Cristãos chineses convivem com policiais em tempo integral na porta de suas casas

Regime comunista também instala câmeras para controlar a vida pessoal dos cristãos.

fonte: Guiame

Atualizado: Quinta-feira, 29 Agosto de 2019 as 2:32

Policial chinês colocado para vigiar casa de cristão. (Foto: Reprodução/Facebook)
Policial chinês colocado para vigiar casa de cristão. (Foto: Reprodução/Facebook)

A Igreja Early Rain Covenant Church postou em seu Facebook uma fotografia de policial chinês destacado para vigiar o apartamento de um membro da igreja em tempo integral.

A operação é autorizada e administrada pelas autoridades locais, como política do regime comunista de “acompanhar a vida dos cristãos”, grupo que tem sido o mais perseguido pelo Partido Comunista Chinês, que promove fechamentos e demolições de prédios de igrejas, torturas e prisões de cristãos e uma série de ações para impedir que o cristianismo seja praticado no país.

Nas últimas semanas, as autoridades chinesas voltaram a aumentar a pressão da perseguição religiosa sobre os membros do Early Rain.

Muitas famílias foram despejadas recentemente de suas casas por autoridades que pressionam os proprietários. Quando essas pessoas se mudam para outros imóveis, enfrentam outra vez o mesmo problema, sendo obrigadas a saírem do local.

Essa perseguição individual começa a tomar grande proporção na China, com pessoas enfrentando grande vigilância em suas vidas cotidianas.

Um membro da igreja compartilhou recentemente diversas fotos com policiais vigiando as casas dos crisãos: eles ficam sentados na porta da casa pessoa.

Um guarda em tempo integral acabou de ser colocado do lado de fora do apartamento e uma câmera de segurança foi instalada do lado de fora da porta.

Segundo suas informações, nenhum outro apartamento em seu prédio tem câmeras de segurança do lado de fora de suas portas porque seus habitantes não são cristãos.

veja também