Cristãos são atacados por radicais em festa de aniversário do filho de um pastor, na Índia

Em 1º de março, uma turba de 25 membros do Bajrang Dal atacou uma reunião de cristãos na vila de Bilkondi.

fonte: Guiame, com informações da ICC

Atualizado: Quarta-feira, 10 Março de 2021 as 8:56

Igreja cristã na vila de Bilkondi, na Índia. (Foto: Reprodução / ICC)
Igreja cristã na vila de Bilkondi, na Índia. (Foto: Reprodução / ICC)

Três cristãos, incluindo dois pastores, foram hospitalizados após um ataque brutal de ativistas Bajrang Dal no sul da Índia. Os extremistas atacaram depois que os cristãos se reuniram para comemorar o aniversário do filho de um pastor.

Em 1º de março, uma turba de 25 membros do Bajrang Dal atacou uma reunião de cristãos na vila de Bilkondi, localizada no estado indiano de Karnataka. Os religiosos de linha dura invadiram a casa de um cristão onde a festa de aniversário do filho do pastor Sadashiv Raju estava acontecendo.

De acordo com as vítimas, os ativistas do Bajrang Dal trancaram a porta da casa por dentro para garantir que ninguém pudesse escapar. Os extremistas então atacaram fisicamente os cristãos.

“Tentei me defender enquanto seis pessoas constantemente davam socos em todo o meu corpo”, disse o pastor Raju ao International Christian Concern (ICC).

“Eles espancaram minha esposa enquanto ela tentava me resgatar das mãos dos bandidos. Ela estava gravemente ferida e traumatizada. Ela mudou para a casa de seus pais para se manter longe do que aconteceu depois do incidente", relatou.

Acusações falsas

O pastor Raju lidera uma igreja pentecostal indiana no vilarejo de Bilkondi nos últimos 12 anos. Ele relata que os ativistas do Bajrang Dal o acusaram falsamente de se envolver em conversões religiosas ilegais como justificativa para o ataque de 1º de março.

“Nunca forcei ninguém a se converter ou mudar de religião”, disse o pastor Raju ao ICC. “Se as pessoas me procuram com necessidades, oro por elas. Às vezes, eles são curados e querem frequentar a igreja.”

Como resultado do ataque, seis cristãos, incluindo um cego, ficaram feridos. Três desses cristãos precisaram ser hospitalizados e foram levados a um hospital particular na cidade de Gokak. Os ativistas do Bajrang Dal também danificaram instrumentos musicais, equipamentos elétricos, uma geladeira e um sofá.

Os cristãos apresentaram uma queixa formal à polícia local, no entanto, nenhuma ação foi supostamente de iniciativa dos policiais. Na verdade, a turba que atacou a festa de aniversário passou a atacar uma segunda reunião cristã e espancar o pastor de uma Igreja da Assembleia de Deus.

“Este foi um ataque cruel aos cristãos”, disse um cristão local à ICC. “A ilegalidade é completa e os agressores são encorajados pelo governo pró-hindu no estado. Não há proteção para os cristãos e temos medo até de comemorar um aniversário com amigos”.

O governo do estado de Karnataka é atualmente liderado pelo Partido Bharatiya Janata (BJP). Recentemente, os líderes do BJP anunciaram sua intenção de promulgar uma lei anticonversão em Karnataka. Os cristãos locais temem que a promulgação desta lei controversa encoraje ainda mais os fanáticos religiosos e leve a mais ataques aos cristãos.

veja também