Impacto

Um jovem estudante, a quem chamarei Joshua, conta como pôs o princípio de ajudar o próximo em ação e deu origem a uma história comovente.

fonte: Guiame, Loide Santos Pereira

Atualizado: Terça-feira, 13 Julho de 2021 as 2:51

(Foto: Canva)
(Foto: Canva)

Há um importante provérbio que diz: “Faça o bem sem olhar a quem”.

A Bíblia diz em Gálatas 6:10: “Então, enquanto temos oportunidade, façamos bem a todos,…”

Lucas 10:38 nos diz que Jesus andou por toda parte fazendo o bem…

Um pequeno gesto tem o poder de fazer grande diferença.

Um jovem estudante, a quem chamarei Joshua, conta como pôs esse princípio em ação e deu origem a uma história comovente.

COMOVENTE

Diz Joshua: “Quando eu era estudante caloiro, um dia vi um rapaz de minha sala caminhando para casa depois da aula. Seu nome era Kyle. Parecia estar carregando todos os seus livros.

Eu pensei: "Por quê alguém iria levar para casa todos os seus livros numa sexta-feira?” O meu fim de semana estava planeado com divertimentos e futebol com os amigos. Então, dei de ombros e segui o meu caminho.

Observei, no entanto, um grupo de rapazinhos desordeiros correndo em direção a Kyle. Eles o empurraram, arrancando todos os livros de seus braços, deixando-o caído no chão. Seus óculos voaram e eu os vi cair a alguns metros de distância. Senti grande pena de Kyle.

FAZENDO A DIFERENÇA

Corri até Kyle enquanto ele apalpava o chão à procura dos óculos. Pude ver lágrima em seus olhos. Ele agradeceu-me ao entregar-lhe os óculos.

Enquanto ajudava-o a apanhar os livros, descobri que morávamos perto. Assim, carreguei-lhe os livros enquanto fomos andando e conversando.

Ele se revelou um excelente rapaz. Convidei-o para jogar futebol comigo e meus amigos. Assim, ficamos juntos por todo o fim de semana, e quanto mais eu o conhecia, mais gostava dele.

Na segunda-feira lá estava Kyle com todos aqueles livros outra vez! Eu o parei e disse: "Vais ficar realmente musculoso carregando essa pilha de livros.” Ele simplesmente riu e me entregou metade para ajudá-lo.

Nos quatro anos seguintes nos tornamos cada vez mais amigos e unidos.

Na nossa formatura, Kyle foi o orador da turma. Ele estava bem-disposto apesar de nervoso por causa do discurso.

Dei-lhe uma palmadinha nas costas e disse-lhe: - Grande rapaz, vai correr tudo bem!  Ele olhou-me com aquele olhar de gratidão e sorriu.

IMPACTANTE

Kyle subiu no oratório e começou o seu discurso, dizendo:

“A Formatura é uma época para agradecermos àqueles que nos ajudaram durante estes anos difíceis. Agradecermos aos nossos pais, professores, irmãos ... mas de forma não menos especial aos nossos amigos. Sua amizade, pode ser o melhor presente que você pode dar a alguém.

Vou contar-lhes uma história …”

Eu não conseguia acreditar no que ouvia enquanto ele contava a história daquele primeiro dia em que nos conhecemos.

Kyle contou que havia planejado tirar a própria vida nesse fim de semana! Naquela sexta-feira havia esvaziado seu armário e levado todos os livros, para que sua mãe não tivesse que o fazer após ele morrer.

Olhou para mim, deu um pequeno sorriso, e disse: “Felizmente, meu amigo me salvou de fazer algo tão terrível!”

Eu observava o impacto na plateia enquanto aquele rapaz popular e bonito contava a todos o quanto um gesto amigo tinha feito a diferença entre a morte e a vida para ele naquele dia.

Que alegria senti pelo privilégio de fazer parte do final feliz dessa história!

CONCLUSÃO

Amado leitor, nunca subestime o poder de suas ações. Com uma pequena ação você pode mudar a vida de uma pessoa… para melhor ou para pior.

Deus nos coloca na vida uns dos outros para que aproveitemos as oportunidades e exerçamos impactos positivos uns sobre os outros.

Que o Senhor nos ajude a “andar em sabedoria …, usando bem cada oportunidade.”  Col. 4:5

Por Loide Santos Pereira, pastora-missionária. Serviu a Deus cerca de 18 anos no Brasil. Desde então, atendendo ao chamado missionário, serve ao Senhor na Europa e África há 35 anos, a partir de Portugal. Autora dos livros "Somente para Esposas e Mães" e "Oração, Tédio ou Deleite".

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: Em viagem

 

veja também