Após receber profecia sobre conversão de muçulmanos, pastor lidera maior igreja do Azerbaijão

Se passaram 22 anos após a profecia que Sari Mirzoev recebeu de Deus. Hoje, a “Love Baptist Church” é a maior igreja evangélica do Azerbaijão.

fonte: Guiame, com informações do CBN News

Atualizado: Quinta-feira, 2 Março de 2017 as 12:37

Sari Mirzoev aceitou Cristo enquanto frequentava uma congregação russa. Na época, não havia uma única igreja para o povo do Azerbaijão. (Foto: Reprodução).
Sari Mirzoev aceitou Cristo enquanto frequentava uma congregação russa. Na época, não havia uma única igreja para o povo do Azerbaijão. (Foto: Reprodução).

Até seu colapso em 1991, 15 países constituíram a União Soviética. Entre eles está o Azerbaijão. É um país esmagadoramente muçulmano onde a liberdade de praticar qualquer outra fé muitas vezes é proibida.

Um pouco menor que o Maine, o Azerbaijão é o 93º maior país do mundo. A capital, Baku, é uma metrópole próspera e moderna, graças em grande parte à riqueza petrolífera do país. Ao mesmo tempo, o Azerbaijão produziu mais da metade do suprimento mundial de petróleo.

Agora, 26 anos depois de ganhar a independência, o governo está tentando derramar seu passado comunista em troca de laços mais estreitos com o oeste. O Azerbaijão abriga cerca de 9 milhões de pessoas. A maioria deles são muçulmanos.

Os muçulmanos se voltam para Cristo

Ninguém sabe ao certo o número exato, mas as estimativas são de que apenas 10 mil são cristãos evangélicos. Sari Mirzoev deve saber mais sobre isso. "Eu fui a primeira pessoa azeri (do Azerbaijão) a aceitar Cristo", disse ele à CBN News.

Em 1991, pouco depois do colapso soviético, Sari Mirzoev tornou-se o primeiro muçulmano azeri a se converter ao cristianismo. "Ninguém entendeu porque eu fiz isso, mas enquanto Deus trabalhava em minha vida, eu percebi que todos à minha volta estavam espiritualmente mortos", comentou.

Ele aceitou Cristo enquanto frequentava uma congregação russa. Na época, não havia uma única igreja para o povo do Azerbaijão. "Todos os crentes que eu conhecia eram russos", ressaltou.

Mirzoev diz que em 1995, Deus lhe deu uma palavra profética de que os muçulmanos do Azerbaijão viriam a Cristo como resultado de seu testemunho. "O Senhor disse que, embora a igreja naquela época fosse formada principalmente por pessoas russas, em breve elas seriam preenchidas pelo povo azeri, e o Senhor faria isso por mim".

Hoje, 22 anos após a profecia, ele lidera a maior igreja evangélica azeri no país chamada “Love Baptist Church”. Mirzoev convidou a CBN News para assistir a um culto de sexta-feira ao meio-dia. A maioria dos que estão presentes são convertidos muçulmanos. "Às vezes temos até 30 a 40 pessoas que aceitam Cristo como seu Salvador pessoal em um único culto", pontua.

Um clima difícil para os cristãos

Estabelecer esta igreja não foi fácil. Enquanto a constituição permite a liberdade religiosa, os cristãos e outros missionários que rotineiramente se engajam no evangelismo, enfrentam alguma forma de intimidação. Mirzoev diz que as leis religiosas aprovadas nos últimos anos tornaram mais difícil o registro de uma igreja, imprimir literatura cristã e professar sua fé abertamente.

Alan Bedoev trabalha com uma rede de igrejas domésticas não registradas fora da capital. "Não seria possível para ninguém compartilhar efetivamente o Evangelho sem a sabedoria de Deus sem a ajuda do Espírito Santo", disse Bedoev, que trabalha com a Missão Eurasia, com sede em Illinois, uma organização que equipa jovens líderes de igrejas em 13 países do mundo.

Confira a reportagem da CBN News (em inglês):

veja também