Filme cristão leva quase 100 funcionários a deixarem seus empregos em clínicas de aborto

O filme Unplanned chegou a ter sua divulgação censurada pelo Twitter, mas mesmo assim superou todas as metas de bilheteria em seu lançamento.

fonte: Guiame, com informações da CBN News

Atualizado: Segunda-feira, 15 Abril de 2019 as 10:48

O filme 'Unplanned' conta a história da médica Abby Johnson, que se converteu ao Evangelho e decidiu abandonar seu emprego em uma clínica de aborto da 'Planned Parenthood' (Imagem: Pureflix)
O filme 'Unplanned' conta a história da médica Abby Johnson, que se converteu ao Evangelho e decidiu abandonar seu emprego em uma clínica de aborto da 'Planned Parenthood' (Imagem: Pureflix)

Chuck Konzelman, diretor do filme pró-vida "Unplanned", da Pure Flix, revelou ao Congresso Nacional dos EUA nesta semana que quase 100 trabalhadores de clínicas de aborto decidiram deixar seus empregos depois de assistirem à produção.

Durante seu depoimento ao Subcomitê da Constituição do Comitê Judiciário do Senado, Konzelman disse que 94 trabalhadores de clínicas abordaram a organização sem fins lucrativos Abby Johnson, da ex-diretora da Planned Parenthood, e ‘Then There Were None’, de acordo com a agência de comunicação ‘Pure Flix Insider’.

"1% dos trabalhadores de clínicas de aborto nos Estados Unidos, depois de ver um deles ser retratado no filme", ​ disse ele, "decidiram mudar suas vidas... e o que eles fazem para viver".

O cineasta da Pure Flix estava no Capitólio para falar em um painel sobre a suposta censura do Twitter sobre o filme "Unplanned". Nos dias de lançamento do longa, no final do mês de março, a plataforma de mídia social suspendeu temporariamente a conta promocional do filme.

O filme "Unplanned" narra a carreira de oito anos da médica Abby Johnson na Planned Parenthood e sua conversão ao Evangelho e também ao movimento pró-vida, depois que ela assistiu a um médico realizar um aborto via ultrassom.

Ashley Bratcher, a atriz que interpreta Johnson no filme cristão, twittou na quinta-feira que ela recebe mensagens "todos os dias" de pessoas cujas vidas — e mentes — foram transformadas depois de ver "Unplanned".

O filme superou as expectativas de bilheteria já no fim de semana de abertura, arrecadando US $ 6,1 milhões — mais que dobrando os lucros previstos.

Em uma entrevista no início deste ano para o site cristão ‘Faithwire’, Konzelman disse que o filme foi feito "para tempos como este", observando a série de projetos pró-aborto que passaram pelas casas legislativas nos EUA nos últimos meses.

"Não poderíamos prever os rápidos desenvolvimentos que de repente estão chegando ao auge", disse ele, "mas servimos a um Deus que pode e fez isso".

veja também