Mãe de bebê com síndrome de Down manda carta para médico que indicou aborto: "Minha filha é perfeita"

"Eu não tenho ideia de como o médico pode ter reagido à minha carta, mas tenho fé que Deus pode operar um milagre e ele pode mudar qualquer coração", disse Courtney Baker.

Fonte: Guiame, com informações do Gospel HeraldAtualizado: quarta-feira, 8 de junho de 2016 18:21
Com a ajuda de sua filha de apenas 1 ano e 3 meses, a pequena Emersyn Faith, a mãe Courtney Baker colocou a carta na caixa do correio, no final de maio. (Imagem: In USA News)
Com a ajuda de sua filha de apenas 1 ano e 3 meses, a pequena Emersyn Faith, a mãe Courtney Baker colocou a carta na caixa do correio, no final de maio. (Imagem: In USA News)

A carta aberta de uma mãe cristã ao médico que diagnosticou sua filha com síndrome de Down durante a gestação aconselhou que ela e seu marido optassem pelo aborto, tem emocionado e viralizado nas mídias sociais. O caso ocorreu na Flórida (EUA).

Com a ajuda de sua filha de apenas 1 ano e 3 meses, a pequena Emersyn Faith, a mãe Courtney Baker colocou a carta na caixa do correio, no final de maio, enviando-a para o médico que a lhe disse que o aborto era a melhor solução para sua gravidez. A mãe que mora na cidade de Sanford, Flórida também postou o conteúdo da carta página 'Parker Myles', no Facebook, já tendo sido compartilhada milhares de vezes e ganhando as manchetes de grandes jornais norte-americanos.

"Eu fui até você durante o momento mais difícil da minha vida. Eu estava apavorada, ansiosa e em completo desespero. Eu ainda não sabia a verdade sobre o meu bebê e era por isso que eu precisava desesperadamente de você", diz a mãe ao médico, na carta.

"Mas em vez de apoio e incentivo, você sugeriu que eu matasse o nosso filho. Eu lhe disse o nome dela e você nos pediu que novamente compreendêssemos o quão baixa seria a nossa qualidade de vida com uma criança que tem síndrome de Down. Você sugeriu que reconsiderássemos a nossa decisão de continuar com a gravidez".

A mãe ainda confessou que essa primeira visita ao médico os deixou temerosos e assustados.

"A partir dessa primeira visita, nós ficamos temerosos quanto aos nossos compromissos. O momento mais difícil na minha vida tornou-se quase insuportável porque você nunca me contou a verdade. Minha filha é perfeita", declarou Courtney.

A mãe escreveu que enquanto o médico lhes falava sobre a "baixa qualidade de vida" que sua filha teria, o que aconteceu com o casal foi exatamente o oposto.

"Ela nos deu um propósito e uma alegria que são impossíveis de expressar", continuou Baker. "Ela nos deu sorrisos maiores, mais risadas e os beijos mais doces do que já conheci. Ela abriu os nossos olhos para a verdadeira beleza e do amor puro".

Courtney Baker com sua filha Emersyn Faith nos braços. (Foto: Instagram)


Repercussão

A postagem da carta já foi curtida e compartilhada por milhares de usuários das mídias sociais, além de estimular muitos pais a também a partilharem as suas próprias histórias e agradecerem a Baker por sua franqueza.

Baker disse à ABC News que ainda não sabe o efeito que sua carta surtiu no médico - destinatário do envelope - mas afirmou que acredita no poder de Deus para transformar o coração do profissional de saúde.

"Eu não tenho idéia de como o médico pode ter reagido à minha carta, mas tenho fé que Deus pode operar um milagre e ele pode mudar qualquer coração", disse ela.

A mãe cristã acrescentou que ela espera que sua carta ajude o médico a "ver a verdadeira beleza do amor puro em cada ultrassom" que ele fizer em suas pacientes daqui para a frente.

"Espero que ele veja Emmy, espero que ele veja as minhas palavras no papel", disse Baker. "Emmy é a prova de que as crianças com necessidades especiais são dignas e podem mudar o mundo. Ela está fazendo isso agora".

De acordo com a Sociedade de Síndrome de Down dos Estados Unidos, um em cada 691 bebês no nasce com síndrome de Down no país - cerca de 6.000 por ano. Há aproximadamente 400.000 pessoas portadoras de síndrome de Down, atualmente nos Estados Unidos.

Em outra carta aberta a uma mãe que acaba de receber um diagnóstico de síndrome de Down pré-natal, Baker escreveu: "Eu posso prometer-lhe que o seu filho tem um grande propósito."

"Minha maior esperança é que você possa conhecer a verdade e sinta que o amor, mesmo agora, cresce dentro de você. A vida do seu filho já mudou o mundo", concluiu. "E isso acabou de começar".

Siga-nos

Mais do Guiame