Xangai e Hangzhou. Modernidade e Tradição na China

Xangai e Hangzhou. Modernidade e Tradição na China

Atualizado: Terça-feira, 19 Abril de 2011 as 11:15

Xangai e Hangzhou at the West Lake: Modernidade e Tradição na China

Xangai é uma cidade futurística. Tudo o que se pode imaginar é encontrado nessa megalópole. Com prédios gigantescos com vistas de perder o fôlego, esta é a cidade do mistério e da magia. Já em   Hangzhou at the West Lake , um vilarejo a 177 quilômetros de Xangai, encontra-se a mais bela e romântica cidade da China.

A China sempre foi algo de misterioso para os ocidentais. Com uma civilização de mais de 100 mil anos, foram os chineses que inventaram a pólvora, o papel, a impressão, o compasso e eram hábeis músicos e talentosos carpinteiros e ceramistas.  A palavra   Cin   foi popularizada no mundo ocidental por volta de 1555 pelo explorador italiano Marco Pólo. A palavra   Cin   por si não existe em nenhum dialeto da região. Cin deriva da palavra   Qin , um dos reinos durante a dinastia   Zhou   daí a palavra China.

Milhares de anos se passaram e estamos na era atual. Após a Guerra do Ópio e com o Tratado de Nanjing firmado em 1842, Xangai floresce devido a sua posição estratégica tornando-se se um pólo comercial entre o ocidente e o oriente na década de 1930. Logo veio a 2ª Guerra Sino-Japonesa e, após a tomada comunista, a prosperidade da cidade se vê interrompida. Somente com as reformas econômicas em 2005 e a abertura para o ocidente é que Xangai volta a ser uma cidade rica, tornando-se o maior porto de carga internacional do mundo.

A sua visita deve, sem dúvida, começar pelo bairro Concessão Francesa em Puxi. Este bairro é o fruto da colonização francesa e de outras potências estrangeiras no século XIX e XX. O bairro tem sua arquitetura inspirada nas casas francesas. Ao passear pelo bairro tem-se a impressão de se estar em um bairro de Paris. Com cafés, bares, restaurantes e lojas de artigos de luxo, esse bairro e o “must” de Xangai. Não deixe de visitar o   National Museum of Xangai . Localizado na Praça do Povo e dentro de um edifício de 30 metros de altura, o museu possui cinco andares com uma área total de 39 mil metros quadrados e mais de 120 mil pecas. Comece pelo quinto andar e vá descendo e visitando cada sala.

Imperdíveis são as salas com objetos de jade, a coleção de vasos da dinastia Ming e a galeria com numismática chinesa antiga. Visite a Rua Nanjing, que e a maior avenida comercial do mundo e aproveite e pare para fazer compras numa das inúmeras lojas. Um passeio que não deve faltar no seu roteiro e a visita a Pudong. Xangai e dividida entre os bairros Puxi e Pudong com o rio Huangpu que cruza a cidade. Apesar de Puxi ter prédios futurísticos, a maior concentração de marcos arquitetônicos como a Jin Mao Tower, a torre de televisão Oriental Pearl Tower, que pode ser visitada e o Xangai World Financial Center estão em Pudong, o centro financeiro da China. Chegando ao Xangai World Financial Center, vá até o 91º andar no bar do hotel Park Hyatt e tome um drinque apreciando a vista da cidade. Deixe espaço na agenda lotada para visitar um bairro super interessante conhecido por Xintiandi. Aqui e possível encontrar lojas, cafés e restaurantes super da moda.

Bem próximo do bairro esta a rua Takang com as lojas super moderninhas vendendo autenticas pashminas do Tibet e roupas de designers locais e casacos de cashmere. Outro passeio interessante e poder visitar o que restou da Xangai antiga, onde estão os jardins Yuyuen com casas milenares, fontes com peixes Koi e uma variedade de lojas e restaurantes típicos. Aproveite a noite para ver a área conhecida como Bund para ver a coleção de mais de 20 prédios antigos que datam do inicio de 1900 como o China Foreign Exchange Trade de 1910, um edifício onde azulejos foram utilizados pela primeira vez em Xangai ou ainda o Peace hotel construído em 1929, na época considerado mais luxuoso hotel do mundo. Se tiver tempo, pare no Glamour Bar.

Expo Universal

Xangai foi a cidade escolhida pra sediar a Exposição Universal em 2010. O tema da Exposição esse ano, sempre continuando na tradição de feiras e exposições internacionais, foi “Cidade melhor, vida melhor” e significa o novo status de Xangai como cidade global. Um dos pavilhões mais interessantes foi o pavilhão da Itália. O pavilhão consistiu em representar as varias camadas da história, da vida e da cultura encontradas na vida urbana italiana através dos séculos. O conceito “Made in Italy”, sinônimo de luxo e glamour pode ser avistado nos uniformes dos trabalhadores: Prada.

Shangri-La Hotel Xangai

Localizado em Pudong, o hotel é espetacular. Dividido em duas torres, a River Wing com 577 quartos e suítes e a Grand Tower, um pouco mais exclusiva com 375 quartos e suítes. A Grand Tower foi concluída em 2005 e os arquitetos responsáveis foram Kohn Pedersen Fox de Nova York. Todos os quartos e suítes oferecem vista para o “Skyline” futurístico de Xangai ou para o rio Huangpu ou ainda para a parte histórica Bund. A Premier Suíte, alem de dispor de todo o conforto para o hóspede moderno e exigente como estação para Ipod, maquina para fax e roupas de cama de puríssimo algodão egípcio de 800 fios oferece um menu de fronhas personalizadas. Todas as suítes recebem um presente que seria o chá de jasmim, um chá verde chinês especialmente colhido pra o grupo Shangri-La.

Comer no hotel durante o café-da-manhã e uma viagem ao redor do mundo: são varias estações de comidas asiáticas e ocidentais, doces e crepes, sucos naturais e ate uma estaco de guloseimas para as crianças. Uma delicia e a estação de frios servindo queijos importados e salmão escocês. O Spa Chi e uma outra maravilha oferecendo toda uma gama holística de tratamentos baseados nas filosofias orientais. Um dos tratamentos que recomendo e a massagem onde a terapeuta utiliza pedras de jade frias e quentes que servem pra desintoxicar o organismo. Recomendo almoçar no restaurante Gui Hua Lou, que serve uma autentica comida culinária de Huaiyang. Uma delicia para quem gosta de comida apimentada como pedaços de frango fritos com pimentas vermelhas.

Já jantar no hotel Jade on 36 é uma viagem gourmet pela França. O restaurante e pilotado pelo chef francês Fabrice Jiraud, que trabalhou em diversos restaurantes com prêmios Michelin inclusive com o famoso e querido chef Alain Ducasse. Recomendo o Tasting Menu, que e uma ótima opção acompanhado de vinhos de vários países ou do chá semi-fermentado Pu Ehr. Para os que desejam um pouco mais de privacidade recomendo obter acesso ao Horizon Club onde através de uma pequena taxa e possível obter café-da-manhã e snacks à tarde numa área particular do hotel. O transfer para o aeroporto e feito numa das Rolls-Royce Phantom ou Mercedes-Benz Class S.

Hangzhou at the West Lake

Quando Marco Pólo chegou à China e, especificamente em Hangzhou at the West Lake, ele disse que “era a cidade mais bela que tinha visto”. Uma das 8 antigas capitais da China, fundada ha 2200 anos durante a dinastia Qin, Hanzhou situa-se a 177 quilômetros de distancia de Xangai. Considerada a cidade onde os imperadores se repousavam Hangzhou e um sonho. A parte mais bonita da cidade e onde esta o lago. Em 1089, o poeta Su Dongpo era o governador da cidade e ele obrigou 200 mil trabalhadores a construir uma ponte de 2,8 quilômetros sobre o lago de modo que o imperador Qianong pudesse apreciar a paisagem pela manha.

Vários passeios interessantes podem ser feitos pelo lago como andar de bicicleta, caminhar pela ponte e escutar os pássaros cantar, ver os peixes Koi, as diferentes pagodas e pontes imperiais ou ainda as colinas ao redor do lago. Bem próximo a Hangzhou está o vilarejo de Amanfayun, pertencente ao grupo Aman resorts. O grupo comprou um vilarejo e o transformou num resort de luxo. Para os queiram conhecer um outro aspecto da região vale a pena passar o dia em Amanfayun, almoçar num dos restaurantes, fazer shopping na boutique do resort e ainda uma visita privada aos templos budistas de Lingyin construídos durante a dinastia Jin.

O Buddha Sakyamuni pintado de ouro e a maior estatua sentada existente do Buddha. Não muito distante do templo encontram-se varias passagens do Buddha esculpidas na pedra. Outro passeio imperdível seria a visita ao Museu da Seda. Este museu e um dos mais completos do mundo. Se tiver tempo, compre algo de seda no próprio museu, senão deixe para comprar na cidade, pois os preços são bem mais competitivos. Visite o centro da cidade de Hangzhou e aproveite para passear na Zhongshan Road. Essa rua ficou intacta e pode-se observar como era a vida nos anos 1000 ou ainda a pitoresca milenar Hefang Street. Uma das especialidades de Hangzhou e o chá verde e o mais famoso e o Longjin Green Tea produzido próximo às colinas da cidade.

Um show cultural imperdível também e o “Impressions of West Lake”,um show noturno sobre o lago produzido pelo mesmo produtor das Olimpiadas de Beijing. Um espetáculo!

Shangri-La Hotel Hangzhou at the West Lake

Localizado dentro de um jardim de 16 hectares de frente para o lago, o hotel é outro sonho. São 383 quartos e suítes divididos entre duas alas e três vilas. Todos os quartos e suítes tem vista ou para o lago ou para o jardim. Reserve com bastante antecedência, pois como e uma área turística o hotel está sempre lotado o ano inteiro. Alem de todo o conforto moderno, um dos atrativos do hotel e que não só esta situado de frente para o lago, mas bem próximo dos passeios culturais. A decoração e bem clássica, porem o hotel esta se preparando para uma grande reforma. Quando o hospede chega ao hotel, ele recebe um bule com a água quente para preparar chá verde.

Os restaurantes do hotel são excelentes oferecendo uma excelente comida italiana no restaurante Peppino ou ainda uma deliciosa comida típica de Hangzhou no restaurante Shang Palace. Não se esqueça de provar os pratos típicos da cozinha de Hanzghou, que e uma culinária super delicada. Para os que desejam privacidade, recomendo o Horizon Club onde e servido o café-da-manhã, snacks, chá da tarde chinês e drinques.

Aproveite a sua viagem na China e descubra o futurismo de Xangai e a tradição de Hangzhou e verá que a China e um país que merece ser visitado.

Para maiores informações visite os sites:

www.shangri-la.com   ou nos telefones + 86 21 6882 8888 e + 86 571 87977951

www.amanresorts.com   ou no telefone + 86 571 8732 9999

www.m-theglamourbar.com   ou no telefone + 86 21 6350 9988

Gostou desta reportagem? Confira muitas outras matérias do Adoro Viagem! 

Confira aqui uma   matéria incríve l sobre uma outra China.   Passeio por Hong Kong  

Você já viu as  As piscinas mais incríveis do mundo  . Entre agora.

Tudo sobre o   ano novo mais badalado do Brasil :  Reveillon em Trancoso  

O   guia definitivo   das  exclusivas baladas de Nova York  em um só lugar. Aqui.   NY Nightlife and Drinks

Quem leva:

Seculo XXI Operadora  -   www.seculoxxi.com.br

Viaje para a China com quem entende. Os melhores preços e pacotes.

Ligue agora: (11) 3702-3702    

veja também