Tribos indígenas nos EUA experimentam avivamento com curas e conversões

Comunidades inteiras, antes devastadas pelo vício e violência, estão sendo transformadas pelo poder do Espírito Santo.

Fonte: Guiame, com informações da CBN NewsAtualizado: quinta-feira, 3 de fevereiro de 2022 15:22
Aldeias indígenas estão sendo transformadas pelo poder do Espírito Santo. (Foto: Facebook/Arrow Creek International Ministries).
Aldeias indígenas estão sendo transformadas pelo poder do Espírito Santo. (Foto: Facebook/Arrow Creek International Ministries).

Tribos indígenas, nos Estados Unidos, estão vivendo um avivamento espiritual, transformando comunidades inteiras, antes devastadas pelo vício e violência. Cura, conversão e libertação têm sido testemunhados no meio dos nativos americanos.

O casal cristão Donna e Russell Stands-Over-Bull, membros da tribo Crow, em Montana, relataram que os indígenas têm enfrentado muitos problemas sociais, como o abuso de drogas, o desaparecimento e assassinato de mulheres nativas e o impacto da pandemia da Covid-19. Mas, agora, Deus está transformando as tribos com o poder do Espírito Santo.

“Podemos sentir os rumores do avivamento, e quando digo avivamento quero dizer que os corações das pessoas se voltam para Deus”, disse Donna à CBN News.

"Temos tido reavivamentos de cura na igreja online. Deus tem curado pessoas através da mídia social. As pessoas estão entregando seus corações ao Senhor", explicou Russell.

Donna e Russell são pastores da igreja online indígena Arrow Creek TV e-church. Segundo eles, o Senhor os chamou para criar a comunidade cristã em 2018. “Nós nem conseguíamos compreender como isso seria, mas Deus colocou isso em nossos corações e começamos a estabelecer a Arrow Creek TV”, contou Russell.

"E os adolescentes começaram a vir para a igreja, e estou tão orgulhoso da minha congregação. Temos cinco continentes representados. Provavelmente representamos a maior igreja da comunidade indiana nos EUA”. 

O reavivamento que a tribo Crow está vivendo hoje é fruto e tem raízes no grande avivamento da Rua Azusa, em Los Angeles. A mãe de Russel, Sharon Stands-Over-Bull, que também é pastora e anciã da Crow, lembrou que sua avó participou do movimento pentecostal, em 1906.

“Enquanto eles estavam lá, tiveram o privilégio de receber o Espírito Santo e voltaram para a Reserva Crow, proclamando que Deus é o Senhor da Tribo Crow”, falou Sharon.

"Comunidades inteiras foram tocadas pelo fogo do Espírito Santo, e os Crows acabaram se tornando conhecidos em toda a comunidade indígena como o centro do Pentecostes. Esta foi a capital do Pentecostes, e ainda é considerada por muitas tribos vizinhas”, explicou Russell.

Jesus Cristo é o Senhor da tribo


Placa na tribo Crow, escrito: "Jesus Cristo é o Senhor da Nação Crow". (Foto: Reprodução/CBN News).

A tribo Crow declarou oficialmente que sua comunidade pertence a Jesus, os líderes fizeram uma placa, escrito: "Jesus Cristo é o Senhor da Nação Crow". Além disso, os nativos também hasteiam a bandeira de Israel, ao lado do letreiro.

Em 2013, a tribo aprovou uma resolução legislativa "para honrar a Deus por suas grandes bênçãos sobre a tribo Crow e proclamar Jesus Cristo como Senhor da Reserva Indígena Crow". 

“Hoje, há ministérios em toda a reserva, e as pessoas foram salvas e curadas. Então, estou tão feliz que, na minha vida, fiz parte disso, e ainda está em andamento", declarou Sharon.

Na reserva indígena Blackfeet, em Montana, a nativa Windy Cross Guns é um dos vários testemunhos vivos do avivamento. Ela era viciada em metanfetamina e teve sua vida e família transformada, após encontrar Jesus e ser liberta da dependência química. 

“Eu apenas olhei para o céu e pedi a Deus para me ajudar”, lembrou ela. “Amigos e colegas viciados na aldeia viram minha recuperação e creram no que eu acredito agora. Toda a minha família se converteu, eles são cristãos pentecostais também”, testemunhou Windy.

 

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições