MENU

A importância do dia de hoje

Confie em Deus, o único que pode dominar o nosso futuro, por ser onipresente, onipotente e onisciente.

fonte: Guiame, Darci Lourenção

Atualizado: Sexta-feira, 29 Maio de 2020 as 12:09

(Foto: Crosswalk)
(Foto: Crosswalk)

Uma das situações mais estressantes e perturbadoras da nossa saúde emocional é pensar no futuro. Ou melhor, preocupar-se com ele. Como será o dia de amanhã? O que farei se isso acontecer ou se não acontecer o que eu gostaria ou espero? O que há de ser de mim, da minha família, do meu emprego, da minha igreja...? E tantos outros questionamentos, muitos deles, acompanhados do medo e da incerteza.

Como psicóloga e pastora, quero trazer alguns conselhos das duas áreas:

Evite gastar suas energias e até seu tempo com acontecimentos que ainda não aconteceram (desculpe o trocadilho, mas não encontro outro termo, já que esses pensamentos surgem como se as coisas do amanhã já estivessem acontecido). Esse tipo de desgaste gera ansiedade, uma ansiedade ruim, evitável, já que não conseguimos dominar o futuro, pois ele ainda não chegou. Então, ficaremos reféns de algo absolutamente fora do nosso controle.

Mas o que fazer então, talvez você pergunte.

Bem, faça suas ponderações normais quanto ao futuro, mas não perca o controle com algo que você não domina. Podemos planejar, mas não nos deixar consumir por aquilo que não existe ainda. Entende?

Outra coisa: confie em Deus, o único que pode dominar o nosso futuro, por ser onipresente, onipotente e onisciente.

Quando Jesus disse “Basta a cada dia o seu mal” (Mateus 6:34b), Ele estava simplesmente querendo nos dizer: Foque no hoje. Resolva as questões do dia atual. Coloque suas energias no agora. E viva esse dia! Deixe o amanhã chegar que Eu o ajudo a cuidar dele.

Você também pode fazer como Moisés, peça a Deus: “Ensina-me a contar os meus dias.” (Salmos 90:12). Ele estava se referindo a refletir sobre aquilo que havia vivido até então, porque é o que o traria sabedoria. A importância dos dias dá prazo à vida e tempo para o nosso desenvolvimento. Podemos aprender que pensar sobre o que já vivemos nos ajuda muito mais do que pensar sobre o que virá. Podemos, ao olhar para a nossa caminhada, aprender com os erros, alcançar maturidade e repartir experiências.

Não podemos desprezar o dia de hoje. Quantas vezes ele passa e nós não o vivemos! Ficamos absorvidos pelas pressões do que virá. Assim, acabamos estressados, mal-humorados e doentes. O estresse destrói nossa saúde. Ficamos afetados física e mentalmente por ele. Quantas pessoas não dormem pensando no amanhã. Minha pergunta é: Ficar acordado ajudou a resolver alguma coisa? Certamente que não. Pior ainda: prejudicou a saúde. Então, precisamos nos conscientizar disso e dormir para que possamos estar inteiros e em condições físicas e mentais de resolver alguma situação difícil.

Podemos fazer isso orando o Salmos 4:8: “Em paz me deito e logo pego no sono, porque, Senhor, só tu me fazes repousar seguro.” Descansar o corpo traz descanso à mente. É essencial para uma vida saudável.

Por fim, descanse quanto ao seu amanhã. Quando confiamos em Deus, descansamos nele. Entenda que Deus nos quer debaixo de Sua vista, como um Pai que cuida e protege.

Podemos aprender com Ele próprio, pois a Bíblia nos diz que Deus fez o mundo e no sétimo dia descansou...

Quando nossa vida está em Deus, Ele encerra cada dia nosso, pois tudo está em suas mãos. Ele não nos permite pulverizar, desconectar... Ele quer foco, quer estar conosco, quer que nós o percebamos cotidianamente. Em nosso hoje!

Cada dia tem sua importância psicoemocional para nós. A nossa tendência é pular de um galho para o outro, mas precisamos nos estabilizar. Pense nisso!

Não se esqueça: O Pai ama você!

Por Darci Lourenção, psicóloga, pastora, coach, escritora e conferencista. Foi Deã e Professora de Aconselhamento Cristão. Autora dos livros “Na intimidade há cura”, “A equação do amor” e “Viva sem compulsão”.

* O conteúdo do texto acima é de colaboração voluntária, seu teor é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: Não descuide de sua comunhão com Deus

veja também