Orações de professora por corredores de escola leva a ministério 'Bíblias nas escolas'

Uma professora na Virginia (EUA) criou o movimento “Bíblias nas Escolas”, que atua também em outros países.

Fonte: Guiame, com informações da CBN NewsAtualizado: quinta-feira, 6 de janeiro de 2022 17:23
A professora Hannah Sailsbury leva Bíblias a escolas públicas. (Foto: Bibles in Schools)
A professora Hannah Sailsbury leva Bíblias a escolas públicas. (Foto: Bibles in Schools)

O que começou com uma caminhada de oração em uma escola pública se tornou um ministério. Através do movimento “Bíblias nas Escolas”, uma professora está conectando alunos à Palavra de Deus.

Hannah Sailsbury, uma professora na Virginia (EUA), começou a sentir o desejo de doar Bíblias a bibliotecas nas escolas. Ela acredita que isso é fruto de oração.

“Comecei a orar pela nossa escola. Quando passava por cada janela da escola, orava pelos meus colegas de trabalho citando cada nome”, disse Sailsbury à CBN News. “E eu orava pelos alunos que entravam no prédio.”

Ela lembra que, certo dia, fez uma oração específica “para que o nome de Jesus fosse mencionado nas salas de aula e corredores de nossa escola”. Seu pedido foi atendido muito além do que ela imaginava.

Assim nasceu a organização “Bibles in Schools”, em português “Bíblia nas Escolas”, fundada por Sailsbury.

Sua organização forneceu Bíblias para mais de 1.500 bibliotecas escolares em 43 estados americanos. Além disso, a Bibles in Schools também alcançou seis países fora dos EUA. 

“Há um pastor na África do Sul que ouviu falar sobre a Bibles in Schools em uma entrevista do Clube 700. E ele disse: 'Eu queria começar onde moro'”, explicou ela. “Ele começou a doar para uma biblioteca pública, uma pré-escola e outra escola.”

Necessidade de Bíblias

O projeto tem apenas dois anos, mas os pedidos de novas Bíblias continuam crescendo devido a demanda, afirma Sailsbury. A necessidade tem sido tão grande que ela se demitiu do cargo de professora para trabalhar em tempo integral com o Bibles in Schools.

“Eu nunca imaginei estar em tempo integral com isso. Eu fiz isso porque vi Deus se movendo, eu vi Ele trabalhando”, Sailsbury compartilhou. “Eu sabia que tinha que ser obediente ao que Ele havia chamado em minha vida, e isso é o que Ele queria que eu fizesse. Eu pude ver a necessidade!”


A professora Hannah Sailsbury leva Bíblias a escolas públicas. (Foto: Bibles in Schools)

Outro país onde alguém se inspirou no projeto de Sailsbury é o Quênia. Uma mulher chamada Abijah, uma dona de casa, entrou em contato com a professora americana, que conseguiu uma parceria com a Sociedade Bíblica local.

“Doamos 50 Bíblias para os alunos que ela ensina em um programa pós-escola”, celebra.

Depois que recebem as Bíblias, as crianças passam a compartilhar as Boas Novas umas com as outras. “Mostrei isso aos meus primos e amigos quando eles vieram me visitar", disse Brooklynn Ashley. 

“Eu perguntei se alguém queria ler a Bíblia comigo, e um dos meus amigos disse sim”, compartilhou Trystan Gaster. 

Sailsbury conclui: “A Bíblia é uma Palavra viva e ativa, então apenas coloque a Bíblia nas mãos das pessoas, e Deus fará Sua obra e operará por meio de Sua Palavra”.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições