Como está o seu coração?

Deus nos quer com um coração que seja purificado, ou seja, transformado, modificado com a verdade, que é a Sua palavra.

Fonte: Guiame, Adriane e Rodrigo SalvittiAtualizado: sexta-feira, 17 de julho de 2020 16:27
(Foto: Freepik)
(Foto: Freepik)

Vemos claramente que Deus se importa com o que passa no nosso coração. O livro de Mateus 5:8 diz: “bem-aventurados os limpos de coração, porque verão a Deus.“ Há uma instrução poderosíssima nesse versículo, onde Ele nos ensina que aqueles que possuem um coração limpo, são felizes, sortudos, pois esses conseguirão enxergar quem realmente é Deus.

Quando vamos no original do grego da palavra “limpos” de coração nesse versículo, Katharos, que significa limpo, puro, purificado pelo fogo, conseguimos entender que Deus requer de nós além de um coração com a característica de pureza livre do pecado, limpo desviando-se da maldade, Ele nos quer com um coração que seja purificado, ou seja, transformado, modificado com a verdade, que é a Sua palavra, a palavra de Deus.

A Bíblia diz em João 8:32 “conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”, então temos uma situação na vida na qual somos escravos do pecado, do erro, do engano, e você quando conhecemos a verdade ela nos liberta e nos faz viver e enxergar verdadeiramente Deus. 

Esse fogo que é a palavra, a verdade, o Espírito de Deus, a luz, nos purifica, mas também temos que entender que haverá uma luta entre a nossa carne e nosso espírito, por isso que Deus nos instrui a sabermos que é necessário que tenhamos esse tipo de coração, para sim deixarmos esse espírito vencer a carne e por conseguinte a palavra de Deus vencer o pecado em cada um de nós.

A palavra nos diz que o Reino de Deus é conquistado por esforço, por isso haverá um esforço para esvaziarmos de nós mesmos e nos enchermos dessa palavra para ver à Deus e alcançarmos o Céu.

O mais importante para Deus é que Ele habite em nós. O plano de Deus foi sempre habitar com o homem, viver com o homem e fazer dele Sua imagem e Semelhança. Mas a ambição, aflições, dificuldades, tribulações, pecado, idolatrias, cobiças do homem, fizeram o homem se afastar de Deus e de Seus princípios.

O livro de Deuteronômio 8:2 diz: “E te lembrarás de todo o caminho pelo qual o Senhor teu Deus tem te conduzido durante estes quarenta anos no deserto, a fim de te humilhar e te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias ou não os seus mandamentos.”

Nesse versículo vemos um povo que estava literalmente sendo purificado pelo fogo, passando por um deserto, já haviam passado por tantos milagres, mas ao invés de entenderem que eles tinham um Deus que estava lhes apascentando, cuidando, criando intimidade e criando novos valores, eles não quiserem aceitar, não conseguiram ver o Reino de Deus querendo ser manifesto no Seu povo, e então desobedeceram à Deus e sofreram por quanto disso.

Esta história nos ensina que o homem por muitas vezes ao longo da vida faz como o povo no deserto, se desviando da Sua verdade e não tendo esse coração limpo, tendo consequências desastrosas por não querer ouvir a voz de Deus.

Como ensina Provérbios 4:23: “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida”. Que a partir de hoje peçamos a Deus sabedoria para termos esse tipo de coração, que guardemos Seus princípios, valores e mandamentos dentro dele, que possamos refletir nas nossas escolhas e assim termos a vida eterna, vivendo uma vida em abundância cheios da presença do Pai, bebendo e se alimentando da principal fonte de vida e tendo a vida eterna.

Shalom! Deus abençoe! 

Por Adriane Ferretti Salvitti, pastora da Igreja Apostólica Restaurando Nações - IARN Japão, palestrante nas áreas de saúde e espiritualidade fisioterapeuta e Health Coach

Rodrigo Salvitti, pastor da Igreja Apostólica Restaurando Nações - IARN Japão, palestrante na área de espiritualidade e fisioterapeuta.

* O conteúdo do texto acima é de colaboração voluntária, seu teor é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: Campo da batalha da mente

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições