Zona Portuária do Rio vai receber Aquário de nível internacional

Zona Portuária do Rio vai receber Aquário de nível internacional

Atualizado: Quarta-feira, 2 Setembro de 2009 as 12

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, anunciou na última terça-feira, 1º de setembro, um acordo para a construção do AquaRio, um aquário de nível internacional e que fará parte do programa de revitalização da região portuária da cidade, o projeto "Porto Maravilha". O documento, que envolve o patrocínio da Coca-Cola, foi assinado no Palácio da Cidade, uma das sedes do governo carioca. A Coca-Cola é a primeira empresa a aderir ao projeto, um empreendimento totalmente custeado pela iniciativa privada, com investimento estimado em 110 milhões de reais.

Para o prefeito Eduardo Paes, a Zona Portuária está recebendo altos investimentos do poder público e a iniciativa privada já demonstra interesse na área. "O apoio da Coca-Cola comprova isso. Esperamos que este patrocínio atraia ainda outros investidores para que o projeto se torne realidade o mais rápido possível. O Aquário tem tudo a ver com o Rio, é a cara dos cariocas", aposta.

Segundo Edson Bregolato, diretor de Marketing da Rio de Janeiro Refrescos, fabricante dos produtos da Coca-Cola, esta parceria contribui positivamente para o desenvolvimento da capital fluminense, além de incentivar ações de pesquisa científica, lazer, cultura e turismo. "A Coca-Cola tem um envolvimento especial com o Rio. Por isso, estamos presentes no projeto AquaRio que representa o primeiro passo para a revitalização da Zona Portuária. Acreditamos que o projeto será mais uma atração para todos os cariocas se orgulharem da cidade", afirma.

O empreendimento foi idealizado por Marcelo Szpilman, referência em biologia marinha no país. A construção do aquário ficará sob responsabilidade da Kreimer Engenharia e a captação de recursos, será feita por meio de um fundo de investimentos estruturado pela Local Invest.    

Maior da América latina

O AquaRio será o maior aquário marinho da América Latina. Com 27 mil metros quadrados de área construída, terá 12 mil animais marinhos, de 400 diferentes espécies, inseridos em um ambiente capaz de conter mais de cinco milhões de litros de água. A previsão é de que seja inaugurado em agosto de 2012, e a estimativa de público anual é de 1,5 milhão de pessoas. O projeto do Aquário do Rio de Janeiro é o primeiro empreendimento privado a participar do "Porto Maravilha," programa de revitalização da área portuária da cidade. Lançado em junho, o programa também contará com recursos da Prefeitura do Rio e do Governo Federal.  

O Aquário ficará em um conjunto de edificações do início do século (1912 a 1914), localizadas em frente ao Armazém nº 8 do porto do Rio, na Avenida Rodrigues Alves, próximo ao ponto de desembarque de milhares de passageiros dos navios, no Cais do Porto. Além das grandes atrações marinhas, a atração prevê diversas atividades de entretenimento, como, por exemplo, um complexo que reproduz os biomas da Amazônia e do Pantanal, um museu marinho, um centro de convenções, restaurantes e lojas.

O projeto, a cargo do arquiteto Alcides Horacio Azevedo, inclui a preservação das fachadas frontais, protegidas pelo Patrimônio Cultural. O terreno escolhido para a construção do aquário foi concedido pela Prefeitura do Rio por um período de 50 anos. "O AquaRio, além de se tornar uma atração permanente do projeto Porto Maravilha, será um expressivo testemunho de que preservação e modernidade podem e devem caminhar juntas na revitalização da Zona Portuária do Rio de Janeiro", afirma o arquiteto que já foi várias vezes premiado pela elaboração de projetos de recuperação de patrimônios históricos.

veja também