Pastor inicia ministério nas aldeias da África para formar líderes: “Missões é obediência”

O pastor Claudio Cezar Soares falou ao Guiame sobre o trabalho do Projeto Barnabé, que faz o complemento dos seminários bíblicos promovidos pela Missão Mãos Estendidas.

fonte: Guiame, Luana Novaes

Atualizado: Terça-feira, 18 Junho de 2019 as 9:32

O trabalho missionário não se resume a ações pontuais de ajuda humanitária, mas precisa de um discipulado contínuo. Foi com essa visão que o pastor Claudio Cezar Soares deixou 24 anos de ministério à frente de uma igreja para formar líderes nas aldeias da África.

Com mestrado em Missiologia e um ministério consolidado na Igreja Presbiteriana Renovada, o pastor Claudio fundou o Projeto Barnabé para fazer a extensão dos seminários bíblicos realizados pela Missão Mãos Estendidas (MME) em países como Moçambique, Malawi, Zimbábue e Zâmbia.

O Seminário Bíblico Intensivo da MME é realizado a cada seis meses com pastores de diversas aldeias africanas, durante cinco dias. No intervalo entre os seminários, o Projeto Barnabé promove retiros, discipulado e mentoria aos líderes africanos.

“Nós trabalhamos com pastores de aldeias — pessoas que se nós, através da graça de Deus, não olhássemos para eles, outros não iriam olhar”, disse Soares ao Guiame. “Além de dar a capacitação e conhecimento, nós também damos valorização humana. Estamos mostrando a importância deles para o Reino e principalmente para seu próprio povo”.

Soares tem experiência não só no campo missionário da África, mas também no Brasil, com povos indígenas. Para ele, as missões nestes dois contextos apresentam desafios particulares.

“Cada povo tem uma cultura e uma forma de se trabalhar. A gente faz missão transcultural dentro do próprio Brasil. É diferente na questão de que, na África, você está em um país novo. No Brasil você está dentro do seu país, mas quando você entra em uma etnia indígena, é o mesmo desafio no que se refere à pregação do Evangelho, principalmente na formação de líderes nativos, que é o foco do nosso trabalho”, explica.


Pastor Claudio Cezar Soares ministrando pastores africanos através do Projeto Barnabé. (Foto: Reprodução/Facebook)

Um projeto para “acreditar”

Barnabé foi escolhido para dar nome ao projeto por causa de sua importância na vida de líderes da igreja primitiva, como o apóstolo Paulo e João Marcos, conforme descrito em Atos dos Apóstolos.

“No momento em que ninguém acreditava em Paulo, Barnabé acreditou, o levou para Jerusalém e o apresentou aos líderes em Jerusalém. Quando Paulo não acreditava em João Marcos, Barnabé acreditou e caminhou com ele”, explica Soares. “Nós acreditamos na liderança africana e aqui estamos trabalhando porque cremos que, a longo prazo, nós colheremos frutos maravilhosos do nosso trabalho”.

A captação de recursos do Projeto Barnabé acontece, principalmente, através de parcerias com igrejas, empresários e pessoas que fazem doações para as viagens missionárias da equipe, que também tem custos com a realização de retiros e discipulados.

“Não é só o sustento da minha família. São as viagens, as estadias. O projeto Barnabé precisa de parcerias para que possamos trabalhar com mais tranquilidade, tendo esse suporte financeiro para estarmos aqui”, explica o pastor.

Soares afirma que “missões estão no coração de Deus, mas também têm que estar no coração” de cada pessoa.

“Missões para mim é obediência. É obedecer o que Deus disse e cumprir a missão que Jesus confiou a nós e, assim, levarmos o Evangelho a quem Deus mais valoriza, que são os seres humanos que precisam conhecer essa mensagem”, finaliza.

Como ajudar?

Para enviar doações ao Projeto Barnabé, utilize os seguintes dados bancários:

Opção 1

Bradesco
Agência: 5707
Conta Corrente: 16226-4
Título da conta: Claudio Cezar Soares

Opção 2

Banco do Brasil  
Agência: 0618-1
Conta Corrente: 60.242-6
Título da conta: Claudio Cezar Soares

Opção 3

Caixa Econômica Federal
Agência: 3863
Operação: 013
Conta: 00005209-7
Título da conta: Claudio Cezar Soares

Informações complementares:

E-mail: [email protected]
WhatsApp: (63) 99983-1777
Facebook: Claudio Cezar Soares

veja também