Idoso foi agredido por ativista enquanto orava em frente a clínica de aborto, nos EUA

O homem de 85 anos estava participando de uma campanha de oração de 40 dias, em frente a uma clínica de aborto, na Califórnia.

Fonte: Guiame, com informações do Christian PostAtualizado: sexta-feira, 29 de março de 2019 15:03
Ativistas pró-vida oram em frente a uma das clínicas de aborto da rede "Planned Parenthood", nos EUA. (Foto: 40 Days for Life)
Ativistas pró-vida oram em frente a uma das clínicas de aborto da rede "Planned Parenthood", nos EUA. (Foto: 40 Days for Life)

Um homem de 85 anos foi violentamente atacado enquanto participava de uma campanha de oração em frente a uma clínica de aborto da 'Planned Parenthood', em San Francisco, Califórnia (EUA), na semana passada e um vídeo desse momento acabou chocando a muitos na internet.

A organização 'Life Legal Defense Foundation' postou o vídeo no início desta semana no YouTube mostrando o idoso chamado Ron tentando impedir o roubo de uma bandeira pró-vida.

No vídeo de 23 segundos, Ron tenta impedir que um ativista pró-aborto roube a faixa exposta em frente à clínica pelo grupo da campanha contra o aborto '40 Days for Life' ('40 Dias pela Vida'), mas o homem se lança em direção a ele com sua bicicleta e diz: "Fique no chão, seu velho", antes de chutá-lo repetidamente.

"A polícia de San Francisco está investigando o caso como um ataque. Ron disse que é a terceira vez em apenas uma semana que o mesmo homem assedia o grupo que está realizando a campanha e tenta roubar o cartaz", informou a afiliada da NBC.

"O idoso estava participando de uma manifestação pacífica, uma campanha 40 Dias pela Vida, quando o agressor roubou a faixa da vítima e o espancou violentamente", relatou a organização.

Segundo a 'Life Legal Defense', o mesmo agressou já havia atacado outro homem apenas dois dias antes.

"A Life Legal está representando a vítima idosa, que não quer falar porque agora teme por sua segurança. Estamos trabalhando de perto com o grupo organizador da campanha '40 Days for Life' para garantir que os manifestantes pró-vida em São Francisco e em todo o país sejam protegidos e que os perpetradores desse tipo de ato violento sejam levados à justiça", afirmou a organização.

A clínica de aborto da 'Planned Parenthood', onde Ron foi atacado, afirmou que tem sua própria filmagem do incidente, mas se recusou a liberar o vídeo, segundo a 'Life Legal'.

Shawn Carney, presidente da campanha '40 Days for Life', disse em comunicado divulgado na última segunda-feira (25), que considerou a imagem do ataque uma evidência que "a ideia de que São Francisco é tolerante é uma piada".

"Acreditamos que todas as pessoas devem ser tratadas com bondade, amor e respeito, mesmo aqueles dos quais podemos discordar", disse Carney.

"Dito isso, nos últimos meses, vimos um aumento na violência de apoiadores do aborto em um esforço para impor o medo e deter nossos voluntários cumpridores da lei".

Em outubro passado, um ativista pró-vida de 65 anos chamado Joe Alger também foi agredido fisicamente enquanto orava fora de uma clínica da Planned Parenthood em Naples, Flórida, e teve que ser levado para um hospital.

Enquanto um homem suspeito de cometer o ataque foi levado em custódia, Alger se recusou a apresentar queixa, afirmando na época que era uma "situação dolorosa" e eu não a tornaria pior do que já estava.

Confira abaixo o vídeo publicado pela 'Legal Life Defense':

Siga-nos

Mais do Guiame