Tanto a Ciência quanto a Religião possuem doutrinas que podem enganar as pessoas

Criacionismo & Design Inteligente.

Fonte: Guiame, Cris BeloniAtualizado: segunda-feira, 13 de junho de 2022 17:53
Wikimedia Commons
Wikimedia Commons

“O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo é entendimento. Pois por meu intermédio os seus dias serão multiplicados, e o tempo da sua vida se prolongará. Se você for sábio, o benefício será seu; se for zombador, sofrerá as conseqüências”. (Provérbios 9.10-12)

Vamos tratar de um assunto muito delicado em nossa época e que tem atraído atenção de muita gente: Ciência e Religião.

Há muitas formas de tentar unir esses dois campos de estudo, porém algumas são questionáveis. Tanto a Religião quanto a Ciência podem variar em suas linhas pensamento.

Você pode encontrar falsas doutrinas na religião, assim como pode encontrar falsas doutrinas nas ciências. Líderes religiosos e cientistas apresentam vários modelos e formas de pensar.

Então, é claro que não dá para unir tudo na mesma bagagem e seguir viagem. Se você misturar todas as religiões, por exemplo, isso é chamado de sincretismo religioso. Mas essa palavra não é exclusiva da religião.

Várias formas de sincretismo

Você vai encontrar vários sincretismos por aí. Assim como existe o sincretismo político, por exemplo, podemos falar em sincretismo científico.

Essa pode ser uma palavra não muito usada por nós, mas ela nasceu na língua grega e seu significado original era “reunião das ilhas de Creta”. Essa reunião tinha um único objetivo, que era lutar contra um adversário em comum.

Hoje em dia, usamos essa palavra toda vez que há uma união entre doutrinas ou ideologias. Parece tão simples, porque vivemos numa sociedade que usa ditados populares como “a união faz a força”. Será?

Na religião é difícil até mesmo unir cristãos de várias denominações, mesmo sabendo que todos possuem a Bíblia em comum, como fonte de informação.

Tente então unir religiões diferentes e suas doutrinas. Não é diferente no mundo científico. Como eu disse, há muitas variações nas linhas de pensamento.

(Foto: Piqsels)

Criacionismo religioso, bíblico e científico

Na linha criacionista, por exemplo, temos o Criacionismo Religioso, o Bíblico e o Científico. No Religioso, temos que nos lembrar que o Cristianismo não é a única religião do mundo, portanto, não usa somente a Bíblia, mas outros livros considerados sagrados para a humanidade.

Isso vai depender da religião do criacionista. Já no Criacionismo Bíblico, o Cristianismo prevalece, sendo a Bíblia respeitada como fonte de informações básicas.

O Criacionismo Científico tem uma proposta diferente e não é religioso, mas uma linha de pesquisa que utiliza métodos da ciência para identificar e analisar evidências de que o universo e a vida foram criados, trabalhando com processos naturais, leis da natureza e métodos matemáticos.

Teoria do Design Inteligente

Existe também a Teoria do Design Inteligente que defende que certas características do universo e dos seres vivos são mais bem explicadas por uma causa inteligente.

E dentro do Evolucionismo, agora existe também o teísta. É nesse ponto que devemos prestar muita atenção.

Teoria Sintética da Evolução ou Neodarwinismo

O evolucionismo existe desde os tempos dos antigos filósofos gregos, porém ele foi popularizado e amplamente aceito a partir da publicação do livro “A Origem das Espécies” e durou até cerca de 1930-1950.

Depois disso a teoria foi reformulada e incorporou conhecimentos vindos da Genética, da Paleontologia e da Bioquímica, período em que a teoria foi reformulada, passando então a se chamar Teoria Sintética da Evolução ou Neodarwinismo.

De lá para cá, muita coisa mudou também, muitos dados atuais da ciência já não se encaixam nesse modelo neodarwinista. Tanto é que em 2008 aconteceu o encontro de Altenberg, na Alemanha, onde os cientistas enfatizaram a insuficiência de explicar a evolução através da seleção natural.

Ao final do simpósio, o grupo de cientistas propôs a tão discutida “Síntese Evolutiva Estendida/Ampliada” que foi anunciada formalmente ao mundo em 2020.

No próximo estudo, vamos falar em detalhes sobre a nova onda do Evolucionismo Teísta e seus perigos. Aguardo você por aqui.

E esse foi o estudo desta semana. Espero que tenha tirado a sua dúvida e também colaborado para o seu crescimento espiritual. Beijo no coração e até a próxima, se Deus quiser!

Por Cris Beloni, jornalista cristã, pesquisadora e escritora. Lidera o movimento Bíblia Investigada e ajuda as pessoas no entendimento bíblico, na organização de ideias e na ativação de seus dons. Trabalha com missões transculturais, Igreja Perseguida, teorias científicas, escatologia e análise de textos bíblicos.

* O conteúdo do texto acima é de colaboração voluntária, seu teor é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: A sua cosmovisão pode mudar o rumo de sua vida

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições