'Deus Não está Morto 3' é um puxão de orelha na Igreja, diz diretor de distribuidora

Ygor Siqueira, da 360WayUp, falou com exclusividade ao Guiame e comentou os lançamentos do cinema cristão.

fonte: Guiame, João Neto

Atualizado: Sexta-feira, 20 Julho de 2018 as 11:42

O avanço do cinema cristão em todo mundo é notável e no Brasil não tem sido diferente. Sucessos, como "Deus Não Está Morto" e "Paulo, Apóstolo de Cristo" estão acumulando multidões de espectadores nas salas de cinema.

Toda esta repercussão tem sido celebrada pelo presidente da produtora e distribuidora de filmes cristãos, 360WayUp, Ygor Siqueira, que confirmou o número de 15 milhões de espectadores dos filmes lançados por grandes distribuidores em.parcerria com a empresa no Brasil em apenas três anos, desde sua fundação.

Em um ritmo frenético de lançamentos, Ygor falou com exclusividade ao Guiame adiantou que novos filmes, como o terceiro da franquia "Deus Não Está Morto" e "Sansão" estão para serem lançados ainda neste ano de 2018.

"Deus Não Está Morto: Uma Luz na Escuridão"

Ygor destacou que o lançamento da sequência do sucesso de bilheteria "Deus Não Está Morto" (California Filmes) prevista para 30 de agosto, tem tudo para manter a boa reputação da do título nos cinemas e que sua mensagem continua sendo relevante.

"A expectativa é muito boa com 'Deus Não Está Morto'. Ele vem com uma pegada diferentes das duas histórias anteriores. Vem puxando a orelha da Igreja, mostrando que ela tem que ser luz na escuridão", afirmou.

Com o título "Deus Não Está Morto: Uma Luz Na Escuridão", o novo filme traz uma história que se passa no contexto de uma igreja que passou por uma incêndio. O desastre devasta a congregação do pastor Dave (David A. R. White). Diante disso, uma universidade ao templo usa a tragédia para tentar retirar a igreja da região.

Uma batalha logo se levanta entre a igreja e toda a comunidade, enquanto o reverendo Dave se vê em uma rivalidade com seu amigo de longa data, Thomas Ellsworth (Ted McGinley), o presidente da universidade, e a estudante Keaton (Samantha Boscarino), que integra um ministério da igreja e chega a questionar sua própria fé cristã.

Sucesso de "Paulo, Apóstolo de Cristo"

Assistido por mais de 800 mil pessoas – incluindo não evangélicos – o filme "Paulo, Apóstolo de Cristo" é outro motivo de celebração para a 360. Mesmo tendo sido subestimado por muitos exibidores e distribuidores, ele contou com a confiança da 360WayUP.

"O 'Paulo' é filme que ninguém acreditava nele. As distribuidoras não acreditavam, os exibidores não acreditavam. Aí a Sony Pictures veio, trouxe e eu falei: 'Coloca, que eu acredito", contou.

O filme teve mais que o dobro do resultado esperado e levou o Brasil a se tornar um case para os Estados Unidos.

Confira a entrevista completa no vídeo acima.

veja também