MENU

Fugindo do farisaísmo

Fugindo do farisaísmo

Atualizado: Quinta-feira, 5 Março de 2009 as 12

"Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês dão o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, mas têm negligenciado os preceitos mais importantes da lei: a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Vocês devem praticar estas coisas, sem omitir aquelas. Guias de cegos! Vocês coam um mosquito e engolem um camelo". (Mateus 23.23) Muitas vezes nos tornamos tão obcecados com os detalhes que perdemos de vista o todo. Entre os muitos problemas que o farisaísmo enfrentava nos dias de Cristo, perderam a noção do porquê do serviço a Deus. Aonde queremos chegar com as nossas práticas religiosas? Qual o sentido disso tudo? Seriam algumas perguntas que eles poderiam fazer, para não permitirem que a religião se tornasse tão sem propósito.

Esse mal continua rondando os religiosos. Eles vão se especializando em pequenos detalhes, os pormenores vão exigindo mais e mais tempo até que chega um ponto em que o rumo torna-se obscuro. Quando se perde o nexo, as cerimônias transformam-se em cerimonialismo, as leis em legalismo, as tradições em tradicionalismo. O ambiente religioso torna-se asfixiante e os meios mais importantes que os fins.

O fim de tudo o que se faz na igreja deve levar as pessoas a amarem a Deus. As organizações religiosas, os sistemas institucionais e toda ambiência comunitária não podem deixar de facilitar nossa intimidade com Ele. As igrejas devem ser lugar de águas para os que têm sede de Deus; lugar de pão para os que estão com fome espiritual; lugar de misericórdia para os que carregam culpas; lugar de afetos para os que se sentem órfãos; lugar de cuidado para os que se sentem ovelhas necessitando de pastor. Só se alcança esse objetivo amando a Deus e só assim fugimos do farisaísmo e nos tornamos expressão do seu amor.

Ricardo Gondim é pastor da Igreja Betesda de São Paulo e presidente da Convenção Nacional da denominação. Presidente do Instituto Cristão de Estudos Contemporâneos. Gondim é casado com Silvia Geruza Rodrigues, pai de três filhos - Carolina, 29; Cynthia, 27; e Pedro, 19 - e avô de Gabriela, Felipe e Felipe Naran. Nascido em 1954, em Fortaleza, Ceará, é formado em Administração de Empresas. Viveu nos Estados Unidos onde obteve formação teológica no Gênesis Training Center em Santa Rosa, Califórnia. Ministra palestras e conferências. É colunista das revistas evangélicas "Ultimato" e "Enfoque Gospel". Como escritor, Gondim é autor de livros como "O Evangelho da Nova Era", "Santos em Guerra", "Saduceus e Fariseus", "Creia na Possibilidade da Vitória", "É Proibido" - obra indicada ao prêmio Jabuti, de literatura brasileira -, "Artesão de uma Nova História", "Como vencer a Inconstância", "A presença imperceptível de Deus", "Do Púlpito 5", "O que os evangélicos (não) falam", "Creio, mais tenho dúvidas", e "Sem perder a Alma", o mais recente.

Site oficial: www.ricardogondim.com.br

veja também