Mais de 1.000 judeus professam fé em Jesus durante reunião de evangelismo, na Ucrânia

Sid Roth realizou o evento para judeus em uma quadra da maior sinagoga da cidade.

fonte: Guiame, com informações da Charisma News

Atualizado: Quinta-feira, 19 Setembro de 2019 as 4:57

Sid Roth prega em Odessa, Ucrânia. (Foto: Reprodução/Sid Roth)
Sid Roth prega em Odessa, Ucrânia. (Foto: Reprodução/Sid Roth)

Mais de 1.000 pessoas predominantemente judias em Odessa, Ucrânia, se levantaram e fizeram uma profissão pública de fé em Jesus durante uma reunião de avivamento realizada pelo evangelista Sid Roth.

Roth, apresentador do programa de televisão “It's Supernatural!”, contou em entrevista à Charisma que uma paz sobrenatural inundou a sala enquanto ele pregava para a multidão.

"É inacreditável", diz ele. "Mil pessoas sentadas ali, não salvas, que estavam tão quietas que nem sequer se levantavam para ir ao banheiro. Desafio qualquer pessoa a falar com 1.000 judeus não salvos sobre Yeshua ou Jesus, o Messias e faça com que eles se sentem durante toda a palestra”.

O evangelista disse que após sua mensagem, no final da reunião, “a mesma glória que causa a milagres causou arrependimento e salvação".

Roth diz que milagres são comuns quando ele ensina multidões judias não salvas. Por um tempo, ele hesitou em compartilhar palavras de conhecimento desde o palco, porque não queria que as pessoas o vissem como curador, mas se concentrasse apenas em Deus. Mas quando ele começou a compartilhar as palavras que Deus lhe deu, ele assistiu o Espírito Santo fazer milagres.

"Eu digo: Se sua dor desapareceu ou o sintoma desapareceu totalmente, quero que você se levante”, prega o evangelista, que conta que entre 60% a 70% das pessoas, judeus não salvos, se levantaram instantaneamente e disseram terem sido curados.

“Quando a glória aparece, não é como impor algo às pessoas. Sou quase como um observador", diz.

Roth disse que cerca de mil pessoas compareceram à sua palestra sobre o sobrenatural em Odessa, que ocorreu a uma quadra da maior sinagoga da cidade. Ele contou que uma alta porcentagem da audiência foi instantaneamente curada durante o evento, e ele estima que, no final, quase 100% se levantaram e deram profissões públicas de fé.

"Você não lê sobre o povo judeu que vem ao Senhor nesses números em qualquer lugar, exceto no Novo Testamento", diz Roth. "É sem precedentes."

Esses tipos de números são tão surpreendentes, diz Roth, que vários crentes judeus em Jesus não acreditavam que Roth estivesse relatando a verdade.

"Eles realmente pensaram que eu estava mentindo", diz ele. "Então o que eles fizeram foi enviar pessoas para minhas reuniões. E eles descobriram que era verdade", contou.

Mas os cristãos não devem se surpreender com esse reavivamento entre os judeus, diz Roth. Afinal, ele diz, Smith Wigglesworth profetizou sobre uma maior glória que traria um número recorde de judeus à fé.

Wigglesworth acreditava que, como isso acontecesse, o reavivamento se espalharia por todo o mundo.

"Quando esses jovens chegam ao Senhor, esses judeus chegam ao Senhor, eles vão revolucionar o mundo", diz Roth. "Não posso chamá-lo de profecia, mas posso apenas dizer que sinto tão fortemente que a Ucrânia será uma nação cristã”.

"Hoje é o dia da salvação. Eu acredito nisso. Eu acredito que, quando essa maior glória se espalhar pelo mundo, todo o paradigma que conhecemos como igreja e cristianismo está prestes a mudar. Será mais próximo da Bíblia. do que o que é hoje. E uma das mudanças será que esses grandes milagres não serão por alguns homens e mulheres de Deus ungidos. O mínimo cristão vai operar nessa maior glória. Por quê? Porque Deus ama a humanidade", justificou.

veja também