Com apenas nove anos, menina é curada de tumor no coração

Com apenas nove anos, menina é curada de tumor no coração

Atualizado: Quarta-feira, 27 Abril de 2011 as 10:14

Há 10 meses, a comerciante Lucimar Evangelista Almeida, de 41 anos, aguardava ansiosa pela homenagem do dia das mães preparada pela filha Rhayssa (foto acima), de 8 anos, organizada pela Escola Bíblica Infanto-Juvenil (EBI), do Cenáculo do Espírito Santo de Brasília. Quando, minutos antes da apresentação, Rhayssa desmaiou. E, levada ao médico, foi diagnosticada com um mixoma atrial no lado esquerdo, isto é, um tumor dentro do coração.  Para surpresa ainda maior dos pais, os exames comprovaram que o tumor já havia tomado 30% do órgão. “A médica me aconselhou a fazer uma cirurgia o mais rápido possível, porque ela poderia sofrer um desmaio e não voltar mais. Ela encaminhou a menina para o hospital do coração”, recorda.

Segundo Lucimar, foi uma das piores notícias da vida dela. “Perdemos o chão. Porque fizemos os exames achando que daria um resultado negativo. A médica disse que havia apenas 5% de chances de ela escapar com vida da cirurgia e, se isso acontecesse, teria que usar marcapasso e o máximo que sobreviveria seria até os 15 anos. Então, mesmo que sobrevivesse, estava condenada à morte”, relata.

Era época da Fogueira Santa e Lucimar se lançou no sacrifício. “Corríamos contra o tempo e não tinha tratamento. Isso foi numa quinta-feira e o propósito terminava no domingo. Fui embora, mas não consegui dormir. À noite, chorava, orava, abraçava minha filha, pois sabia que poderia perdê-la a qualquer momento. Precisava usar a fé e fazer algo para impedir, tinha de fazer um perfeito sacrifício", conta.

Depois que subiu no altar para entregar o voto que havia feito com Deus, Lucimar creu tanto na resposta que disse: ‘Meu Deus, esse altar é a mesa de cirurgia da minha filha. Subo com ela com esse tumor enorme, mas eu desço com a minha filha curada. Ela não vai passar nem por cirurgia. ’ Dezesseis dias depois, ela repetiu o mesmo exame com outra médica, que disse não haver nada. Rhayssa foi totalmente curada.

Batismo com o Espírito Santo Recentemente, no propósito do Jejum de Daniel, Rhayssa, agora com 9 anos, teve a maior experiência espiritual que o ser humano pode ter. Ela foi batizada com o Espírito Santo no 18° dia do propósito participando diariamente da oração com o bispo Macedo, pela rádio. Dias antes, ela tinha deixado um comentário no Blog do bispo, falando da sede que nutria dentro de si, e como estava sacrificando para receber esse selo.

Durante os 21 dias, ela deixou de assistir tevê, de acessar a internet e até mesmo de ir a uma festinha da amiguinha porque queria ser revestida pelo Espírito de Deus. “Foi muito especial esse dia. Coloquei minha mão no rádio junto com o bispo Macedo, glorifiquei a Deus dizendo: ‘Aleluia’, e logo depois comecei a falar em outras línguas. Recebi o Espírito Santo. Ah que dia! Agora estou mais tranquila e feliz”, resume.

Lucimar conta como se sentiu ao ver que a filha recebeu o maior presente: o Espírito Santo. “Sinto-me muito feliz. A cura dela foi um milagre. Mas a felicidade maior foi ver minha filha, de apenas 9 anos, ter o privilégio de receber o Espírito do próprio Deus”, declara.

O dia 17 de abril de 2011 foi um dia especial e ficará marcado na vida de milhões de pessoas que participaram deste propósito de fé, no Brasil e no mundo. Nesses dias muitas crianças, como Rhayssa, receberam o selo de Deus, fazendo se cumprir mais uma vez a Palavra de Deus que diz: “Ouves o que estes estão dizendo? Respondeu-lhes Jesus: Sim, nunca lestes: da boca dos pequeninos e crianças de peito tiraste o perfeito louvor?" (Mateus 21.16)  

veja também