A morte não é o fim!

Nesse tempo, quando o medo paira sobre a nossa vida emocional, sobre a existência humana, precisamos pensar nessa verdade das Escrituras.

Fonte: Guiame, Darci LourençãoAtualizado: sexta-feira, 26 de março de 2021 18:10
(Foto: Getty)
(Foto: Getty)

“Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança.” (1 Tessalonicenses 4:13)

Esse texto, escrito pelo apóstolo Paulo, nos traz paz e segurança para passarmos os momentos mais difíceis, que estão relacionados à morte. E é essa situação que temos vivido, de forma muito impactante, nesses últimos dias, quando enfrentamos, não somente no Brasil, mas em todo o mundo, uma pandemia que tem feito milhares de vítimas fatais.

Todos os dias a nossa vida acaba sendo rodeada de más notícias, com casos sem solução, de pessoas em estado grave, que nos fazem pensar que a morte é o fim de tudo.

Lendo esse texto de Paulo, quero que você pense em duas questões: na morte e na esperança. Quando nós temos a esperança, começamos a ter a sinalização de um outro caminho, onde nós podemos encontrar a alegria.

Esse texto vem trazendo por décadas, não apenas para mim, mas para todos que confiam na Palavra de Deus, um norte, um alívio, uma segurança. A segurança de destino. Essa palavra funciona como recurso terapêutico para muitas pessoas, que passando pelo vale da sombra da morte, têm um lugar de esperança.

Nesse texto, Paulo diz claramente “não quero”, ou seja, traz um tipo de linguagem que o nosso inconsciente recebe para obedecer, porque está sendo ordenado: “não quero”. Paulo diz: “Não quero que ignoreis a natureza com relação aos que dormem”. A visão de Paulo é que os mortos estão dormindo e que, quando Jesus voltar, serão ressuscitados. Aqueles que dormiram, crendo em Jesus, serão levados à sua direita para estarem para sempre com Ele. E ainda poderão se encontrar com seus amados ressurretos em Cristo para estarem juntos para sempre. Essa é a nossa esperança, Paulo diz. “Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele.” (1 Tessalonicenses 4:14).

E Paulo termina diz ainda nesse texto, no verso 13, se nós ignorarmos esse entendimento vamos nos entristecer como os que não têm esperança. O entristecimento vem pela falta de conhecimento. Não conhecer a verdade com respeito aos que dormem em Cristo traz tristeza. Por isso, ele diz que sabendo, conhecendo a realidade dos que dormem no Senhor, haverá esperança. A esperança traz para a árvore, ainda que cortada, a força de poder revificar.

Nesse tempo, quando o medo paira sobre a nossa vida emocional, sobre a existência humana, precisamos pensar nessa verdade das Escrituras. Não é necessário nos entristecermos, é necessário conhecermos. Quando nós conhecemos, há um fortalecimento da fé, porque a fé precisa da esperança para poder se desenvolver. Então, é muito importante você pensar na esperança, na ressurreição e na alegria.

A Bíblia diz que a alegria do Senhor é a nossa força. Nós precisamos dessa força do Senhor para vencermos os dias maus. Dias em que temos medo: medo do desemprego, medo de faltar as coisas, medo de que um ente querido morra ou medo de morrer e deixar os filhos pequenos e a família ainda sem estrutura. Nesse momento, devemos voltar a nossa atenção à Palavra de Deus, porque a Palavra de Deus é estável. E a estabilidade dos nossos dias deve estar no Senhor. Então, paute isso na sua vida. Coloque o seu coração hoje nesse lugar de segurança.

A morte já foi tragada pela vida. Jesus venceu a morte! Você, crendo Nele, terá essa vitória.

Com relação à possibilidade desse vírus te alcançar, use a tua fé, repreenda essa possibilidade. Cubra os seus pensamentos com o capacete da salvação. Tenha esperança e convicção de que Deus está te guardando nos dias maus. Há um lugar de refúgio. Esse lugar é a presença de Deus. Guarde-se na presença de Deus. Declare que praga nenhuma chegará na sua tenda (Salmos 91). O nome de Jesus está acima de todo nome. Então, ele está acima da Covid, do desemprego, de qualquer coisa que você possa nomear. Do medo. Do receio. Volte-se para a Palavra, conheça a verdade e tenha esperança.

Não se entristeça, viva aquilo que a Palavra de Deus declara. Se você olhar para o céu, você não verá nenhuma coluna o segurando, mas a Palavra de Deus é que o sustenta, assim como sustenta todas as coisas criadas por Ele. Medite nisso. Traga isso para a sua mente.

A nossa mente se divide em analítica e reativa. A mente analítica é 100% e a reativa tem um conteúdo imenso, pois nela estão marcadas todas as experiências que nós tivemos, que não deram certo. Então, qualquer problema que surge no ‘aqui agora’ a mente reativa aciona o conteúdo inconsciente. Não se poie na mente reativa. Esvazie-a. Então devo me apoiar na mente analítica? Não, mas você deve reconhecer que tem uma mente inteligente. Então, o que você precisa fazer é se apoiar na Palavra de Deus para renovar a sua mente (Romanos 12:2). E, com a mente renovada, você verá que a sua vida começará a ser transformada.

Uma amiga muito chegada, que é enfermeira, me disse: “Tem morrido muita gente, e vai morrer muitos ainda, de covid e de outras enfermidades. O que preciso é ter a convicção de para onde irei após a terminar os meus dias aqui”. Eu fiquei muito feliz por ela ter se apropriado dessa verdade. É assim que devemos pensar.

Nesse momento de pandemia, eu profetizo saúde sobre a sua vida e sobre a sua cada, em nome de Jesus. Com relação ao descanso dos dias, saiba que haverá ressurreição. Não se entristeça por não saber o que vai acontecer com os que dormem em Jesus. Não. Tenha esperança. A esperança da vida eterna. Jesus disse: “Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que morra, viverá” (João 11:25). Então, essa deve ser a sua esperança. E a sua verdade. A sua realidade.

Se posso dizer, isso é uma “filosofia espiritual cristã”, em que você sabe que a ressureição está no seu corpo. Profetize isso e anuncie essa verdade a quem você ama. Podemos viver 80, 90 anos, mas mesmo esse tempo terá passado como um pensamento. Mas a eternidade não tem fim de dias. E é a esse momento eterno, que não haverá fim, que você precisará responder: Onde você vai passar a sua eternidade? Passe com Jesus. Ele é a vida. E ao lado dele, você terá eternamente, a vida em você. E a vida Dele para a sua existência é força. E ela se chama alegria. Permaneça no amor do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

O Pai ama você!

Por Darci Lourenção, psicóloga, pastora, coach, escritora e conferencista. Foi Deã e Professora de Aconselhamento Cristão. Autora dos livros “Na intimidade há cura”, “A equação do amor” e “Viva sem compulsão”.

* O conteúdo do texto acima é de colaboração voluntária, seu teor é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: Ser ajudadora idônea é viver o propósito de Deus

Siga-nos

Mais do Guiame