MENU

Da História da Criação à História da Salvação, Deus é Amor!

Da História da Criação à História da Salvação, Deus é Amor!

Atualizado: Quarta-feira, 8 Dezembro de 2010 as 4:09

O amor de Deus que experimentamos, deve ser compartilhado, através da divulgação da mensagem do Evangelho, através de Missões. A EBD, agência de amor, ensina, prepara através das disciplinas de seu currículo, todos os possíveis aspectos da manifestação do amor de Deus para com os homens.

Deus é amor! Afirmativa de João que manifesta, com primorosa limpidez, o centro da fé cristã! E ele completa: "E quem permanece no amor permanece em Deus, e Deus nele" (1Jo 4.16). Esta é a imagem de Deus que é preciso guardar e utilizar como arquétipo, ou seja, como fórmula do amor a ser anelado e posto em prática pelo homem em sua praxe, na medida em que escreve sua tragetória nessa caminhada de vida cristã.

A pessoa sempre crerá de forma simples, no ato da conversão, no Cristo Salvador e no amor de Deus, porque em verdade sua grande necessidade mesmo é de um encontro com Aquele que promete perdão para os pecados e novo horizonte de vida. Com o passar do tempo, as propostas éticas e morais da nova vida, advirão na medida em que vai se dando seu crescimento espiritual. E este crescimento espiritual, bíblico, teológico, não prescinde da Escola de Amor, cujo conteúdo programático pode ser resumido na exposição do amor de Deus: A Escola Bíblica Dinâmica.

Aliás, hoje pela manhã, estudamos na EBD a expressão de João: "Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho único..." (Jo.3.16). Qual é a centralidade dessa passagem? O amor de Deus! ("Deus amou o mundo de tal maneira que deu Seu Filho") como também, no amor a Deus ("todo aquele que nEle crê"), como centro da existência com sentido, com propósito. O amor a Deus era ensinado aos hebreus: "Escuta, ó Israel! O Senhor, nosso Deus, é o único Senhor! Amarás ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todas as tuas forças" (Dt. 6.4-5). Dado que "Deus nos amou primeiro" (1Jo. 4.10), agora o amor a Deus já não é apenas um mandamento senão a resposta ao amor de Deus que, em Seu "kairós", nos foi confirmado, quando veio ao nosso encontro.

Não importa em que idioma pronunciemos o Seu nome. Se Deus (português), God (inglês), Dieu (francês), Javé (hebraico), Alá (árabe), o que importa mesmo é associá-lo ao nexo intrínseco entre o amor, natureza de Deus, com a ação desse amor, a realidade do amor com que nos ama. Parece lógico, mas infelizmente não é. No mundo atual, em nome de Deus, mata-se, vinga-se, alimenta-se ódio, violência. Por isso o amor de Deus que experimentamos, deve ser compartilhado com os outros povos da terra, através da divulgação da mensagem do Evangelho, através de Missões.

A EBD, agência de amor, ensina, prepara, através das disciplinas de seu currículo, todos os possíveis aspectos da manifestação do amor de Deus para com os humanos, desde a história da Criação até a história da Salvação, para que possamos transmitir ao mundo essa maravilhosa mensagem: Deus nos ama!

Eli Fernandes de Oliveira é pastor titular da Igreja Batista da Liberdade (SP) desde 1984. É Bacharel em Teologia pelo STBNB; Psicanalista Clínico pela SPOB; Mestre em Teologia e Mestre em Ministério pela Faculdade Teológica da Fé Reformada, São Paulo, e Doutor em Teologia Th.D (cum claude) pela Universidade Cohen, Los Angeles, CA.

Já foi condecorado com Medalha Anchieta, da Câmara Municipal de São Paulo; Prêmio de Personalidade do Ano, pela Academia Paulista Cristã de Letras; Comenda Paul Harris, do Rotary Club e Membro Honorário da Força Aérea Brasileira.

veja também