11h/23h, sáb/dom 10h/23h. Café Colonial.

O mais tradicional café colonial da região prepara mais de 80 receitas salgadas e doces. Além dos itens típicos desse banquete de origem alemã, como cuca, tortas e schimier (geléia com pedaços de fruta), frituras, galeto, suco de uva e vinho ajudam a forrar as mesas de comida.

O QUE VER?

Museu Hollywood Dream Cars

Prepare-se para voltar ao glamour da década de 50. Ao som de Elvis Presley, você passeia pelo universo dos carrões estilo rabo-de-peixe, tão luxuosos entre as décadas de 30 a 70 nos Estados Unidos. Há Cadillacs e até um conversível Ford Victoria 1956, único no Brasil. São 34 veículos e 15 motos em ótimo estado de conservação. Av. das Hortênsias, 4151 (estr. p/ Canela). Tel. (54) 3286-4515. 8h/18h. R$ 17.

Gramado Zoo

Nada de elefante, girafa e leão. No Gramado Zoo, todos os animais são da fauna brasileira. São mais de 1,2 mil bichos de 250 espécies (como o jacaré-de-papo amarelo, o tamanduá-bandeira e o pinguim-de-magalhães), que vivem em ambientes sem grades de ferro - a ideia é que eles se sintam mais próximos de seus habitats. As aves, por exemplo, sobrevoam a cabeça dos visitantes dentro do viveiro. A circulação é tranquila: você não deixa de ver nenhum animal durante os 1,2 km de trilha sinalizada. RS-115 p/ Taquara, km 35 (distrito de Várzea Grande). Tel. (54) 3421-0800. 8h/17h. R$ 16.

Mini Mundo

Tudo começou quando Otto Höppner construiu uma casa de bonecas para sua neta brincar. A partir daí, criou um mundo de miniaturas, todas 24 vezes menores que as originais. Guilherme, neto de Otto, continuou o trabalho com novas réplicas, como a Igreja de São Francisco (Ouro Preto), o aeroporto de Bariloche (Chile) e castelos do sul da Alemanha, como o de Lichtenstein. Atualmente, 164 obras e 2 168 miniaturas compõe diferentes cenas. Há café e loja de brinquedos alemães e holandeses. R. Horácio Cardoso, 291 (Planalto). Tel. (54) 3286-4055. 10h/17h. R$ 12.

PENEDO

ONDE FICAR?

Pousada Villalunna

Detalhes caprichados, como enxoval bordado a mão, toalhas branquinhas no banheiro e cestinha com sachês de chá, estão presentes em todos os chalés, que levam hidro ou ofurô. O bom gosto se estende às áreas sociais - recém-inaugurado, o espaço zen tem sala de massagem com vista para a mata e quiosque com lareira. Tel. (24) 3351-1183, www.villaluna.com.br.

Britannia

O proprietário inglês procurou manter na pousada alguns costumes de sua terra natal: na sala de estar há jornais britânicos; o café da manhã é servido no pub decorado com fotos da realeza; e os quartos, em estilo medieval, têm biscoitinhos e um ebulidor para chá. Tel. (24) 3351-1110, www.hotelbritannia.com.br.

Pousada Vale do Ermitão

O terreno gramado e repleto de árvores abriga chalés equipados com lareira, TV, frigobar e varanda com rede. As unidades variam um pouco de tamanho: algumas são menores, voltadas para casais; outras, para famílias, têm cama de casal e beliche; e as mais amplas lembram casas de campo, com direito a sala e dormitório separados e banheiro com chuveiro mais potente. Tel. (24) 3351-1163, www.valedoermitao.com.br.

ONDE COMER?

Wein Stüble

R. das Velas, 101 (Pequena Finlândia) (Centro), tel. (24) 9228-3734, weinstuble.com. Cc: D, M, V; Cd: M, R, V. não aceita cheques. 2ª 12h/17h, 6ª/sáb 12h/22h, dom 12h/17h; jan e jul: 2ª/5ª 12h/17h, 6ª/sáb 12h/22h, dom 12h/17h. Alemã.

Além de preparar clássicas receitas germânicas, como kassler e eisbein (joelho de porco), tem uma extensa carta de cervejas, que inclui bebidas alemãs, holandesas, inglesas e irlandesas.

Truta Viva

Acesso pela estr. da Fazendinha (Alto Penedo), 5 km, tel. (24) 3351-1209, trutaviva.com.br. Cd: M, R. 5ª/dom 10h/18h; jan e jul: 10h/18h. Pescados.

O cliente pode fisgar o peixe que será preparado pela cozinha em um pequeno lago repleto de trutas. Entre as receitas servidas, truta ao molho de maracujá e pimenta-rosa.

Casa do Fritz

Av. das Mangueiras, 518 (Centro), tel. (24) 3351-1751, casadofritz.com.br. Cc: A, D, M, V. Cd: M, R, V. 11h/0h. Variada.

A fachada e o nome dão as dicas sobre o foco do cardápio: cozinha alemã. Mas o menu desse misto de bar e restaurante, sempre badalado, vai além dos pratos dessa especialidade. Vende chope e cerveja artesanais, produzidos com exclusividade por uma microcervejaria de Volta Redonda.

O QUE VER?

Pequena Finlândia

Conhecido como "shopping do Papai Noel", o conjunto de lojas a céu aberto, onde não entram carros, faz a cidade lotar nos fins de semana. A casa do bom velhinho fica aqui - é uma versão da matriz, na Finlândia. Aproveite para conhecer as três lojas mais bacanas no shopping: o ateliê da artista plástica Brancah Masson, o Espaço Mix (vende os móveis e objetos de decoração das pousadas mais charmosas de Penedo) e o empório de comidinhas da fazenda Penedon Aitta.

2ª/3ª e 5ª/dom 10h/17h.

Passeio a cavalo

Um roteiro passa por área descampada, com vista para a serra da Índia; outro vai por mata fechada até a cachoeira da Lontra. São quatro saídas por dia (10h, 12h, 14h e 16h) para grupos de, no mínimo, 2 pessoas. R$ 40 (1h30). Penedo - R. Finlândia, 150 (Centro), tel. (24) 3351-1380.

Compras Chocolates

A família Villas Boas produz, com licor e manteiga de cacau, a matéria-prima para as perdições encontradas em suas três lojas: a Casa do Chocolate (av. Casa das Pedras, 10), a Fábrica de Chocolate do Papai Noel (r. das Velas) e a Fábrica de Chocolate Artesanal Finlandês (pça. Finlândia) - as duas últimas próximas à galeria Pequena Finlândia. Além de comprar trufas, bombons e línguas-de-gato direto da produção, você também pode degustar sorvetes artesanais servidos "à moda finlandesa", ou seja, com farta cobertura de geleia de frutas.

Compras Trutas

Boa parte das trutas servidas nos restaurantes da região vem do distrito Serrinha do Alambari. Nos fins de semana, o Trutas da Serrinha abre as portas para você conhecer os tanques de criação e até arriscar uma pescaria. Os peixes fisgados são acondicionados em embalagens com gelo e podem ser levados para casa, fresquinhos. Há também postas congeladas e de truta defumada. Estr. da Serrinha (Serrinha do Alambari), 14 km

veja também