Você é um viciado em internet?

Você é um viciado em internet?

Atualizado: Quarta-feira, 16 Dezembro de 2009 as 12

Conceito: A Dependência da Internet manifesta-se como uma inabilidade do indivíduo em controlar o uso e o envolvimento crescente com a Internet e com os assuntos afins, que por sua vez conduzem a uma perda progressiva de controle e aumento do desconforto emocional. Com efeitos sociais significativamente negativos, os indivíduos que despendem horas excessivas na Internet, tendem a utilizá-la como meios primários de aliviar a tensão e a depressão, apresentam a perda do sono em conseqüência do incitamento causado pela estimulação psicológica e a desenvolver problemas em suas relações interpessoais.

Além disso, os dependentes usam a rede como uma ferramenta social e de comunicação, pois têm uma experiência maior de prazer e de satisfação quando estão on-line, podendo este ser um fator preditor para a dependência. Nesta vertente, alguns estudos consideram a sensação subjetiva de busca e/ou a auto-estima rebaixada, timidez, baixa confiança em si mesmo e baixa pró-atividade como outros fatores preditores para o uso abusivo da Internet.

- Critérios de dependência de Internet Apresentar, pelo menos, 5 dos 8 critérios abaixo descritos:

(1) Preocupação excessiva com a Internet

(2) Necessidade de aumentar o tempo conectado (on-line) para ter a mesma satisfação

(3) Exibe esforços repetidos para diminuir o tempo de uso da Internet

(4) Irritabilidade e/ou depressão

(5) Quando o uso da Internet é restringido, apresenta labilidade emocional (Internet como forma de regulação emocional)

(6) Permanece mais conectado (on-line) do que o programado

(7) Trabalho e as relações sociais ficam em risco pelo uso excessivo

(8) Mente aos outros a respeito da quantidade de horas conectadas

- Tipos de Dependência: E-mails, chats (salas de bate-papo), jogos on-line, compras, sites com conteúdo especifico (eróticos, de relacionamento, bolsa da valores, busca de informações e etc).

Uma pesquisa realizada no Reino Unido indica que trabalhadores britânicos desperdiçam em média dois dias de trabalho por mês com buscas inúteis na Internet.

A pesquisa da instituição YouGov diz também que 70% dos 34 milhões de internautas do país perde quase um terço do seu tempo online em buscas que não têm objetivo definido. Os homens seriam o grupo mais afetado pelo problema, que analistas de hábitos na internet batizaram com a sigla WILF, juntando as primeiras letras da frase "o que eu estava buscando?" em inglês ("what was I looking for").

Sexo e compras - Um terço dos internautas chegou a admitir que essas pesquisas inúteis chegaram a prejudicar o relacionamento com suas parceiras. Os maiores culpados pelos problemas identificados na pesquisa seriam os sites de compras e os de conteúdo sexual. "No entanto, o estudo mostrou que, embora as pessoas se conectem com algum objetivo, elas têm tantas ofertas e distrações online, que muitos se esquecem porque estão lá e para quê, e acabam surfando sem destino durante horas", disse Lloyd.

Veja as características de usuários graves de internet, que passam muito tempo e que podem ter dependência de internet:

Pessoas inteligentes e mentalmente muito ágeis Referem passar o "dia todo" conectados Pertencentes a todas as faixas etárias Apresentam depressão e/ou ansiedade Preferem as interações virtuais as reais Utilizam a internet como uma forma de expressão daquilo que realmente são e pensam (refúgio) Ciclo de amizades e de relacionamentos muito empobrecido Desenvolvem idiossincrasias na rede Vale a pena fazermos uma reavaliação do uso deste importante instrumento tecnológico, mas que tem feito muitas vitimas pelo seus excessos.

veja também