Piscinas construídas no tempo de Jesus serão restauradas, em Israel

Três antigas piscinas que forneciam água para Jerusalém na época de Jesus Cristo serão restauradas com um financiamento de 750 mil dólares pelos Estados Unidos.

fonte: Guiame, com informações de Christian Today

Atualizado: Quarta-feira, 11 Outubro de 2017 as 1:19

Piscinas de Salomão localizadas próximo a Belém, na Cisjordânia. (Foto: Wikimedia Commons)
Piscinas de Salomão localizadas próximo a Belém, na Cisjordânia. (Foto: Wikimedia Commons)

Três antigas piscinas que forneciam água para Jerusalém na época de Jesus Cristo serão restauradas com um financiamento de 750 mil dólares pelos Estados Unidos.

Localizadas próximo a Belém, na área da Cisjordânia ocupada por Israel, as piscinas foram construídas na época do nascimento de Jesus e foram as principais fontes de água para Jerusalém, de acordo com o Instituto de Estudos da Palestina (IPS, na sigla em inglês).

O estudo mostrou que o primeiro aqueduto que alimentou as piscinas foi construído pelo rei Herodes entre 37 e 4 a.C. As piscinas caíram em desuso por 2 mil anos desde então e apenas duas delas possuem água.

Desde 1993, pelo menos seis pessoas morreram afogadas nas piscinas, que não são monitorados, de acordo com a IPS. Nesta terça-feira (10) o Consulado dos EUA em Israel anunciou o fornecimento de US$ 750 mil (equivalente a R$ 2,3 milhões) para reformas e espera que as piscinas se tornem parte do turismo na Cisjordânia.

“Este projeto é mais do que proteger a história. Se trata de proteger as vidas e os meios de subsistência das pessoas que vivem aqui hoje”, disse o cônsul geral dos EUA, Donald Blome.

A concessão surge enquanto a administração do presidente norte-americano Donald Trump tenta alavancar o processo de paz ​​e apoio econômico entre palestinos e israelenses.

“Trump deixou claro que um elemento necessário para a conquista da paz seria liberar todo o potencial da economia palestiniana”, disse Blome.

George Bassous, gerente geral das Piscinas de Salomão, disse que o local tinha sido negligenciado no passado. “A importância deste local decorre do fato de que ele tem fornecido água para Jerusalém há séculos, por isso é nosso dever protegê-lo e restaurá-lo”.

veja também