“Deus não tem medo de questionamentos”, diz Jeremy Camp após vencer crise de pânico

O cantor destacou que a fidelidade e graça de Deus o ajudaram a vencer tempos difíceis que vivenciou recentemente.

fonte: Guiame, com informações do Faith Wire

Atualizado: Segunda-feira, 23 Setembro de 2019 as 10:48

Jeremy Camp está preparando o lançamento do filme que conta sua história de vida. (Foto: Divulgação)
Jeremy Camp está preparando o lançamento do filme que conta sua história de vida. (Foto: Divulgação)

“Deus nos encontra no centro de nossa dor”. Esta afirmação impactante tem sido marcante para a vida do artista cristão Jeremy Camp, que estará com sua história contada nas telonas dos cinemas no próximo ano.

Falando ao site americano ‘Faithwire’, na última sexta-feira (20), dia do lançamento de seu novo álbum, “The Story's Not Over” - o 11º do cantor em estúdio, o cantor de 41 anos disse que, em seus julgamentos, quando ele se viu questionando suas próprias crenças, aprendeu a se aproximar de Deus com humildade e lembrou a si mesmo que “Deus não tem medo de questionamentos”.

Para aqueles que duvidam, disse Camp, volte-se para as Escrituras.

"Por toda a Bíblia, conseguimos ver quem é Jesus", explicou. "Ele diz: 'Eu sou o provedor; Eu sou seu conforto; Eu sou seu pastor; Eu sou seu escudo; Eu sou seu refúgio; Eu sou água viva; Eu sou o caminho, a verdade e a vida'. Todo esse material é um subproduto de quem Jesus é. Ele é a única esperança e a única verdade e ele é tudo que você precisa. Então, o que você precisa? Bem, olhe por toda a Bíblia e você verá os nomes de Jesus. É quem ele é".

Camp disse que seu mais novo álbum é um reflexo da "fidelidade e graça de Deus" em sua vida após uma temporada de profunda luta pessoal.

Cerca de um ano e meio atrás, o compositor e ministro de louvor disse que ele e sua esposa, Adrienne, passaram por um período "realmente difícil" em suas vidas, pontuados por um grave ataque de pânico, que deixou o cantor acamado por um curto período de tempo. Ele também estava trabalhando no próximo filme dos Erwin Brothers, "I Still Believe", que narra a trágica morte de sua primeira esposa, Melissa, que faleceu apenas seis meses depois de travar uma luta contra o câncer.

"Isso trouxe de volta velhos medos em meu coração", explicou Camp, notando que ele teve que lutar contra a amargura e a raiva em sua própria vida e chegou a um ponto em que percebeu que não confiava em Deus nas provações da vida.

Essa temporada difícil deu origem a um punhado de músicas em seu novo álbum.

"Eu fui muito honesto neste álbum", disse Camp. "As músicas 'Father', 'Out of My Hands', 'Only You Can' e ‘Wilderness’ foram todas nascidas dessa situação. E há uma parte na música 'Father' que diz: 'Estou à beira de um colapso', sendo apenas muito aberta e honesta. Acho que as pessoas precisam perceber que não estão sozinhas e que há esperança, e que a situação pode estar levando-os para mais perto de Jesus".

Camp já havia sofrido com questionamentos internos quando Melissa faleceu. E foi Deus quem o tirou da incredulidade, que acalmou seu coração questionador e o confortou em seu desespero.

O cantor logo percebeu que podia correr de Deus e em direção à fonte do problema, nosso mundo quebrado e imperfeito, "ou literalmente correr para a fonte da única esperança verdadeira, e esse é Jesus".

"Sabe, todos nós passamos por momentos difíceis e não consigo imaginar passar por isso sem Jesus na minha vida", disse Camp. "Ele é minha única esperança."

O novo álbum de Camp, "A história não acabou", já está disponível nas plataformas digitais.

veja também