Ex-transgênero é impactado ao ouvir a Deus: "Estou desesperado por você, quero que volte”

Samuel Jordan III sonhava em ser pastor, mas o sonho foi interrompido quando começou a ser abusado sexualmente na infância.

fonte: Guiame, com informações do Club 700

Atualizado: Sexta-feira, 28 Fevereiro de 2020 as 1:45

Samuel Jordan como transgênero; e hoje, de volta à igreja. (Foto: Reprodução/Facebook)
Samuel Jordan como transgênero; e hoje, de volta à igreja. (Foto: Reprodução/Facebook)

A mãe de Samuel não podia engravidar, mas orou porque acreditava que Deus poderia abençoá-la. Por isso, quando Samuel foi concebido, ela dizia que seu filho era fruto de um milagre.

Crescendo em uma casa cristã na Flórida, o pequeno Samuel Jordan III sonhava em ser pastor. Mas aos oito anos, ele foi abusado sexualmente pelo membro da família de um amigo.

"A inocência que eu carregava quando menino, que amava Jesus, realmente senti que foi arrancada de mim", relata ele em um vídeo do Club 700.

Samuel não contou à mãe sobre o primeiro abuso traumático. Aconteceu novamente, seguido por mais violações, o que fez com que Samuel entrasse em um estilo de vida de pecado e a buscá-lo regularmente.

Aos 14 anos, o adolescente estava explorando a homossexualidade por conta própria com amigos da escola.

Enquanto isso, sentimentos de culpa e vergonha o incomodavam na igreja.

"Perguntei a Deus: 'Seja qual for esse sentimento, preciso que você tire isso de mim'", lembra Samuel. Mas "parecia que toda vez que eu orava, nada realmente mudava".

A rotina do pecado praticado de forma secreta sofreu uma reviravolta quando a mãe descobriu uma anotação em sua mochila. Ela ficou chocada e decidiu tomar uma posição radical de amor duro: interromper seu relacionamento com o filho.

“Meu relacionamento com ela naquele momento mudou. Ela me disse: 'Se é assim que você vai viver, eu não posso falar com você'”, lembra Samuel, chorando. "Eu era como a bênção dela, mas me tornei sua maldição, e ela não podia mais olhar para mim."

Na esperança de restaurar seu relacionamento com sua mãe, ele interrompeu a promiscuidade.

Samuel nunca conseguiu consertar as coisas com sua mãe. Ela morreu de câncer após dois anos depois da comunicação interrompida com o filho.

"Eu senti como se o último pedaço de mim tivesse deixado a terra", diz ele. "Havia um vazio no meu coração e Samuel se foi."

Então, seu pai foi morar com outra mulher e Samuel ficou sozinho.

Comunidade gay

Sem ninguém por perto para apoiá-lo, Samuel voltou para a vida do pecado e encontrou aceitação na comunidade gay.

“Eu realmente odiava Samuel. Ele não foi aceito, Samuel foi deserdado, Samuel estava sozinho”, dizia ele sobre si mesmo. "Então, quando finalmente vi o estilo de vida (gay) e encontrei um senso de pertencer, fui a favor."

Samuel mudou seu nome para Simone e viveu como transgênero, conseguiu implantes mamários e trabalhou como acompanhante.

"Simone foi a pessoa que obteve o nível de afirmação, amor e aceitação que Samuel nunca obteve", afirma o rapaz, ao mesmo tempo em que ele lutou com culpa e vergonha.

"Embora eu tivesse me tornado essa pessoa, não sabia para quem estava olhando", lembra Samuel. "Eu apenas senti que meu interior, que eu realmente era, estava sendo destruído."

Depois que ele abandonou a Tallahassee Community College, voltou para Fort Myers na casa de uma amiga da família que o levou com a condição de que ele fosse à igreja com ela.

Samuel não ficou totalmente desanimado com a ideia de ir à igreja. Ele se sentiu muito perdido e esperava encontrar alguma direção.

Reencontro com Deus

Ao participar do culto, Samuel diz que sentiu algo novo vindo sobre ele.

"Eu sabia que estava desesperado por alguma coisa, e aquele momento fazia sentido", diz Samuel. "Eu estava desesperado por ele e estava perdido sem ele, e assim que ele começou a cantar, começou a chorar de um lugar muito desesperado."

Ali mesmo na igreja, uma batalha espiritual eclodiu com Samuel no meio. O diabo disse a ele: "Você não pode voltar. Você tem implantes”.

Samuel Jordan celebra nova vida em Jesus: "Vou adorá-lo pelo resto dos meus dias e proclamar sua bondade para o mundo ver que Jesus está vivo". (Foto: Reprodução/Facebook)

Por outro lado, Deus falou ao seu coração: “Também estou desesperado por você. Eu quero que você volte. Estou esperando você, não me importo quem você se tornou, não me importo o que você fez com seu corpo. Estou disposto a fazer tudo o que for necessário para trazê-lo para fora, se você estiver disposto a dizer sim”.

Samuel conta que respondeu “sim” e levantou as mãos para Deus.

"Eu estou livre! Eu estou livre! Eu estou livre!", disse durante o culto.

"Quando comecei declarar que estava livre, sentia que todo o lixo, toda a vergonha, tudo o que o inimigo havia colocado em mim havia me deixado, pois eu estava livre", testemunha.

Pouco tempo depois, Samuel voltou a ser homem, começando com a remoção de seus implantes.

"Deus me disse que você só precisa dizer sim e eu vou lhe mostrar que sou Deus o suficiente para consertar isso", diz Samuel. "Sou Deus o suficiente para mostrar a você que posso trazê-lo de volta à minha intenção original para a sua vida. E foi o que Ele fez por mim. Isso me conquistou”.

Gratidão

Ao celebrar 7 anos de volta à igreja, Samuel escreveu: "Entrei na igreja com saltos de 15 cm, cabelos longos, implantes completos, mudança de nome, prostituta, viciado em drogas, estrogênio, rejeitado, perdido, zangado, confuso, magoado ... Mas o céu parecia oportuno para me dar uma nova vida!".

"Eu ainda estou mudando, ainda aprendendo a ser homem, ainda desaprendendo o comportamento [homossexual] antigo, mas em 7 anos Deus tem sido fiel e ele me trouxe de um longo caminho", declarou.

"Sete anos depois, olho para trás e posso dizer que tudo valeu a pena. Tudo o que desisti por ele, que restaurou e ainda restaura 100 vezes. Você nunca saberá o custo disso... Você não estava lá quando ele me encontrou ... Você nunca sentirá o que eu senti quando ele passou os braços em volta de mim ... Você nunca saberá o custo ... mas saiba disto: vou adorá-lo pelo resto dos meus dias e proclamar sua bondade para o mundo ver que Jesus está vivo e ele ama você do jeito que você é!!! Sua graça é poderosa o suficiente não apenas para mudar você, mas para torná-lo novo ... Obrigado, Pai!".

veja também