É preciso aprender a orar para receber resposta das orações, diz Joyce Meyer

Pregadora americana diz que melhor forma de ter as orações respondidas é querer o que Deus deseja.

fonte: Guiame

Atualizado: Segunda-feira, 19 Agosto de 2019 as 12:08

Pastora Joyce Meyer. (Foto: Reprodução/YouTube)
Pastora Joyce Meyer. (Foto: Reprodução/YouTube)

A pegadora Joyce Meyer diz que muitas pessoas usam Deus para conseguirem o quer e acabam ignorando o que diz em Mateus 6:9-13, na oração do Pai Nosso, como quando diz que a vontade de Deus deve ser feita na Terra como é no Céu.

“Tudo o que precisamos está aqui na oração do Senhor”, diz a pastora. Ela diz que não é preciso ter medo de orar fora da vontade de Deus, quando se tem uma direção sobre o que orar.

“Ore corajosamente”, diz Joyce, que coloca o “orgulho” como um problema na hora da oração. “O quanto é fácil para você perceber e dizer que está errado?”, pergunta.

“Você não pedirá ajuda a Deus se não tiver humildade”, afirma a pastora, que também diz que independência é fruto do orgulho.

Em Lucas 18:9, Jesus conta a parábola para pessoas que se achavam justas e retas, explica Joyce. Um homem, fariseu, desprezava as outras pessoas e exibia suas orações; o outro, um cobrador de impostos, orava no íntimo. “Ele não estava falando com Deus, ele estava orando para impressionar a si mesmo.

“Quando oramos em público, dicamos mais preocupado com o que estamos dizendo para as pessoas do quê para Deus”, disse Joyce, revelando que ela mesma já fez isso.

A pastora disse que “ao se sentir feliz por não ser como todo mundo”, assim como aquele fariseu, que se achava especial, a pessoa já começa a oração de forma errada.

“O pecador nem mesmo olhava para o céu, mas pedia para que Deus fosse benevolente e misericordioso para com ele”, disse Joyce, mostrando que Jesus ao contar essa parábola disse que aquele homem foi para casa perdoado e justificado. Ao contrário do outro. Porque todo aquele que se exalta será humilhado.

Joyce Meyer aponta ainda o pensamento egoísta, o egocentrismo, como uma forma equivocada de se colocar diante de Deus. “Parecemos um robô perguntando para Deus: ‘E quanto a mim?’”, disse.

“Para a nossa alegria, para agradar a Deus e sermos mais poderosos na oração, em vez de tentar pensar muito em nós mesmos, substitua todos os pensamentos egocêntricos por ‘O que eu posso fazer por alguma pessoa hoje para tornar a sua vida melhor’”, ensina.

Em Marcos 8:34 Jesus ensina que quem deseja ir após ele deve negar a si mesmo, rejeitar-se, tomar sua cruz e segui-lo. “Isso não significa que você não deve cuidar de si mesmo, mas Jesus está dizendo para não vivermos uma vida egocêntrica.

Joyce diz que ficou maravilhada ao examinar as orações do apóstolo Paulo, porque viu que as dela eram patéticas. “Em cada um dos livros, como Efésios, Colossenses, Filipenses, Paulo tem várias orações diferentes que ele fez para a Igreja”, diz.

Em Efésios 1:17 a 19, Paulo orou para que o povo conhecesse a Deus, diz.

Em Efésios 3:16 a 21, Paulo orou para que o povo fosse fortalecido no homem interior através do Espírito Santo.

“Paulo concentrava suas orações nas pessoas porque sabia o quanto deus as amava”, explica Joyce.

Joyce diz que assim Deus a ensinou sobre oração. “As pessoas precisam saber o quão infinitamente, perfeitamente, incondicionalmente Deus as ama”, explicou.

Seja qual for o problema que a pessoa está vivendo, como vícios e outros sofrimentos, não há nada melhor para elas saber que deus as ama, diz a pastora.

“Quando você sabe o quanto Deus te ama, você não tem nenhum desejo de continuar no pecado”, diz.

“Precisamos aprender a orar direito. É sempre bom orar a Palavra de Deus”, diz.

A pastora diz que Deus sempre pedirá que façamos a nossa parte, ainda que seja algo impossível, porque aí Ele traz o seu milagre. “Deus nos pede muitas vezes para fazermos algo que não parece realista”, avisa.

Joyce diz também que muitas oramos pelo problema, quando devemos orar para Deus nos mostrar qual é a raiz dele.

Ela diz que estava se sentindo muito mal fisicamente e orou para Deus curá-la; e nada. Aí decidiu pedir para Deus mostrar o que estava causando aquele mal, quando viu que um remédio que havia comprado para dormir estava causando aquilo. Ela conta que parou de tomar o remédio e ficou curada.

“Então, não se recuse a fazer a sua parte, você é um parceiro com Deus”, ensina.

veja também