Viaje o mundo em busca do prato perfeito

Viaje o mundo em busca do prato perfeito

Atualizado: Quinta-feira, 15 Setembro de 2011 as 9:04

Há pratos que representam alguns países mais do que seus monumentos e principais cartões postais. Afinal, se o Coliseu faz pensar em Roma e a torre inclinada em Pisa, a pizza evoca sempre Itália. Igual caso para o ceviche peruano e a paella espanhola. Em tempos em que a gastronomia ocupa o centro da cena e viajar é um modo de conhecer outras culturas, saiba onde comer o prato certo, nesta lista que o Terra preparou para você.

1) Goulash, Hungria: Prato emblemático da Hungria, o goulash é um guisado de carne e legumes, com bastante páprica, o que dá sua típica coloração avermelhada. Impossível visitar Budapeste, a capital do país, sem provar o prato nacional. Melhor ainda se o goulash for acompanhado de uma bela vista sobre o Danúbio, a Ponte das Correntes e o Castelo de Buda.

2) Feijoada, Brasil: Tão brasileira quanto o samba, representando a fusão de culturas característica do Brasil, a feijoada é, sem duvida alguma, o prato nacional do nosso país. Paulista, mineira, carioca, maranhense... existe uma variedade para cada estado, e cada um tem sua preferência. A melhor desculpa para provar as diferentes feijoadas do Brasil é viajar, conhecendo pontos como os Lençóis Maranhenses, o triângulo mineiro, a Cidade Maravilhosa ou a Terra da Garoa.

3) Parrillada, Argentina: A Argentina é conhecida por ter o "asado" (churrasco) como comida nacional. Donos de uma das melhores carnes do planeta, os hermanos levam o assunto muito a sério. A melhor escolha é pedir uma "parrillada", uma mistura de cortes de carne e "achuras": glândulas, tripa, rins... Com um pouco de coragem, pode ser uma boa experiência. Depois da refeição, passear pelas belas rua de Buenos Aires e pontos como o Obelisco, na Avenida 9 de Julho e o requintado bairro de La Recoleta é o melhor jeito de digerir a experiência.

4) Ceviche, Peru: A gastronomia peruana é muito rica e variada, e vem ganhando um reconhecimento internacional. A estrela da cozinha do país é o ceviche, um prato que consiste em peixe fresco cortado em cubos, marinado em limão e temperado com cebola, coentro e "ají rocoto", uma pimenta típica do país. Lima, capital do Peru, é considerada a capital latino-americana da gastronomia, e tem uma infinidade de bons restaurantes e "cevicherias" de preços variados mas sempre com pratos excelentes. Cidade cada vez mais incluída no roteiro de turistas gastronômicos, Lima também tem pontos turísticos como seu centro histórico, tombado pela Unesco, e o bairro boêmio de Barranco.

5) Fondue, Suíça: Famosa pelos seus queijos, a Suíça não poderia ter um prato emblemático diferente do fondue. Mistura de queijos suíços derretidos, como gruyère e vacherin, com vinho branco e temperos, a receita é ideal para combater o frio dos Alpes suíços depois de um dia de esqui em estaç&5) Fondue, Suíça: Famosa pelos seus queijos, a Suíça não poderia ter um prato emblemático diferente do fondue. Mistura de queijos suíços derretidos, como gruyère e vacherin, com vinho branco e temperos, a receita é ideal para combater o frio dos Alpes suíços depois de um dia de esqui em estaç&&37;es como Saint Moritz e Champéry.

6) Pizza, Itália: A comida italiana faz parte da identidade do país. Ainda mais quando o prato escolhido for a pizza, um dos maiores símbolos da Itália. Em Nápoles, cidade considerada como lugar de origem da pizza, a pizza margherita é a grande estrela, com mozzarela, molho de tomate e manjericão, receita tradicional da cidade. Nápoles, maior cidade do sul da Itália, tem sua beleza representada pela sua baía, e fica próxima do sítio arqueológico de Pompéia.

7) Paella, Espanha: A gastronomia da Espanha tem produtos de qualidade, como presuntos, azeites e queijos, mas o principal prato do país é feito de arroz, açafrão e uma combinação de frutos do mar, geralmente camarões e mexilhões e frango. A paella tem suas raízes na cidade de litorânea de Valência. A praia de Arenas tem restaurantes com vista para o mar, onde provar uma paella ganha um sabor ainda mais especial.

8) Tacos, México: Uma das facetas mais conhecidas do México é a sua cozinha. Guacamole, burritos e, claro, tacos, são pratos reproduzidos mundialmente. Carne com legumes, feijões, guacamole (abacate esmagado e misturado com cebola, coentro e tomate) e muita pimenta dentro de uma "tortilla" de milho são alguns dos ingredientes básicos dos tacos. Mas existem muitas variedades país afora, como tacos de peixe no litoral do México, em lugares como Cancún, no litoral atlântico do país, com belas praias a mais de 1500 km da capital, Cidade do México.

9) Chucrute, Alemanha: Feito a base de repolho fermentado, e acompanhado geralmente de carne de porco e salsichas, é consumido em países como a Polônia, a República Tcheca e a Sérvia. Mas é na Alemanha que o prato foi lançado para o mundo, virando um símbolo da gastronomia do país. E é em cidades como Munique, no sul do país, e servido com uma boa cerveja, que o prato justifica sua fama internacional. O melhor momento para visitar Munique é durante sua Oktoberfest, festa da cerveja, no mês de outubro.

10) Cuscuz, Marrocos: Prato típico do norte da África, o cuscuz virou um prato emblemático do Marrocos. Farinha de sêmola, legumes e carne, tudo com muito tempero, formam um prato colorido e muito gostoso. Casablanca, no litoral do país, é a maior cidade do Marrocos e também uma das mais bonitas, com belas praias e vestígios de arquitetura dos anos 30.

veja também