Viaja Mais Melhor Idade já oferece pacotes para o Chile

Viaja Mais Melhor Idade já oferece pacotes para o Chile

Atualizado: Segunda-feira, 9 Agosto de 2010 as 2:38

Com pacotes até 30% mais baratos, e com uma série de diferenciais, o público da Melhor Idade já pode conhecer alguns destinos chilenos a partir de setembro. A Marsans, uma das nove operadoras credenciadas pelo VMMI (Viaja Mais Melhor Idade), programa do Ministério do Turismo e Braztoa, saiu na frente e oferece dois diferentes pacotes para o Chile durante a baixa temporada do segundo semestre. "Isso é resultado do intercâmbio que o governo brasileiro firmou com o Chile, por meio do Vacaciones Tercera Edad, programa de referência em turismo naquele país e que já tem dez anos”, diz o coordenador do VMMI, Enzo Arns. É a primeira vez, desde a criação do programa brasileiro, em 2007, que são ofertadas viagens para o exterior. Pelo acordo, pelo menos 500 turistas de cada país participarão neste semestre.

Assim como o VMMI, o programa chileno oferece pacotes customizados para seu público: programação exclusiva, que vai desde o tipo de hospedagem escolhida, até o cuidado com o que é servido em cada refeição, atendimento diferenciado etc. Lá, o Vacaciones Tercera Edad é parcialmente subsidiado pelo governo, o que não acontece aqui, onde as operadoras selecionadas são responsáveis pela formatação, venda e preço dos produtos (sempre respeitando regras do VMMI). Nos dois programas, o preço é considerado fundamental. Mesmo contemplando tantos serviços, os pacotes devem ser acessíveis a todos os bolsos.

"Pelo volume de turistas que estes destinos recebem e por ser baixa temporada conseguimos chegar a um preço muito acessível", diz o gerente regional da Marsans São Paulo, Adriano Gomes. A operadora oferece roteiro para Santiago e Viña del Mar a partir de R$ 1.407. O pacote para Pucón e Santiago tem preço a partir de R$ 1.777. Os preços são por pessoa em apartamento duplo e incluem passagens aéreas, sistema de pensão completa e seguro viagem. Um pacote similiar no mercado, sem os diferencias para este público, está na faixa de US$ 1.400, de acordo com Gomes. A Iberojet, empresa responsável pelas viagens do programa chileno, fará o receptivo dos brasileiros.

Para os chilenos, serão oferecidos pacotes para as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, além de destinos no litoral dos dois estados. A Club Tours Incoming Brasil, empresa que faz parte do Grupo Marsans Brasil, fará o receptivo aqui. No Chile, até o momento, metade dos pacotes disponíveis já foi comercializado. A surpresa é que os destinos no estado de São Paulo são mais procurados que os do Rio de Janeiro.

O Viaja Mais Melhor Idade é uma iniciativa do MTur,  em parceria com a Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) e o Vai Brasil. Conta com apoio do Ministério da Previdência,  do Ministério do Trabalho,  do INSS,  do Banco do Brasil,  da Caixa Econômica Federal,  dos órgãos estaduais de turismo,  do Sebrae,  do Sesc,  da Abav (Associação Brasileira das Agências de Viagens) e  da ABCMI (Associação Brasileira dos Clubes da Melhor Idade).

veja também