Vila de Tofo, um dos melhores destinos do mundo para mergulhar

Vila de Tofo, um dos melhores destinos do mundo para mergulhar

Atualizado: Terça-feira, 6 Setembro de 2011 as 8:22

Para conhecer a vila de Tofo, uma das principais áreas turísticas de Moçambique, não basta apenas ter vontade de aproveitar a praia tranquila e o oceano índico muito azul que banha aquele lado da África. É preciso uma vontade genuína de conhecer um dia-a-dia muito diferente dos principais roteiros de praia mundo afora. Afinal, a realidade africana está em todos os lugares, com cenários deslumbrantes se misturando à simplicidade quase estoica da população.

Para se chegar à vila, parte da província de Inhambane, rica em arquipélagos de beleza rara e principal destino turístico dos sul-africanos em férias, pode-se optar pelo jeito fácil ou o jeito "aventureiro". O fácil consiste em uma hora de voo desde a capital, Maputo, ou guiar um carro alugado pela bem conservada estrada EN1.

O jeito mais "complicado" é encarar os 500 km de distância em um minibus, o ônibus que os locais pegam para viajar. Aí são dez horas sob um sol escaldante, num veículo antigo e lotado, com malas em todos os lugares e música africana típica tocando em altos decibéis. Pode parecer sofrido, mas não há jeito melhor de estar em contato com a cultura local e vivenciar as pequenas vilas em que o veículo para ao longo do caminho. E a paisagem é incrível: extensões intermináveis de coqueirais, com pequenas vilas de casas de sapê e o mar extasiante ao fundo.

Chegando em Tofo, crianças correm ao lado do ônibus oferecendo frutas para quem adentra a vila. É a recepção ideal para um lugar em que os moradores sorriem para você e tentam conversar sempre que notam alguém falar português. Aí é hora de relaxar: trocar de roupa e mergulhar no mar morninho e limpíssimo que banha a aldeia, aproveitando o calor e a claridade que, no verão, vai até às 8h da noite.

São duas praias para quem deseja curtir o melhor da vila: a primeira, Tofo, tem uma imensidão de areia branca e águas muito tranquilas para quem só quer nadar e aproveitar o sol. Já a segunda praia, Tofinho, tem ondas grandes para quem gosta de surfar, principalmente no inverno, e demanda percorrer uma pequena trilha para se chegar lá. A variedade de peixes é enorme, razão pela qual também é considerada um bom lugar para pesca.

Por falar em peixes, toda a província de Inhambane é uma excelente área para mergulho, sendo Tofo considerada a melhor delas. O mergulho de snorkel, a poucos metros de tubarões baleia e golfinhos, é atividade obrigatória para quem visita a região. E não é preciso ter medo: apesar do tamanho (alguns tubarões baleia chegam a atingir nove metros de comprimento), esses animais se alimentam apenas de plâncton.

Populares na região são também as arraias, conhecidas por lá como Manta Rays, e Tofo é considerado por publicações turísticas um dos melhores locais do mundo para mergulho com esses seres enormes e mansos. Outra opção imperdível é o passeio de barco para observar as baleias, que passam pela área em sua rota de migração, entre junho e outubro.

Mas as atividades aquáticas não são a única atração da vila durante o dia: caminhadas por toda a extensão de praias e cavalgadas por entre os coqueirais e cajueiros, por dunas e aldeias, também são muito populares.

São essas as melhores oportunidades para observar o dia-a-dia da população local, como o pregão em inglês das vendedoras do mercado popular, voltado aos visitantes da vizinha África do Sul; as crianças vendendo bijuterias feitas com material local; e até, com sorte, cerimônias religiosas acontecendo na praia, como um batizado de jovens à beira d'água, ao som de tambores e cânticos típicos. Um daqueles momentos únicos que, com certeza, não acontecem em muitos outros balneários mundo afora.

Já à noite, a atração são os bares da vila, com música típica e drinques exóticos. A maioria de propriedade de sul-africanos que decidiram não mais voltar à terra natal, quase todos os bares fazem parte dos hotéis e pousadas da área, com exceção de algumas instituições tradicionais e muito populares por lá, como a Casa de Comer e o Dino's Bar. A primeira é rica em pratos típicos feitos com ingredientes como leite de coco e frutos do mar, e o segundo, o mais popular bar da região, com festa todas às noites e muita cerveja 2M, a mais conhecida do país. A vila, aliás, apesar de pequena, tem um comércio rico, que conta com tudo que é necessário para uma boa temporada de férias, como bares, restaurantes, lan houses e muitas agências de mergulho e aventura.

Altamente recomendável é pegar uma "chapa", um ônibus local, como eles chamam por lá, e visitar Inhambane e as áreas de praia vizinhas a Tofo, como o badalado arquipélago de Bazaruto. O potencial turístico da região é tão grande que, não por acaso, a universidade pública moçambicana decidiu abrir, há alguns anos, na capital da província, a Escola Superior de

Hotelaria e Turismo.

Segunda cidade mais antiga do país, Inhambane conserva um núcleo urbano do tempo colonial e mescla a tradição arquitetônica swahili com elementos portugueses e orientais. Entre as principais atrações, estão o Mercado Central, com coloridas frutas e especiarias africanas, o Museu de Inhambane, a catedral católica, de mais de 200 anos de idade, e uma bonita mesquita do século 19.

Para ver tudo isso e aproveitar a aura idílica que envolve Tofo e arredores, é bom visitar a região enquanto é tempo. Toda a área passa por uma forte especulação imobiliária e dezenas de construções estão sendo erguidas, à medida que o número de visitantes aumenta ano após anos. Mas mesmo com o progresso que se aproxima cada vez mais rápido, uma coisa é certa: a vila de Tofo pode se tornar mais e mais turística, mas os moradores dificilmente vão deixar de lado a simpatia tão marcante do povo moçambicano. Afinal, não foi à toa que Vasco da Gama chamou a província de Inhambane de “terra de gente boa”, quando lá parou para abastecer seu navio a caminho das índias já nos idos do século 15.

SERVIÇO

Documentos

Para entrar em Moçambique é necessário visto, que pode ser obtido na Embaixada de Moçambique, em Brasília, ou nos pontos de imigração no aeroporto ou outras áreas de entrada no país. É exigido certificado internacional de vacina contra febre amarela, que precisa ser tomada ao menos dez dias antes da viagem, em qualquer posto de saúde ou clínica particular. Ao ser vacinado, você recebe o cartão nacional da vacina, que deve ser trocado pelo certificado internacional nos postos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (anvisa.gov.br/viajante) existentes nos aeroportos brasileiros.

Como chegar

Para chegar a Tofo a melhor pedida é pegar um voo de 50 minutos desde Maputo, a capital moçambicana, até Inhambane, e de lá pegar um ônibus local ou taxi para fazer o trajeto de aproximadamente 20 minutos até a vila. Oferecem voos a LAM e a Transairways, linhas aéreas nacionais. Para quem prefere a opção rodoviária, a melhor pedida é alugar um carro para percorrer os cerca de 500km até Tofo. O trânsito é feito do lado esquerdo das estradas, que são fartas em placas de sinalização. O transporte público é feito em ônibus populares e tende a ser mais demorado, dadas as constantes paradas dos motoristas nas cidades do caminho. As vagas nos ônibus podem ser arranjadas nos principais albergues de Maputo, como o Fatima's Backpackers.

Operadoras locais

Para fazer os mergulhos tão famosos da região de Tofo, alugar pranchas de surf e aproveitar os passeios a cavalo, é necessário contar com os serviços de operadoras especializadas. São várias em toda a vila, então não é difícil escolher uma opção que agrade.

Liquid Adventures – Tofo Adventure Centre

Tel: 258 (293) 29046

www.liquidadventures.co.za

Diversity Scuba

Tel: 258 (293) 29002

www.diversityscuba.com

Tofo Scuba

Tel: 258 (293) 29030

www.tofoscuba.co.za

Tofo Travels

Tel: 258 (293) 56188

www.tofotravel.com  

Onde ficar

Hotel Tofo Mar

Tel: 258 (293) 29043

Casa Barry

Tel: 27 (31) 767 0111

www.casabarry.com

Turtle Cove

Tel: 258 (82) 719 4848

www.turtlecovetofo.com

Albatroz

Tel: 258 (293) 29005

www.albatrozlodge.com

Mango Beach Lodge

Tel: 258 (82) 9434660

www.mangobeach.co.za

Bamboozi Beach Lodge

Tel: 258 (293) 29040

www.bamboozibeachlodge.com   Informações turísticas

www.visitmozambique.net

www.turismomocambique.co.mz

www.mitur.gov.mz

www.mozambique.org.br

veja também