MENU

Saudade cinzenta

Saudade cinzenta

Atualizado: Quarta-feira, 28 Abril de 2010 as 12

No title "É pra frente que as malas batem", diz o ditado popular cearense (que nunca entendi muito bem). Acho que significa que devemos nos dobrar ao imperativo de seguir adiante, de nunca retroceder, de marchar sem que o passado atrapalhe. Mas eu confesso que não consigo tocar para frente. Pedaços de mim morreram com o Allison, meu amigo querido. Ainda não sei voltar as costas para o passado tão recente.

Parece que ouço uma voz me avisando para esperar. Achei que o Allison chegaria para o Acampamento. Fiquei com os olhos fitos na estrada; talvez descesse a ladeira com seu violão. Enquanto cantávamos, imaginei que ele e me surpreenderia com uma única música inédita. Antes de dormir, quase chorei quando corri para uma roda de amigos para vê-lo contando "causos" vividos: tropeços nossos e dos outros, lendas, apuros, desastres.

Não quero deixar o rosto feliz do Allison desaparecer. Remonto seu tom de voz quando medito na solitude do sagrado. Brigo contra a possibilidade de vê-lo descer no ralo do tempo, que chamo de esquecimento. Digo para mim mesmo: "O calor de sua presença tem que se manter vívido em cada ajuntamento, em cada culto, em cada reunião. Seus olhos grandes e irrequietos não merecem esmaecer dentro das fotografias velhas".

Choveu e o tamborilar dos pingos me deixaram assim, nostálgico, com uma vontade louca de rever o amigo que se foi. Fecho o dia com o ruço da saudade.

Soli Deo Gloria

Ricardo Gondim é pastor da Igreja Betesda de São Paulo e presidente da Convenção Nacional da denominação. Presidente do Instituto Cristão de Estudos Contemporâneos. Gondim é casado com Silvia Geruza Rodrigues, pai de três filhos - Carolina, 29; Cynthia, 27; e Pedro, 19 - e avô de Gabriela, Felipe e Felipe Naran. Nascido em 1954, em Fortaleza, Ceará, é formado em Administração de Empresas. Viveu nos Estados Unidos onde obteve formação teológica no Gênesis Training Center em Santa Rosa, Califórnia.

Ministra palestras e conferências. É colunista das revistas evangélicas "Ultimato" e "Enfoque Gospel". Como escritor, Gondim é autor de livros como "O Evangelho da Nova Era", "Santos em Guerra", "Saduceus e Fariseus", "Creia na Possibilidade da Vitória", "É Proibido" - obra indicada ao prêmio Jabuti, de literatura brasileira -, "Artesão de uma Nova História", "Como vencer a Inconstância", "A presença imperceptível de Deus", "Do Púlpito 5", "O que os evangélicos (não) falam", "Creio, mais tenho dúvidas", e "Sem perder a Alma", o mais recente.

veja também