“Deus enviará brasileiros não como órfãos, mas como filhos”, diz Heidi Baker no The Send

Heidi Baker, do ministério Iris Global, falou sobre o espírito de orfandade através de seu testemunho no The Send Brasil.

fonte: Guiame, Luana Novaes

Atualizado: Segunda-feira, 10 Fevereiro de 2020 as 11:40

Heidi Baker em ministração no The Send Brasil, no Estádio do Morumbi. (Foto: Reprodução/The Send)
Heidi Baker em ministração no The Send Brasil, no Estádio do Morumbi. (Foto: Reprodução/The Send)

A missionária Heidi Baker compartilhou um testemunho de sua infância em ministração no The Send no último sábado (8), no Estádio do Morumbi. “Eu nunca contei essa história antes”, disse na ocasião.

“Eu cuidei de órfãos por muitos anos, mas com o espírito de orfandade. Sim, eu era cristã, sim eu tinha recebido Jesus como meu Salvador, mas eu não entendia o espírito de adoção”, explicou. 

Aos 12 anos de idade, a mãe de Heidi Baker se enfureceu com ela ao ponto de dizer: “Você vai entrar no carro agora, vamos subir uma montanha e eu vou matar a mim e a você ao mesmo tempo”, contou a missionária.

“Sabe por que minha mãe queria me matar? Porque eu pedi um cavalo preto, porque eu gosto de andar a cavalo. Eu entrei no carro e fiquei com muito medo. Eu não conhecia a Jesus, mas eu pedi ajuda a Deus. Eu achei que eu ia morrer”, disse ela. 

Heidi disse que sua família aparentava ser boa, diante dos padrões humanos. Eles eram bem sucedidos profissionalmente, tinham uma boa condição financeira, mas não conheciam o amor de Jesus.

“Quando nós chegamos na montanha, minha mãe parou e começou a chorar. Eu saí do carro com grande rancor, dizendo para mim mesma que eu não teria mais amor pela minha família”, lembra Heidi.

Quando Heidi entregou sua vida para Jesus, Deus a ensinou a perdoar sua família. Então ela deixou o passado para trás e levou a mensagem de amor e graça para sua mãe.

“Minha mãe estava cheia de demônios. Então eu disse: ‘Eu posso te ajudar a tirar todos esses demônios, se você quiser’. Ela chorou, gritou, eu impus a mão sobre ela e Deus a libertou. Todos os demônios fugiram, ela recebeu o Espírito Santo e começou a falar a língua do céu. Foi um momento muito lindo”, relatou.

Anos depois, enquanto estava no Canadá durante o período do avivamento de Toronto, Heidi conta que recebeu o espírito de adoção. Certo dia, ela estava prostrada na presença de Deus quando o pastor avisou que havia homens do lado de fora da igreja com um presente.

“Eu saí e haviam três pessoas. Rick, um deles, me disse: ‘Deus Pai falou comigo que eu precisava comprar um cavalo preto para você’”, contou. “Eu andei nesse cavalo com muitas lágrimas, porque o Pai me ama, o Pai me quer, o Pai me conhece”.

“É tempo de colheita. Deus vai enviar os missionários brasileiros para todos os cantos do mundo, mas não como órfãos. Ele vai enviar como filhos”, declarou Heidi. “Deus quer tirar o espírito de orfandade e você poderá perdoar sua mãe, seu pai, ou qualquer pessoa”.

veja também