“Curar os enfermos não é um ministério, é uma ordenança de Cristo”, diz pastor Denardi

Segundo o pastor Geraldo Denardi, orar pela cura dos doentes não é exclusividade para alguns, mas uma ordenança de Jesus Cristo para todos os seus seguidores.

fonte: Guiame, Luana Novaes

Atualizado: Sexta-feira, 2 Fevereiro de 2018 as 1:46

 

Orar pela cura dos doentes não é exclusividade para alguns, mas uma ordenança de Jesus Cristo para todos os seus seguidores, de acordo com o pastor Geraldo Denardi, líder na Igreja do Evangelho Quadrangular e fundador do ministério Íntimo do Pai.

“Curar os enfermos não é ministério, é ordenança. Jesus deu ordem aos seus discípulos: ‘Cure os enfermos, expulse os demônios’. Por isso, a manifestação das curas e sinais se deu antes do dia de Pentecostes. Porque nem todos receberão o dom de cura, mas todos terão autoridade para curar”, disse ele em entrevista ao Guiame.

Embora a cura divina seja considerada um direito de todos os cristãos, muitas igrejas não testemunham com frequência a manifestação de milagres. De acordo com Denardi, a razão da ausência de curas pode estar na falta de fé.

“Os sinais seguirão os que creem. Essa é a chave: crer”, ressalta o pastor. “Quantas pessoas estão dentro de suas igrejas, mas não creem verdadeiramente? Não tem uma atitude de convicção? [Isso acontece] porque a Palavra não está viva em seu coração”, explica.

“Deus não opera por necessidades ou emoções, Deus opera por Sua Palavra. Dentro das igrejas, muitas pessoas não têm contato com a Palavra, não a amam e nem meditam nela. Por isso, se torna algo muito superficial”, Denardi acrescenta.

Em mais de 40 anos de ministério, Denardi tem se dedicado a despertar jovens e adolescentes para se aprofundarem na dimensão do sobrenatural de Deus. “Eu creio que todos podem se mover nos dons, porque são presentes do Rei para que a Igreja possa cumprir o seu propósito. Quando eu falo de Igreja eu não falo do sistema, mas sim do Corpo de Cristo”, esclarece.

Curados para curar

Dentro do ministério Íntimo do Pai, há mais de 9 anos, a “Escola de Cura” oferece 12 níveis de ensino que equipam os cristãos com fundamentos bíblicos a respeito dos dons do Espírito Santo, vida de oração e intimidade com Deus.

No entanto, o ensino não fica apenas no campo da teoria, mas também avança para a prática. “Quando as pessoas são ensinadas e têm essa experiência profunda com a manifestação visível da presença de Deus, nós canalizamos essa unção e vamos impactar os lares”, explica Denardi.

Um dos grandes exemplos disso aconteceu no interior de Goiás, quando mais de 900 líderes de célula se espalharam pelas ruas depois de aprenderem os princípios na escola. “Em uma hora e meia, nós alcançamos 18 mil pessoas”, conta o pastor.

“Jesus é Rei e precisa de um território para reinar. O território que Ele escolheu é o seu coração. Quando você abre o seu coração para que o Reino de Deus se estabeleça na sua vida, Ele vai enviar um cidadão ilustre para habitar em você, que é o Espírito Santo. É no relacionamento diário e contínuo com o Espírito Santo que os dons vão se manifestar”, conclui.

veja também