“Não deixaremos Jesus aconteça o que acontecer", diz mulher após igreja invadida na Índia

Cristãos indianos são espancados, mas continuam cultuando após invasão e destruição de suas igrejas.

fonte: Guiame, com informações do International Christian Concern

Atualizado: Segunda-feira, 11 Março de 2019 as 2:16

Mulheres cristãs oram a Deus por causa de perseguição na Índia. (Foto: Reprodução/Índia Gospel)
Mulheres cristãs oram a Deus por causa de perseguição na Índia. (Foto: Reprodução/Índia Gospel)

Ashok Vachan relatou à International Christian Concern (ICC) que ficou apavorada por um momento, quando viu um grupo de pessoas com varas de madeira furiosamente entrando na igreja onde ela congrega. A mulher frequenta o Centro do Evangelho da Igreja de Deus (CGGC), localizado na aldeia de Karkeli, no estado indiano de Chhattisgarh, no norte da Índia.

Ashok e sua família chegaram à fé em Jesus depois que um membro da família foi milagrosamente curado há três anos. Eles têm frequentado fielmente o CGGC desde então.

No domingo, 3 de fevereiro, um grupo invadiu o prédio e começou a espancar os fiéis, incluindo mulheres e crianças. Enquanto Ashok estava machucada nas costas e no peito, ela conta que sua pior dor foi ao ver sua mãe, pai e irmã sendo feridos. Seu pai ficou inconsciente e a mão esquerda de sua mãe foi quebrada.

Ela relatou que, embora os membros da igreja estivessem aterrorizados durante o ataque violento, Deus lhes deu força para suportá-lo. Os agressores advertiram a congregação que eles não deveriam mais participar dos cultos da igreja. No entanto, os membros da igreja se reuniram para o culto novamente no domingo seguinte.

“Nada pode nos separar do nosso Deus, e nós não vamos deixar Jesus, não importa quais sejam as consequências”, declarou Ashok.

 “Este incidente nos fez mais fortes em nossa fé, e nós não vamos voltar, mesmo que coisas piores aconteçam.”

Cristãos em Chhattisgarh têm enfrentado maior perseguição nos últimos anos. Com as eleições nacionais em abril e maio, um aumento na violência contra os cristãos está sendo sentido em todo o país.

 

veja também