Estado Islâmico destrói antigo "Portão de Deus" perto de Nínive

O Estado Islâmico declarou que essas relíquias antigas serviam para idolatria e destruiu muitos locais religiosos no Iraque e na Síria.

Fonte: Guiame, com informações do Christian PostAtualizado: sexta-feira, 15 de abril de 2016 14:54
O grupo se concentrou especificamente em locais cristãos. (Foto: Reprodução).
O grupo se concentrou especificamente em locais cristãos. (Foto: Reprodução).

O Estado Islâmico (EI) derrubou uma estrutura antiga conhecida como o "Portão de Deus”. O grupo está em uma jornada com o objetivo de destruir ícones religiosos, culturais e arqueológicos no Oriente Médio.

O Portão de Mashki remonta ao século 7 (antes de Cristo) e foi um dos vários pontos de entrada para a antiga cidade bíblica de Nínive (Iraque), uma vez considerada uma das cidades mais importantes do império assírio.

Ativistas em Mosul, que tem estado sob controle do Estado Islâmico desde junho de 2014 e partes que são construídas sobre as ruínas de Nínive, disseram ao “ARA News” quais equipamentos militares foram usados para derrubar o portão.

O EI declarou que essas relíquias antigas serviam para idolatria e destruiu muitos locais religiosos no Iraque e na Síria.

Locais cristãos

O grupo se concentrou especificamente em locais cristãos, além disso, especialistas afirmam que militantes saquearam e venderam por milhões de libras os artefatos das antigas igrejas em todo o Iraque e na Síria para financiar o seu regime.

No início do ano passado, os jihadistas saquearam e demoliram a antiga cidade assíria de Nimrud no norte do Iraque, e lançaram um vídeo de militantes destruindo artefatos antigos no Museu Mosul, que abrigava milhares de artefatos antigos assírios, muitos deles de Nínive.

Uma fonte no Instituto Britânico de Estudo do Iraque confirmou ao Independent que o "Portão de Deus" tinha sido atacado por militantes. A fonte também citou relatos não confirmados de que blocos de pedra das muralhas de Nínive estavam sendo vendidos por jhadists.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições