Israel é atacado por terroristas com mais de 250 foguetes em dois dias

As Forças de Defesa de Israel (IDF) diz que a Jihad Islâmica disparou mais de 250 foguetes contra Israel.

fonte: Guiame, com informações da CBN News

Atualizado: Quarta-feira, 13 Novembro de 2019 as 12:32

Mais de 250 foguetes já foram lançados contra Israel em menos de dois dias. (Foto: AP Photo)
Mais de 250 foguetes já foram lançados contra Israel em menos de dois dias. (Foto: AP Photo)

O grupo terrorista 'Jihad Islâmica', com sede em Gaza, retomou seu ataque contra civis israelenses na quarta-feira e continuou a lançar foguetes contra o Estado judeu após uma noite de silêncio e muita tensão.

As Forças de Defesa de Israel (IDF) diz que a Jihad Islâmica disparou mais de 250 foguetes contra Israel desde a manhã da terça-feira em retaliação pelo fato da IDF ter matado o líder do grupo terrorista, Baha Abu Al-Ata em um ataque aéreo de precisão.

A força aérea de Israel está respondendo com a destruição de alvos ligados à Jihad Islâmica na Faixa de Gaza.

"Continuamos atingindo a Jihad Islâmica depois de eliminar seu comandante sênior na Faixa", disse Netanyahu durante uma reunião de gabinete nesta quarta-feira (13). "Ele foi responsável pela maior parte dos ataques terroristas que emanavam da Faixa de Gaza no ano passado e planejava realizar mais ataques nos próximos dias".

"Seria melhor para a Jihad Islâmica entender que agora a mensagem está começando a ser passada", acrescentou Netanyahu. "Eles precisam entender que continuaremos atingindo-os sem piedade. Estamos determinados a lutar e nos proteger. Se eles pensaram que as barragens ou os ataques nos enfraqueceriam, estão errados".

O Ministério da Saúde, dirigido pelo Hamas em Gaza, relata que pelo menos 18 palestinos foram mortos nos ataques aéreos da IDF. O site 'Times of Israel' relatou que pelo menos 10 dos mortos eram membros de grupos terroristas.

A Jihad Islâmica considerou o assassinato de Al-Ata um ato de guerra e a ala militar da organização disse que sua resposta "não terá limites".

Na quarta-feira, o grupo terrorista lançou foguetes nas comunidades israelenses no sul de Israel, incluindo Ashkelon, Sderot, região de Shfela, Sha'ar Hanegev e Eshkol. Foguetes também foram disparados na área de Latrun, no centro de Israel. Latrun está localizado perto da cidade de Modiin, na estrada principal entre Tel Aviv e Jerusalém.

A IDF diz que o sistema de defesa antimísseis Domo de Ferro teve 90% de sucesso em interceptar os foguetes antes de pousar. Algumas casas sofreram ataques diretos e uma fábrica em Sderot foi atingida. Havia também uma falha em uma rodovia principal, onde um foguete ficou a alguns metros de atingir um carro.

O serviço de ambulâncias Magen David Adom (MDA) de Israel diz que atendeu 48 israelenses desde o início do lançamento de foguetes de Gaza na terça-feira (12).

23 pessoas foram atendidas com crise de ansiedade, enquanto outras 23 com ferimentos sofridos pela queda enquanto corriam para abrigos anti-bombas. O MDA relatou que duas vítimas foram levemente feridas por estilhaços de foguetes.

Uma menina de 8 anos sofreu um ataque cardíaco em um abrigo contra bombas na última terça-feira e permanece em estado grave. Um porta-voz da MDA disse que os médicos não têm certeza se o ataque cardíaco foi relacionado aos foguetes ou sirenes de alerta.

veja também