Família israelense diz que sobreviveu a ataque de mísseis em sua casa por milagre

Casa ficou completamente destruída pela explosão de foguete disparado às 5 horas da manhã.

fonte: Guiame, com informações do Jewish News

Atualizado: Quarta-feira, 27 Março de 2019 as 2:33

Casa em Moshav Mishmeret, no centro de Israel, atingida por um foguete disparado da Faixa de Gaza em 25 de março de 2019. (Foto: Noam Revkin Fenton/Flash90)
Casa em Moshav Mishmeret, no centro de Israel, atingida por um foguete disparado da Faixa de Gaza em 25 de março de 2019. (Foto: Noam Revkin Fenton/Flash90)

Uma família israelense credita a Deus sua sobrevivência depois que sua casa sofreu um impacto direto de um míssil de longo alcance disparado de Gaza nesta semana. Daniel Wolf disse que, embora a casa de sua família tenha sido destruída no ataque, “muitos milagres aconteceram” que acabaram por poupar sua família da morte.

“Estamos em estado de choque, mas o mais importante é que estamos todos bem”, disse Daniel a uma emissora local, enquanto estava recebendo atendimento médico. “Foi traumático. Após a explosão, houve silêncio, poeira e gritos. Destruição em todos os lugares”, contou.

A família, que vive em Mishmeret ao norte de Tel Aviv, diz que ouviu a sirene alertando sobre um ataque de foguete pouco depois das 5 horas da manhã na segunda-feira (25).

“Quando ouvi a sirene, corri e peguei minha filha mais velha, e então peguei minha esposa e minha filha mais nova e as arremessei para o abrigo”, disse Daniel. “Minha mãe estava entre o abrigo e a cozinha quando ouvimos uma enorme explosão seguida de silêncio... foi terrível”, lembrou.

O foguete voou desde o Gaza até pousar na casa da família Wolf. A força da explosão foi tão colossal que danificou várias casas nas proximidades, destroçando suas janelas e cortando a linha de gás, segundo o Jewish News Syndicate (JNS).

Daniel disse que seu pai e sua irmã estavam no quintal da frente quando o foguete atingiu o imóvel e, milagrosamente, não ficaram seriamente feridos.

“Foram muitos os milagres que vivemos”, atestou Daniel. Ele conta que sua mãe e filhas ficaram feridas, mas devem se recuperar totalmente. Sua tristeza é pelos dois cães da família que foram mortos.

Livramento

Daniel disse que normalmente ele estaria na cama naquele horário. No entanto, na noite anterior ao ataque, ele acabou adormecendo no sofá, uma sala com melhor acústica do que seu quarto, o que lhe permitiu ouvir a sirene e alertar os familiares.

Imediatamente ele acordou e despertou sua esposa, pais e filhas, pegando as meninas e correndo com sua esposa para o quarto seguro em sua casa.

A mãe de Daniel, Susan, não chegou à sala segura a tempo e sofreu os ferimentos mais graves da família.

“Quase perdi minha família”, disse Robert, o pai de Daniel, imigrante da Grã-Bretanha, que estava em pé observando os restos da casa destruída. “Se não tivéssemos chegado ao abrigo anti-bomba a tempo, eu estaria agora enterrando toda a minha família”, disse o patriarca.

Robert Wolf diz que sua esposa Susan, os dois netos, um de cinco meses e outro de dois anos de idade, o filho Daniel e sua esposa, e a filha caçula eram para estar mortos.

veja também