Vida nova na velha Hong Kong

Vida nova na velha Hong Kong

Atualizado: Segunda-feira, 24 Maio de 2010 as 10:05

Wan Chau costumava ser mais conhecida entre os estrangeiros como uma área repleta de bares pobres e casas de massagem, mas que permanecia popular entre os moradores locais, repleto de prédios de apartamentos históricos, feiras livres à moda antiga de dia e jovens jogando basquete após a aula. Agora, o bairro de Hong Kong está prosperando, à medida que emerge uma cena cultural e tipos jovens criativos e empreendedores começam a ser atraídos por seus aluguéis baratos.

À frente deste renascimento está o Pawn (62 Johnston Road; 852-2866-3444; thepawn.com.hk), um gastropub, situado em um prédio colonial de três andares reformado que data de 1888. O Pawn é uma excentricidade em uma cidade onde os prédios raramente duram mais que uma década. O local já foi endereço de uma casa de penhores (pawnshop) e seu logotipo manteve o peão (pawn) de xadrez – uma imagem ainda encontrada nas lojas de penhores da cidade – desde que foi reaberto em 2008. Os frequentadores agora podem provar clássicos britânicos modernos no salão de jantar e no merecidamente adorado jardim na cobertura.

"A comunidade local está se tornando mais ciente de que uma das formas de melhorar e criar um ambiente urbano de qualidade e vibrante, em Hong Kong, é preservando o valor histórico e arquitetônico das características locais", disse Paulo Pong, que nasceu na área e é um fundador do The Pawn.

Ele também é um especialista em vinhos, que assegurou que o pub ofereça favoritos obscuros, como um Kalleske Greenock de 2005 do Barossa Valley da Austrália (740 dólares de Hong Kong, ou cerca de US$ 97, com o dólar americano cotado a 7,60 dólares de Hong Kong).

Perto dali fica o restaurante Bo Innovation (60 Johnston Road; 852-2850-8371; boinnovation.com), detentor de estrelas Michelin e um raro fornecedor de gastronomia molecular na China. O autoproclamado "demon chef" Alvin Leung serve criações como filé de canguru com crosta de pimenta de Sichuan e sorvete de linguiça de porco chinesa. O cardápio de degustação do chef custa 1.080 dólares de Hong Kong, sem incluir vinho.

Diz algo a respeito de Wan Chai o fato da grife de design francesa agnès b ter escolhido a área para sua única galeria de arte fora de Paris (18 Wing Fung Street; 852-2869-5505). O ponto oferece instalações rotativas e exposições únicas. As proximidades da Gresson Street ficam lotadas de bancas de ambulantes vendendo flores, a ponto da Ooi Botos Gallery (Nº 5; 852-2527-9733) poder ser difícil de ser encontrada, mas vale a pena procurá-la pelas pinturas e fotos incomumente sofisticadas.

Na Books Attic (D1, 7-17 Amoy Street; 852-2259-3103; bookattic.info), Jennifer Li, a proprietária, serve chá chinês gratuito enquanto você folheia milhares de livros usados, incluindo edições fora de catálogo dos tempos da cidade como colônia britânica.

Kapok (5 Street Francis Yard; 852-2549-9254; ka-pok.blogs.com) é um centro criativo, vendendo quaisquer misturas de joias, artigos domésticos e roupas que Arnault Castel, o proprietário, considerar interessante. Descobertas recentes incluem um colar de Stephanie Simek feito de mel de verdade solidificado (1.980 dólares de Hong Kong).

Wan Chai ainda não é conhecido como um destino de vida noturna, mas isso pode estar mudando. O Habitat Lounge (29º andar, QRE Plaza, 202 Queens Road; 852-2907-0888) é um bar cheio de estilo, descontraído, frequentado pelos moradores locais. Você pode beber coquetéis criativos enquanto aprecia, do bar na cobertura, as vistas deslumbrantes do porto.

Por: Kabir Chibber

veja também