“Enquanto você tiver mentalidade de escravo, o Egito nunca sairá de você”, diz pastor

Você ainda vive em prisões? O pastor Joel Engel ajuda a identificá-las e a viver o caminho da graça.

Fonte: Guiame, Luana NovaesAtualizado: sexta-feira, 6 de maio de 2022 18:55
(Foto: PxHere)
(Foto: PxHere)

Em uma série de pregações sobre a graça de Deus, o pastor Joel Engel ministrou na terça-feira (3) sobre a graça que liberta, trazendo uma mensagem aos cristãos que se sentem presos a velhas mentalidades ou pecados: saia do Egito já!

“O Egito, na simbologia bíblica, representa o mundo. No Egito há escravidão, doença, humilhação, depressão, dívida e todas as coisas ruins que vivemos. Você precisa sair do Egito! Se liberte da escravidão do pecado!”, declarou o pastor.

A Bíblia diz que o povo de Israel viveu como escravo no Egito por volta de 400 anos, até que Deus levantou Moisés — o líder que iria conduzir os hebreus à Terra Prometida. “Moisés trouxe uma mensagem de liberdade, o decreto da graça. No Egito houve um Jubileu, como uma amostra de Deus sobre o que viria no futuro”, observa Engel.

O pastor também falou sobre a realidade espiritual por trás desta história: “Satanás é o agente acusador, que está procurando pessoas para acusar ou ‘processar’. Faraó representa Satanás, e seus ministros representam os promotores. O povo de Deus representa todos nós. Esse povo cometeu erros no passado, e o promotor no céu disse que essas pessoas mereciam escravidão.”

Deus quer quebrar as algemas

Você acredita que é verdadeiramente livre? Engel lembra que você pode estar usando algemas sem nem mesmo notar.

“Você pode ser um prisioneiro”, destaca. “Você pode me dizer: ‘Claro que não, eu me locomovo para onde quero’. Qual é o limite da sua prisão? Até onde você pode ir? Nós somos prisioneiros e não sabemos. Alguns são prisioneiros na frente da TV ou da internet. Alguns têm medo de sair na rua ou medo da doença. Eu sei quem está por trás desses limites: Satanás.”

Em sua bondade, Deus demonstrou graça e transformou os hebreus de escravos em livres, de pobres em ricos e de conquistados em conquistadores. Deus os tirou do pior lugar e os levou ao lugar mais especial da Terra. E tudo isso, por causa da graça.

“Deus concedeu a graça, mas não de graça”, lembra Engel. “Tudo o que fazemos de errado vem com uma cobrança. Mas se fôssemos pagar tudo o que devemos, não teríamos condição. Não há dinheiro suficiente para pagar as nossas dívidas espirituais.”

Os quatro níveis da graça

O pastor Joel Engel ensina que a graça de Deus atua em quatro níveis: físico, emocional ou mental, financeiro e espiritual. Em todos eles, a graça traz libertação, redenção, salvação e um resgate do povo escolhido.

“Com o decreto de graça, toda a dívida que você tem está anulada”, explica. “Somos libertos da canga e dos açoites dos opressores, libertos das dívidas e autorizados a prosperar.”

No nível físico, a graça atua trazendo cura sobre as doenças. No nível emocional, a graça promove liberdade e mudança de mentalidade. No nível financeiro, a graça faz com que escravos saiam de mãos cheias. E no nível espiritual, confirma a identidade de filhos e escolhidos de Deus.

“Quando o povo de Israel pensava como escravo, ele fazia serviço de escravo”, afirma Engel, citando o aspecto emocional. “Até que um dia eles lembraram que são filhos de Abraão. Não há nada mais poderoso do que a sua identidade. O diabo te vê como você se vê. Como você se vê, é assim que você é.”

O pastor fez ainda um alerta sobre as mentiras que temos deixado Satanás nos dizer: “Satanás tem poder de agir nas cortes, mas você tem que saber quem você é em Deus. Quando você aceita Jesus, você é chamado de noiva do Senhor. Ele te leva para o deserto, mas ali ele te dá alegrias e abre uma porta chamada esperança”.

Engel lembra que um dos maiores desafios no Êxodo foi ver que Deus tirou o povo do Egito, mas o Egito continuava dentro do povo. Trazendo essa mensagem para os dias atuais, o pastor ensina: “O que está difícil não é o governo ou as crises. O que está difícil é você andar sem a graça. A vitória e a prosperidade são resultados da graça de Deus. Ele é quem unge as nossas mãos.”

Veja a pregação completa:

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições