MENU

“Por ser mulher”: um programa de saúde emocional e espiritual para o público feminino

O acúmulo de tarefas e responsabilidades têm trazido desgastes e fadigas potencialmente destrutivos para a mulher em seu corpo, alma e espírito.

fonte: Guiame, Darci Lourenção

Atualizado: Quinta-feira, 1 Outubro de 2020 as 12:41

(Foto: Pixabay)
(Foto: Pixabay)

De uns anos para cá passei a me debruçar sobre o universo feminino, tanto em relação à vida das mulheres na igreja quanto na sociedade. Meu objetivo era melhor compreender e atender, de forma mais assertiva, aquelas que têm, cada vez mais, se desdobrado para cumprir os mais diversos e importantes papeis e propósitos em sua existência.

Foi com esse intuito que nasceu o projeto “Por Ser Mulher”, o qual tenho trabalhado com grupos femininos nas igrejas, em centros educacionais e comunitários para interagir, de forma individual ou coletiva, com as mulheres.

Sabemos que as mulheres foram criadas por Deus para desempenhar papeis demasiadamente significativos e, porque não dizer, essenciais em todos os ambientes por onde ela circula. No entanto, o acúmulo de tarefas e responsabilidades – até por conta das inúmeras funções – têm trazido desgastes e fadigas potencialmente destrutivos para a mulher em seu corpo, alma e espírito.

Com foco nessas condições, preparei este programa de saúde emocional e espiritual, para promover crescimento e desenvolvimento pessoal para cada participante. Nele criamos condições para que as mulheres se conheçam, pois quanto mais nos conhecemos, mais amamos a Deus. E quanto mais amamos a Deus, mais Ele se revela a nós, para que O conheçamos.

Voltando aos papeis femininos, quando pensamos na mulher, estamos nos referindo a alguém que tem inúmeros desafios para corresponder à enorme demanda por seu trabalho, cooperação, ajuda, carinho, amor...

Em meu livro “A equação do Amor” eu falo de forma mais detalhada sobre as 4 seções que compõem a vida humana. Este quadrante envolve o emocional (dor), o racional (livre-arbítrio), o físico (família, comunidade, cultura) e o espiritual (fé).

Nesse sentido, a mulher precisa aprender a se colocar na própria vida abaixo da relação dela com Deus, ou seja, depois de Deus, que seria o seu primeiro papel. Então ela aprenderá a “ser mulher,ser filha,ser discípula, ser esposa, ser mãe, ser amiga”. A ideia desta mentoria “Por Ser Mulher” é que ela possa entrar dentro de sua caixa psíquica, do seu mundo interno, para vivenciar seu maior papel: Ser mulher!

Outra questão sobre o universo feminino é a necessidade de a mulher ser assertiva e, para que isso aconteça, ela precisa desenvolver os seguintes comportamentos: autoestima, autoconhecimento, autoconceito, autoavaliação, autoaceitação e autorrespeito dentre outros.

Todos eles devem ser trazidos à baila por meio de técnicas específicas da psicologia, cujas ações produzem resultados excelentes que podem ser auferidos com o passar dos exercícios e atividades realizados.

Na parte espiritual do quadrante, as mulheres devem entender, sob o olhar da fé, que existem dois reinos: o império das trevas e o reino do Filho do Amor de Deus.

Quando entregamos nossa vida a Jesus, somos, imediatamente, transportadas do reino das trevas para o reino do Filho. E, chegando ao reino do Filho do amor de Deus, o que cabe é buscar renovação da mente, conhecer nosso potencial, fragilidades e nossas resistências a fim de nos tornarmos mulheres que, apesar de estar passando por constante obra, caminham para viver de forma plena, madura, decidida, virtuosa aproveitando ao máximo as oportunidade surgidas em sua existência justamente por ser mulher.

Por Darci Lourenção, psicóloga, pastora, coach, escritora e conferencista. Foi Deã e Professora de Aconselhamento Cristão. Autora dos livros “Na intimidade há cura”, “A equação do amor” e “Viva sem compulsão”.

* O conteúdo do texto acima é de colaboração voluntária, seu teor é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: O amor vence as lutas e as fraquezas

 

veja também