Unção de Paternidade

A paternidade espiritual é uma prática exercida desde os tempos de Elias, quando Deus planejou dobrar a unção de uma para a próxima geração. Sem a paternidade a unção não passa para a próxima geração

Fonte: guiame.com.brAtualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:01
paternidade
paternidade

paternidade“Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o Grande e terrível dia do Senhor; E ele converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração dos filhos a seus pais; para que eu não venha, e fira a terra com maldição.” (Malaquias 4:5-6)

Sempre acreditei no discipulado. Acredito que não haja melhor forma de instrução do que a adoção de discípulos. Não o que há hoje em dia. Lições superficiais, instrução pífia e pouca proximidade entre OS mestres e seus discípulos.

O discipulado bíblico é uma forma de paternidadeespiritual e sem ela o que existe são filhos pródigos, mortos espirituais, sem proximidade alguma com Deus.

As novas gerações experimentam este caos no ensino cristão.

A paternidade espiritual é uma prática exercida desde os tempos de Elias, quando Deus planejou dobrar a unção de uma para a próxima geração. Sem a paternidade a unção não passa para a próxima geração. Por isso, esta é a maior crise na família e na igreja hoje.

A cultura social impõe uma paternidade pífia, superficial, irresponsável e muitas vezes marcada por violência, espancamento, vícios e traições. A cultura de nossos pais havia moldado a imagem de um pai carrasco, cujas palavras proferidas eram sentenças duras, tais como: “Você não presta. Nunca vai ser nada na vida”. Eram pais que impediam que os filhos crescessem mais do que eles.

A consequência foi o nascimento de uma geração rebelde, que busca refugio nas drogas, vícios, prostituição, violência, etc. Filhos pródigos gerados pela orfandade cultural. Infelizmente a maioriados líderes na igreja seguem o padrão do mundo.

Não temos muitos pais. Temos chefes, líderes, bispos, superintendentes, mas poucos pais espirituais, poucos discipuladores.Temos visto, lideres, pedófilos, beberrões, espancadores, etc.

Tanto membros como pastores são carentes de paternidade. Os membros esperam que seus pastores sejam “pais” espirituais. Os pastores esperam que seus superiores sejam pais. Quando isso não acontece, vem a decepção e o espírito de orfandade toma conta do coração de muitas pessoas, perdendo-se assim a unção e dando lugar à amargura.

Tenho recebido muitos líderes, pastores sérios, que chegam a mim, pedindo socorro e dizendo que não aguentam mais o jugo pesado, imposto por seus supervisores. As reuniões de ministério são marcadas por este jugo. O domínio violento com o qual alguns “líderes” exercem a autoridade tem levado pastores ao stress e até à depressão.

No Antigo Testamento os ensinamentos de um rabino eram chamados de “jugo”, é por isso que Jesus afirma que seu jugo é suave e seu fardo é leve.

“Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo e leve” (Mateus 11:29-30).

A mensagem de Jesus é muito clara. As características que devem preceder este mestre, pai espiritual, são características de bom exemplo para seus filhos na fé. Mansidão e humildade são essenciais para o bom exemplo do pai espiritual.

Qualquer líder, pastor, mestre, bispo, o que quer que seja, que impõe um julgo pesado a seus filhos espirituais acabam dando péssimos exemplos. Façamos como Jesus e tenhamos sempre um espirito, manso e humilde.

Estamos nos preparando para escola Profética A unção de Elias – Porção dobrada - onde vamos ministrar sobre esse assunto.

Se Elias não tivesse o espírito de Paternidade jamais iria liberar a porção dobrada sobre Eliseu. Eu acredito que a maioria dos cristãos gostariam que seus lideres fossem “Pais” como Elias foi para Eliseu.

Oramos para que Deus envie a unção de Elias e seja restaurada a comunhão entre pais e filhos espirituais e seja derramada porção dobrada sobres esta geração

Há uma crise de paternidade em nossa igreja hoje.

Eu gostaria de lançar alguns questionamentos aqui no final deste artigo:

O que você acha da forma com que a liderança de hoje é exercida?

Existe abuso de autoridade? Ou temos pais espirituais?

Está faltando paternidade?

Eu gostaria que você deixasse seu comentário / opinião no espaço abaixo (redes sociais):

 

Escola Profética 2014

Nos dias 06 e 07 de setembro deste ano (2014), realizaremos a nossa Escola Profética, abordando temas relevantes, como a Paternidade Espiritual.

Para saber mais sobre este Encontro, clique aqui.


- Joel Engel

 

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições