Ex-morena do Tchan conta que Deus a libertou da depressão: “Sou um milagre vivo”

Débora Brasil conta que a fé e o amor próprio foram essenciais para vencer a luta contra a depressão e a síndrome do pânico.

fonte: Guiame, com informações do Extra

Atualizado: Segunda-feira, 16 Setembro de 2019 as 11:46

Débora Brasil falou sobre sua luta contra a depressão e a síndrome do pânico. (Imagem: R7 / Reprodução)
Débora Brasil falou sobre sua luta contra a depressão e a síndrome do pânico. (Imagem: R7 / Reprodução)

Neste mês a campanha “Setembro Amarelo” tem repercutido com força nas redes sociais, estimulando diversas pessoas a compartilharem seus testemunhos de superação da depressão e como se livraram do suicídio. Um dos relatos impactantes compartilhados recentemente foi o de Débora Brasil, que contou ao jornal ‘Extra’ sobre sua luta - e posterior vitória - sobre a depressão e a síndrome do pânico.

Há 20 anos longe da carreira que a deixou conhecida como “morena do Tchan”, Débora se dedica hoje ao seu ministério como pastora, missionária e apresentadora de um programa de notícias. A ex-dançarina também revelou que está com seu primeiro CD gospel em fase de produção.

Débora contou ao jornal que o ponto de virada foi ainda na época em que integrava o famoso grupo de axé. Ao final dos anos 90, ela foi diagnosticada com depressão grave, chegando a ficar bastante tempo calada.

“Cheguei a não falar mais, ficava em silêncio. Fui ajudada pelos meus familiares para tomar banho e me alimentar, porque não me mexia”, contou.

A missionária creditou a Deus a vitória na luta contra os males que sofreu naquela época.

“Mas Deus me curou da depressão e da minha síndrome do pânico. Melhorei com as orações. Pouco mais de um ano depois virei missionária. Sou um milagre vivo”, acrescentou.

Superada a difícil fase da depressão, Débora contou que hoje sabe a importância também do amor próprio no tratamento da doença.

“Eu me cuido. Sou mulher e a gente tem esse cuidado especial, gosto de maquiagem e de moda, nada exagerado. Mas a gente não pode ser escrava dessa vaidade. É uma questão de autoestima. Não faço para os outros, faço para mim. Como eu vou amar o próximo se eu não me amar? Me arrumar faz parte do amor próprio”, explicou.

Novos projetos

Atualmente, Débora tem investido nos múltiplos talentos que descobriu que nos últimos anos. Ela passou a integrar ao lado do jornalista Helton Carvalho, o programa “Na lente”, focado em entretenimento. Além do trabalho na TV transmitido para seis estados, ela também comanda seu próprio canal no YouTube.

veja também